Anathema é acusado de satanismo na Tunísia — Morte Súbita inc.
Morte Súbita
Em alto e bom som desde 1996

Ir para o conteúdo. |

  • A Empresa
  • Envie seu texto
  • Apoie
  • Contato
  • Seções:
siga a estrada de tijolos amarelos: Blog Anathema é acusado de satanismo na Tunísia

Anathema é acusado de satanismo na Tunísia


Em alto e bom som desde 1996

A banda inglesa Anathema é o mais recente grupo de rock a ser rotulado como adoradores do diabo. A acusação da vez vem das autoridades da Tunísia que segundo relatos proibiram o grupo de tocar no país sob a alegação de adoração ao coisa ruim.

Os integrantes do Anathema, que já haviam esgotado os ingressos do show foram notificados pouco antes do evento. Segundo o jornal Liverpool Echo, o ministro do interior da Tunísia recebeu acusações de que os músicos praticavam magia negra, sacrificavam animais e bebiam sangue humano.

A banda, formada no inicio dos anos 90 tinha originalmente o nome de Pagan Angel e ganhou popularidade com um som ao estilo doom metal, mas que tem se aproximado de uma sonoridade mais melódica atualmente. Em toda trajetória é a melancolia que dá tom as músicas. Sejam satânicos ou não, trata-se realmente de uma banda ofensiva demais para um país como a Tunísia que desde 1959 tem uma constituição que declara o islamismo como a religião estatal e exige entre outras coisas que o presidente e altos cargos do governo sejam muçulmano.

Se você achou isso um absurdo, aproveite para conhecer outras bandas acusadas de satanismo, (e algumas realmente satânicas) na nossa listagem em andamento dos 100 álbuns satânicos mais importantes da história.


Ações do documento