Ir para o conteúdo. |

  • A Empresa
  • Envie seu texto
  • Apoie
  • Contato
  • Seções:
siga a estrada de tijolos amarelos: Alta Magia Magia Cerimonial Motivos da Prática Mágicka

Motivos da Prática Mágicka


moore.jpgOs rituais teúrgicos ou tântricos são emissões de ondas de determinada freqüência, intensidade e duração para a tender a certas situações. Todo ritual deve ter uma causa ou finalidade e responder a seguinte pergunta: "Por que está realizando este ritual?" Ao celebrar um ritual, a sua intenção deve ser clara e precisa. A theurgia inclui o uso do ritual em várias formas, a fim de experimentar um influxo de poder que tenha sido manifestado ou ordenado pelo operador, seja invocando ou evocando um arquetipo específico, força ou inteligência espiritual. Entretanto, as cerimônias da Alta-Magia podem ou não fazer uso das inteligências extrafísicas ou espíritos elementais, deuses, deusas, arcanjos e gênios. É o magista que decide quais forças deve utilizar dependendo de sua necessidade e preferência pessoal.

Os principais objetivos da prática são os seguintes:
                                                      

AUTOCONHECIMENTO


O objetivo destas práticas é conseguir entrar em contato com seu Sagrado Anjo Guardião , seu EU SUPERIOR que simboliza a centelha divina ou o verdadeiro ser (Atman) de cada homem ou mulher. Em outras palavras é viver a máxima do "Conheça a Si Mesmo" a qual todos os ocultistas sejam eles magos ou místicos, devem lutar para viver. Posteriormente – já estabelecido este contato – o objetivo é a dissolução total no grande oceano da consciência cósmica e o retorno à unidade primordial que liga todos os seres entre si: Existe na tradição de todos os povos a idéia de que o homem algum dia se libertará da segregação gerada pelas limitações da mente e do sofrimento, atingindo por fim uma libertação.

Essa tradição é especialmente intensa nos povos do Oriente, onde a reencarnação é aceita como uma verdade fundamental da natureza. O processo de vir-a-ser (Sansara) algum dia será extinto e o homem alcançará o Nirvana, o Samadhy, o Kalvalya, etc. Essa libertação final leva o ser humano a atingir o estado de um ser perfeito, uma Flor da Humanidade, um Mestre ou Adepto do Plano Interior. Entretanto, essa grande libertação final é atingida depois de uma série de libertações secundárias, que são precursoras dessa libertação definitiva. Fernando A. Liguari encoraja "o uso contínuo da evocação de seres angélicos e planetários antecedendo ao conhecimento e conversação do Sagrado Anjo Guardião" no propósito "de preencher as lacunas da escada pela qual a alma pode ascender às alturas do céu. É por meios deste método que o Teurgo adquire uma sólida base quadrangular para a sua pirâmide de realização".

A automodificação ou automelhoria por meio de Magia também é imperativa. Neste tipo de operação o Magista procura se auto-aperfeiçoar de alguma maneira específica e precisamente definida. Planos grandiosos de iluminação espiritual devem ser abandonados em favor de um trabalho que identifique e fortaleça as qualidades existentes. Que tipo de melhoria você está procurando? Memória melhor, mais força de vontade, superar um mau hábito, mau gênio? Os rituais de libertação envolvem tudo desde a transformação da personalidade mortal em entidade imortal até ajuda para curá-lo do vício de roer as unhas. Como todos os atos de iluminação, as mudanças pretendidas devem ser específicas ao invés de vagas e gerais. Para isso é preciso ser dolorosamente honesto consigo mesmo, um bom assunto para um ritual desse tipo de qualquer modo.

Todo ritual de libertação é uma jornada de iluminação que pode assumir muitas formas tradicionalmente ele costuma tomar a forma de uma experiência de morte e renascimento, na qual o Magista medita na visualização de sua própria morte e desmembramento de seu corpo, seguidos por uma reconstrução de seu corpo e "espírito", e um renascimento.

