Ir para o conteúdo. |

  • A Empresa
  • Apoie
  • Contato
  • Seções:
siga a estrada de tijolos amarelos: Biografias Biografias Isaac Newton

Isaac Newton


1642-1727

newton.jpgFísico e matemático Inglês, um dos maiores gênios de todos os tempos.  Nasceu prematuramente, jáórfão de pai, no ano de 1642.

Desde cedo demonstrou ser dono de uma inteligência prodigiosa, tal a facilidade com que resolvia problemas e criava engenhos. Aos doze anos, entrou para a escola pública. Entretanto, por decisão de sua mãe, foi posto a trabalhar como lavrador. Mas, Newton era um obstinado por seus livros e por fim, foi-lhe dado um voto de confiança, sendo permitida a volta aos estudos, prosseguindo no Trinity College em Cambridge. Formou-se e graças a seus estudos vitoriosos sobre a natureza da luz branca (que descobriu ser a combinação de todas as cores
do espectro), foi eleito membro da Real Academia Britânica de Ciências.

Aos  vinte e sete anos foi eleito Professor Titular de Matemática da Universidade de Cambridge. Por essa  época elaborou o cálculo infinitesimal. Algum tempo depois, Newton formulou sua explicação para o  universo, baseada na atração da matéria, mas, relutou durante muito tempo em publicar suas idéias.  Finalmente foi convencido pelos amigos a expor ao mundo a beleza e a precisão de sua teoria,  publicando então sua obra Philosophiae Naturalis Principia Mathematica.

\Após a publicação dos Principia -que permaneceu incompreensível e rejeitado pelos cientistas de sua  geração -, Newton entrou para a política. Foi nomeado, por influência de amigos da côrte,  Superintendente da Casa da Moeda. O grande cérebro do físico e matemático subjugava-se a um  simples trabalho burocrático, o que lhe valeu um papel de ridículo na sociedade.  Em uma carta que escreveu em 1676, Newton relata: "Existem outros segredos além da transmutação  dos metais, e os grandes mestres são os únicos a compreendê-los".

Newton era um iniciado, que  acreditava que a Alquimia deveria permanecer secreta e por isso nunca publicou os resultados de seus  experimentos alquímicos, apesar de possivelmente ter obtido êxito em alguns deles. Por este motivo  este lado de Newton é  pouco conhecido, porém toda a sua obra foi gerada a partir destes  conhecimentos, ele dava uma interpretação materialista ao esoterismo, tanto, que em um de seus  livros, seus opositores afirmavam que as forças de Newton eram forças ocultas. Na realidade, estas  forças eram muito semelhantes as tradições herméticas.

Em 1940, Dobbs estudou os inúmeros manuscritos alquímicos escritos por Newton e escreveu um  livro intitulado "Os Fundamentos da Alquimia de Newton". Newton buscava na Alquimia encontrar a  estrutura do microcosmo. Apesar de seus intensos estudos sobre o assunto, que duraram de 1668-1696,  ele não conseguiu explicar as forças que governam os corpos pequenos.

Newton consumiu seus dias numa velhice tranqüila, distante de polêmicas ou disputas. Queria apenas  a tranqüilidade das horas passadas em seu solar, meditando acerca das obras alquímicas. Faleceu a 28  de março de 1727.


Quer publicar seu texto no Morte Súbita inc? Envie para nós.