Ir para o conteúdo. |

  • A Empresa
  • Envie seu texto
  • Contato
  • Seções:
siga a estrada de tijolos amarelos: Demonologia Estudos de Demonologia Satanás na Bíblia

Satanás na Bíblia

dablova_bible1.jpgEstiveste no Éden, jardim de Deus; cobrias-te de toda pedra preciosa: a cornalina, o topázio, o ônix, a crisólita, o berilo, o jaspe, a safira, a granada, a esmeralda e o ouro. Em ti se faziam os teus tambores e os teus pífaros; no dia em que foste criado foram preparados. Eu te coloquei com o querubim da guarda; estiveste sobre o monte santo de Deus; andaste no meio das pedras afogueadas. Perfeito eras nos teus caminhos, desde o dia em que foste criado, até que em ti se achou iniqüidade. (Ezequiel Capítulo 28. Versos 13-15)

Essa é a única referência que há em toda a bíblia sobre a criação de Satanás, que passa longe das imagens populares do demônio. Em nenhuma parte das escrituras

cristãs há menção a um ser com casco e rabo, estas imagens em sua maioria foram tomadas de antigos deuses pagãos (como o deus grego Pan, por exemplo). Os cristãos, em seu empenho em oprimir o culto a esses antigos deuses, decidiram associá-los ao demônio, para assim acabar com os ritos e festas em honra a esses seres míticos. Porém a imagem real de Satanás se vê claramente nos versos citados acima, é a imagem de um ser extremamente belo, e essa beleza que o conduziu a sua caída.

Elevou-se o teu coração por causa da tua formosura, corrompeste a tua sabedoria por causa do teu resplendor; por terra te lancei; diante dos reis te pus, para que te contemplem. ... Todos
s que te conhecem entre os povos estão espantados de ti; chegaste a um fim horrível, e não mais existirás, por todo o sempre. (Ezequiel Capítulo 28. Versos 17 e 19)

O verso 19 é uma sentença final a Satanás, porém em nenhum momento se vê uma transformação na sua aparência original. Os pecados de Satanás podem se resumir em orgulho, vaidade, e pretensão de usurpar o trono de Deus e ser semelhante a ele.

E tu dizias no teu coração: Eu subirei ao céu; acima das estrelas de Deus exaltarei o meu trono; e no monte da congregação me assentarei, nas extremidades do norte; Subirei acima das alturas das nuvens, e serei semelhante ao Altíssimo. Contudo levado serás ao Seol, ao mais profundo do abismo. (Isaías Capítulo 14. Versos 13-15)

Satanás decide efetuar tal façanha, porém é derrubado. Em nenhum momento ele é enviado ao Inferno ou a algum lugar semelhante, o Seol traduzido para o grego como Hades, não passa de um lugar de abandono, um sepulcro ou fossa. O demônio não vai habitar o Inferno como alguns pensam, pelo contrário continua no céu, até que no final dos tempos é expulso do céu para a Terra.

Então houve guerra no céu: Miguel e os seus anjos batalhavam contra o dragão. E o dragão e os seus anjos batalhavam, mas não prevaleceram, nem mais o seu lugar se achou no céu. (Apocalipse Capítulo 12. Versos
7 e 8)

Vê-se bem aqui que Satanás não foi confinado em um sítio de reclusão. Muitos dos anjos que o seguiram em sua rebelião se foram.

Aos anjos que não guardaram o seu principado, mas deixaram a sua própria habitação, ele os tem reservado em prisões eternas na escuridão para o juízo do grande dia. (Judas Verso 6)

Porque se Deus não poupou a anjos quando pecaram, mas lançou-os no inferno, e os entregou aos abismos da escuridão, reservando-os para o juízo (Pedro2 Capítulo 2. Verso 4)

Alguns anjos caídos foram fáceis de vencer, porém Satanás e seus principais não. Até o ponto que teve que passar um imenso lapso de tempo, até que conseguiram expulsá-lo do céu, outro ponto a analisar é a potência das tropas satânicas.