Este processo é semelhante dos ritos iniciáticos onde o neófito "morre" para o seu passado e se volta em direção a uma nova vida.

Outro método mais dramático, e que somente os magistas mais treinados podem tentar, é o Sacrifício Místico, onde a forma corpórea é destruída (apenas na mente) como resultado de uma série de invocações a diversas ordens de criaturas espirituais. O objetivo desta prática é apreender que matéria e espírito formam na realidade uma unidade inseparável. Numa primeira infância é o corpo físico que cria a distinção, ainda que ilusória, entre matéria e espírito ou como dizem os hindus, entre Sansara e Nirvana. O resultado final deste ritual conduz a revelação de que a matéria é uma ilusão dos sentidos e que, portanto, sua existência é relativa.

Os magistas também podem empreender uma jornada de expansão da consciência pelas esferas da árvore da vida. Neste método o magista visa invocar a sabedoria das esferas aprendendo com a lição que cada uma tem a lhe ensinar.

BENEFÍCIOS

      
A prática da Theurgia pode gerar um clima geral de prosperidade assim como obtenção de bens materiais desde um livro raro, por exemplo, até uma casa maior, um carro, etc. Entretanto, o conhecimento profundo das leis que rege a Magia assim como  ética são importantes nesse tipo de prática. A princípio deve-se questionar preciso realmente disso? É uma necessidade real minha ou apenas um capricho? Afinal a Magia não é, e nunca foi, um atalho para a riqueza. Além disso, a conquista  bens materiais não podem fugir a certas regras do plano físico como por exemplo o trabalho para obte-los e isto acontece, inclusive, na Magia.

INFORMAÇÃO


Neste tipo de prática o magista acessa através de um método divinatório os registros akáshicos que contém a memória da natureza. Neste caso o ritual é usado como base para a meditação de algum assunto importante ao qual que não se consegue resposta através das vias normais.

Outro método é a comunicação com Seres Divinos. O Universo é composto de uma infinidade de seres, nas mais diferentes ordens, visíveis ou invisíveis para o sistema de referência humano, mas tão importantes como ele no processo global. Existe, portanto, uma série de canais de comunicação abertos e outros, cujas "portas" poderão se escancarar. É lógico que esses "diálogos" só são possíveis em certas condições. A prática teúrgica ensina alguns desses caminhos. Há toda uma possibilidade de comunicação com seres que não são humanos.
                                    

CELEBRAÇÃO


Há, na tradição de todos os povos, constelando as mais diversas consciências, a noção da existência de Seres Luminosos chamados de Anjos, Devas e Deuses que são mensageiros da manifestação Divina. Diz-se que cada inteligência espiritual ou Deva possui uma tônica vibratória, possui, portanto, um nome ou mantra, com que pode ser chamado. Nos rituais feitos aos Devas, são utilizados esses nomes-naturais para a obtenção de determinado resultado. Existem, portanto cerimônias que são puras agradecimentos a essas forças, onde se usam fórmulas que permitem a comunhão com eles. O universo é povoado de entidades que não são como ilhas isoladas, mas aspectos de um grande Ser. Os Devas são considerados como sendo linhas de evolução através dos quais o Supremo mantém os mundos no perpétuo trabalho do vir-a-ser.
                                                    

CONSAGRAÇÃO


Estes ritos especiais são utilizados para consagrar, carregar ou abençoar itens pertencentes a rituais. Também consagra-se pessoas a uma determinada tradição espiritual como nos ritos de iniciação ou a uma religião como no caso do batismo. O casamento é a consagração para vida matrimonial, etc.

A consagração pode ser realizada em bens materiais como veículos e até nas fábricas e escritórios. No caso de consagrarmos objetos ritualísticos declaramos que ele é especial u mágico. Isto cria um vínculo psíquico entre o magista e suas ferramentas de ritual.

