Ir para o conteúdo. |

  • A Empresa
  • Apoie
  • Contato
  • Seções:
siga a estrada de tijolos amarelos: Alta Magia Magia Cerimonial Curso de Magia Prática da criação de egrégoras

Prática da criação de egrégoras


Curso de Magia

As instruções a seguir foram usadas com sucesso por nosso Grupo, que manteve-as em total sigilo durante muito tempo.

É chegado o momento de tornar públicas essas instruções.

Guarde-as com carinho.

Elas poderão ser a chave de profundas transformações positivas em sua vida, se você assim o permitir.

São as instruções para a criação de Egrégoras de tipo definido, mas que servem para a criação de qualquer Egrégora.

O que pretendemos é criar uma Egrégora (Forma-Pensamento coletiva) para atender-vos a todos, além de poder atender aos vossos parentes e amigos, por vosso intermédio.

Óbviamente que, ao criar a "sua" parte da Egrégora, cada um deverá mentalizar o que deseja para sí, e somente para sí, e quais os limites desse desejo (Karma, missão, etc.), de acordo com seus conhecimentos e convicções pessoais.

Esse trabalho tem algumas características especiais:

- cada um deve pensar o que espera ou deseja para sí apenas, ninguém sabe o que é bom para os outros;

- dividir para somar - um pouco de cada um ajudará a todos;

- buscar ajuda objetiva e subjetiva: abertura de caminhos, oportunidades de negócio que não prejudiquem ou firam ao próximo, auxílio a que se vejam as oportunidades no caminho, que nunca faltem os meios/alimentos mesmo em calamidades, que vosso patrimônio seja protegido, que se tenham os meios de continuar os estudos, fartura de conhecimento, livros, amigos, essas e outras coisas;

- cada um fará o ritual em seu lar, e usará da Egrégora quando necessitar, sem ter que ter a interferência de um líder;

- a Imagem Telesmática da Egrégora é de livre escolha; recomendamos, porém, a CORNUCÓPIA, símbolo tradicional da fartura e da riqueza;

- além disso, num sentido mais hermético, a CORNUCÓPIA simboliza o ventre feminino, fecundo, fértil, gerador e preservador da vida;

Ao sentir vontade, ou necessidade, de auxílio da Egrégora, dever-se-á visualizá-la, onde quer que seja, idêntica à ilustração utilisada nos rituais - e é justamente nesse momento que vosso sub-consciente acessará a Imagem Telesmática, que, por sua vez, acessará a Egrégora, fortalecendo-a;

A forma de criar a Egrégora é a seguinte:

- todos deverão ter à mão a ilustração da Imagem Telesmática, isto é, conforme nossa sugestão, da CORNUCÓPIA (neste caso); poderá, conforme as necessidades, e de acordo com a vontade individual, ser substituída por outra que represente melhor as aspirações dos praticantes;

- desde o primeiro dia da Lua crescente até o último dia da Lua cheia, todos os dias, cada um se recolherá a um canto qualquer, quando faltarem cinco minutos para a meia-noite (cinco minutos para a uma hora da manhã durante o horário de verão);

essa hora foi escolhida pois:

a) é poderosa hora "aberta";
b) as outras horas abertas são inviáveis para uma boa quantidade dos membros do grupo (seis da manhã é muito cêdo; seis da tarde e meio-dia são horas de atividade profissional ou social; sobrou a meia-noite);

- nas fases claras da Lua, mesmo que alguêm "bobeie", não será gerada uma entidade com aspectos negativos, pois as fases claras da Lua somente são adequadas para a geração de entidades benéficas, enquanto que as fases escuras da Lua são adequadas para a geração de entidades maléficas;

- a cada mês, findo o período inicial, que é de um ano, cada um deverá repetir o ritual no Domingo de Lua cheia, e, caso queira, também no Domingo de Lua crescente;

- após os primeiros seis meses de trabalho, caso deseje, poderá trabalhar todos os dias, em todas as fases lunares, sempre na mesma hora;

- para o ritual se necessita de:

a) um cálice;
b) uma garrafa de vinho moscatel ou tinto;
c) um pãozinho ou coisa semelhante;
d) a ilustração da Imagem Telesmática;

Execução:

- recolher-se a um local sossegado, faltando cinco minutos para a hora escolhida;

- colocar vinho na taça;

- segurar a taça nas mãos;

- ficar observando a ilustração da Imagem Telesmática, meditando sobre seus aspectos e sobre o que desejamos obter de bom (assunto conhecido) com a formação da Egrégora;

- após uns quatro ou cinco minutos, molhar um pedaço do pãozinho no vinho, meditando sobre esse mistério, da Eucaristia (ver Initiation Into Hermetics, de Franz Bardon);

- comer o pedacinho de pão, ainda concentrado;

- ainda em meditação, sorver todo o vinho, sem deixar nada;

- colocar na taça já vazia, um pouco de água mineral, o mesmo tanto que foi colocado de vinho;

- repetir a meditação, sorvendo, então, a água;

- está encerrado o ritual;

- guardar tudo, para repetir no dia seguinte.

Observação:

os abstêmios poderão substituir o vinho por suco de uva, ou água comum.

Durante todo o tempo do ritual, a pessoa deverá repetir as seguintes palavras, na ordem dada, posto ser a alfabética:

- ABUNDÂNCIA FARTURA FELICIDADE PROSPERIDADE RIQUEZA SAÚDE -.

Repetir essas palavras, diversas vezes, não importa se mentalmente ou de forma audível.

Na concentração do significado das palavras, conjugadas simultâneamente com a concentração na CORNUCÓPIA, reside o poder desse ritual, antigo e eficiente.

As palavras escolhidas só fazem sentido no caso de se estar usando a Imagem Telesmática da CORNUCÓPIA; caso se tenha escolhido outra Imagem Telesmática, as palavras deverão ser as adeqüadas à imagem escolhida e ao trabalho.

É importante não quebrar a corrente durante o período que se escolher para executar o ritual.

Se necessário, fazê-lo mentalmente apenas, mas não deixar, sob nenhuma hipótese, de realizá-lo.

Posteriormente, a ilustração poderá ser enquadrada e mágicamente animada (ver o mesmo livro citado acima, de Franz Bardon), para emitir fluídos benéficos à todos que por perto dela passem, ou que a observem; isso servirá a todos que estejam precisando de algo, e abram seu coração.

Quanto mais utilizada, mais forte a Egrégora ficará.

Eis o segredo revelado.

É muito simples e fácil.

Foi-lhes revelado o verdadeiro Mistério da Eucaristia.

Sejam dignos dessa revelação.


Quer publicar seu texto no Morte Súbita inc? Envie para nós.