Então me disse: Não temas, Daniel; porque desde o primeiro dia em que aplicaste o teu coração a compreender e a humilhar-te perante o teu Deus, são ouvidas as tuas palavras, e por causa das tuas palavras eu vim. Mas o príncipe do reino da Pérsia me resistiu por vinte e um dias; e eis que Miguel, um dos primeiros príncipes, veio para ajudar- me, e eu o deixei ali com os reis da Pérsia. (Daniel Capítulo 10. Versos 12 e 13)

As forças demoníacas têm categorias: Principados, Potestades, Governadores e tropas espirituais de maldade nas regiões celestes (ver Efésios Capítulo 6. Verso 12), um principado de maldade se opôs ao mensageiro de Deus que iria levar a mensagem a Daniel, vinte e um dias de luta dura e foi necessária a presença do arcanjo guerreiro por excelência: Miguel, para conseguir derrotar um simples principado das trevas. Satanás, sem sombra de dúvidas, é muito mais poderoso que Miguel, até que gera certo temor no arcanjo:

Mas quando o arcanjo Miguel, discutindo com o Diabo, disputava a respeito do corpo de Moisés, não ousou pronunciar contra ele juízo de maldição, mas disse: O Senhor te repreenda (Judas Verso 9)

"Não ousou", deve-se levar em conta que o papel inicial ocupado por Satanás no reino dos céus era guardar o trono do criador. Satanás é um querubim, um anjo de muito mais categoria que um arcanjo, segundo a bíblia só há um ser superior a Satanás: Deus.

Isso nos leva a pensar o seguinte: Será que um ser tão astuto como Satanás enfrentaria a outro que seguramente o derrotaria facilmente, sem nenhuma chance de vitória?

Creio que não, se o diabo se rebelou contra Deus e um grande número de anjos seguiram sua causa, é porque sabiam que o tirano não é invencível, sabiam que a batalha não seria fácil, mas acolheram a possibilidade de uma vitória. As escrituras mostram que a luta não é de toda desigual, todavia deve-se analisar que são tendenciosas, mas não o suficiente como para ocultar os vestígios das lutas angelicais.

Por que os anjos não queriam seguir ao lado de Deus? Queriam independência, é por isso que muitos deles preferiram prisões eternas do que continuar como escravos de um Deus absolutista e intransigente, além disso eles sabiam que Deus jamais o perdoariam como aparece em versículos citados anteriormente. (Porém o homem deve perdoar os seus inimigos e dar-lhes a outra face para que eles o esbofeteiem).

O Deus tirânico e cruel da bíblia não admite que haja alguém fora de seu domínio:

"Quem não é comigo é contra mim" (Mateus Capítulo 12. Verso 30)

Assim se não o seguimos, imediatamente nos convertemos a seus inimigos. Ele oferece perdão e amor com uma mão, enquanto que com a outra oferece fogo e prisão eterna a quem não se humilha diante dele. Que alternativa nós teríamos se todas as fábulas da bíblia fossem reais? A opção divina está a vista e não nos dá uma alternativa de convivência pacífica diante das diferenças, ou sigo-o ou sou seu inimigo. Guardemos a esperança de derrotar o maior e mais sanguinário tirano de toda história, assim como sua raça sacerdotal culpada pelo holocausto e exploração da humanidade durante séculos.

Bônus

Segue agora um bônus ao texto original, também com o objetivo educacional. Foram compilados abaixo todas as passagens Bíblicas que hoje acabaram sendo relacionadas com o Diabo e seus inúmeros nomes.

Como Aparece

Significado
Passagem
Satanás ( Satan )  
Adversário  
Zacarias 3:1; Mateus 4:10; Apocalipse 12:9, 20:2
Diabo
Caluniador
Mateus 4:1; Efésios 4:27
O Mal
Intrinsecamente mal
João 17:15; I João 5:18,19
Serpente
Astúcia
Genesis 3:1, 2 Corinthians 11:3
Dragão
Força da Natureza
Apocalipse  12:3,7,9
Apollyon
Destruidor
Apocalipse  9:11
Inimigo
Oponente
I Pedro 5:8
Acusador dos irmãos
Opõe os credulos a Deus
Apocalipse 12:10
Tentador
Leva as pessoas ao pecado
Mateus 4:3;
Principe deste mundo

Governate do sistema do mundo
João 12:31
Belzebu
Chefe dos demônios
Lucas 11:15
Belial
Merecimento/Maldade
2 Corinthians 6:15
Deus da era
Controle da filosofia do mundo
2 Corinthians 4:4
Governate do Reino do Ar
Controle daqueles que não crêem

Efésios 2:2
Pai da Mentira
Pervertedor das verdades
João 8:44
Assassino
Leva as pessoas à morte eterna
João 8:44
Anjo da luz

Lúcifer
2 Corinthians 11:14

Por Apóstata traduzido por Angelus Veneficus

Quer publicar seu texto no Morte Súbita inc? Envie para nós.

loading...