A consagração estabelece um campo magnético através da palavra, dos pensamentos e dos gestos intencionais. O campo magnético resultante da ação desses três níveis provoca a indução de um campo semelhante. Os objetos podem ser magnetizados e adquirem essa "aura" magnética permanente. O ato de benzer, da imposição das mãos, os amuletos e talismãs resultam do fato de ser possível "carregar" com uma força um objeto.
                                                                 

PURIFICAÇÃO


É um processo de limpeza ou filtragem espiritual isso, a oração, a meditação e certos rituais são executados individualmente ou em grupo. Nesta categoria encontramos o Exorcismo, palavra mal compreendida entre os leigos e que está orientada para o ato de expelir alguma coisa que se queira libertar, desde um pensamento obsessivo até possíveis entidades perturbadoras. Para isso recorre-se a certos Mantras, Mudras, que têm essa finalidade. São verdadeiras "vassouras" do Plano Psíquico.

INFLUENCIAR

                                                               
As práticas podem ser dirigidas para transmitir uma influência a distância. Estas técnicas são usadas desde a noite dos tempos e podem assumir causas nobres como a ajuda na cura de uma pessoa doente ou, no caso da magia negra, produzir malefícios. Outros exemplos são a comunicação psíquica, ou seja, sem o uso de aparelhos e causar efeitos sobre o meio ambiente como na alteração comportamento de grupos de animais, vegetais e até mudanças climáticas. Rituais de maldição ou para se obter a afeição de outra pessoa magicamente vêm sob este título e pertencem ao terreno do mago negro.

Práticas que visam purificação de uma pessoa ou lugar à distância assim como ajuda numa entrevista importante, para causar uma boa impressão na busca de um emprego, são exemplos de uso dessa abordagem ritual.

PROTEÇÃO


Muito antes de Jung elaborasse a teoria do inconsciente coletivo a Magia já falava do oceano mental, onde nos banhamos. A minha mente é igual a de todos e todas as mentes juntas pertencem a uma Mente Una Universal onde vivemos e temos o nosso ser. É sabido, desde tempos imemoriais, que as mentes individuais podem gerar más influências umas as outras de modo inconsciente ou de forma conscientemente dirigida
como no caso do ataque psíquico ou espiritual. O ataque psíquico verdadeiro é muito raro; ele exige muito tempo e energia para se manifestar e sustentar as forças negativas. A grande maioria das pessoas que se julgam estar sob ataque psíquico na verdade sofre de auto- obsessão. Em se tratando de um ataque real existe toda uma série de técnicas para evitar a más influências e criar uma barreira invisível de proteção espiritual.

CURAS


Certas doenças são perturbações nos planos sutis, que ganham raízes e se manifestam no físico. A cura pela medicina vibracional do método teúrgico se dá pelo processo de ressonância energética. Técnicas de visualização meditativa, respiratórios, posturas psicofísicas, mantras, etc. são utilizados para equilibrar o corpo e a mente. Rituais planetários são celebrados para que as energias de cura que promovem a saúde desçam através dos planos para equilibrar o corpo e a mente do paciente.

No caso de doença mental é importante dizer que há certos tipos de insanidade, os quais podem ser explicados à luz do conhecimento ocultista. Às vezes o indivíduo apresenta um psíquico patológico resultado de uma mediunidade exarcebada e sem controle e acabam vendo, ao seu redor, os habitantes do astral e as suas próprias formas pensamento pululando nas suas próprias auras. A psicologia explica satisfatoriamente este último fenômeno, mas não compreende o primeiro. Além de tudo nada sobe a respeito dos fenômenos mediúnicos e espirituais, quando a ciência tiver percepção da junção e da natureza das influências astrais que estão agindo dentro e sobre a matéria tensa, terá dado um grande passo para uma nova era de descoberta científica e de conquista terapêutica.

Texto enviado sem menção ao autor. Caso você o seja ou o conheça, entre em contato como projeto Morte Súbita inc.


Quer publicar seu texto no Morte Súbita inc? Envie para nós.