Ir para o conteúdo. |

  • A Empresa
  • Apoie
  • Contato
  • Seções:
siga a estrada de tijolos amarelos: Cultos Afros Livros O Livro dos Orixás Omulu

Omulu


Livro dos Orixás

OmuluOmulu é o orixá da humildade, senhor da doença mas também da cura e médico dos médicos, durante o dia  vem em forma de cura, sanando todos aqueles que necessitam, à noite vem como a morte, recolhendo os que de alguma forma chegou a hora. Filho primogênito de Oxalá com Nanã, Omulu era dotado de uma grande criatividade e timidez, foi o precursor da caridade, da humildade e do desapego material. Foi um grande pensador que andava pelos reinos semeando a sabedoria. Médico dos pobres, senhor absoluto de todas as doenças de pele e infecciosas. Protetor dos desamparados, humildes, doentes e profissionais da saúde.

Sua história conta que nasceu deformado com muitas chagas recobrindo seu pequeno corpo e por isso foi abandonado por sua mãe na praia. Aconteceu ainda que seus choros atraíram alguns caranguejos que dilaceraram seu rosto tornando-o ainda mais machucado. É por essa razão que os filhos de Omulu não devem comer caranguejo.

Seu choro atraiu Yemanja que com seu grande instinto maternal cuidou dele como uma mãe e envolveu seu corpo com palhas para proteger sua pele dilacerada. Ele cresceu e continuou usando as palhas de modo que ninguém mais viu seu rosto pois quando cresceu Omulu decidiu que não queria ser julgado por sua aparência e assim cobriu seu rosto com uma máscara de palha e abandonou a companhia dos demais orixás passado a viver sozinho da floresta.

Na floresta ele tornou-se um grande feiticeiro e aprendeu a usar todas as plantas e energias da natureza tanto para a cura e salvamento como para causar doenças e intoxicações. Omulu é o senhor da magia e é também considerado como  o responsável pela passagem dos espíritos do plano material para o espiritual.

Vez passou que havia uma grande festa entre os Orixás e depois de muito tempo Omulu resolveu reaparecer. Ainda coberto com sua máscara ficou tão feliz por estar de volta em casa que se colocou a dançar, rodopiando cada vez mais rápido. Foi então que Oyá enviou um vento forte que soprou palha toda levando-a para longe. Todos os orixás de voltaram para Omulu, mas eis que suas chagas haviam estourado no ar como pipoca e revelaram o rosto mais lindo que já havia sido visto. É por essa que a pipoca é dada como oferenda a este orixá.

Contudo assim como Omulu não queria ser julgado por sua feiura também não queria ser julgado por sua beleza e recolocou sua máscara para nunca mais tirar.

Cores: Preto, branco e vermelho.

Metais:  Platina, aço e bronze.

Dia da semana: Segunda-feira.

Saudação: Atótóóó!


Quer publicar seu texto no Morte Súbita inc? Envie para nós.

Conteúdo relacionado