Ir para o conteúdo. |

  • A Empresa
  • Apoie
  • Contato
  • Seções:
siga a estrada de tijolos amarelos: Demonologia Livros de Demonologia Goétia Luciferiana Trabalhando com os Espíritos Demoníacos e Angélicos

Trabalhando com os Espíritos Demoníacos e Angélicos


Goétia Luciferiana

Anjo GoeticoTrabalhando com os Espíritos Demoníacos

Os Espíritos Demoníacos são essencialmente forças ctônicas/infernais que estão na fronteira das sombras e dos lugares escuros da terra. Uma abordagem dos espíritos demoníacos como algo diferente de si mesmo. Eles são uma base de testes; sua face seria uma caveira contendo as Águas de Leviatã, ou a Iniciação. Eles fariam você beber profundamente da Gnose que revela a Mente Luciferiana, que é questionar-se e ser forte dentro de si. Não se deve aproximar-se dos Espíritos Goéticos com medo, se sua mente está limpa acima do intento então este é um ponto edificante do caráter associado ao espírito então. Os Espíritos Demoníacos/Djinns são os fantasmas que congregam e se comunicam com aqueles participantes do Infernal Sabá, o conclave das bruxas e dos feiticeiros, seres da noite caminhando e sonhando com o conhecimento.

Espíritos Daemonicos (Demoníacos) são freqüentemente Anjos Caídos; esses que tem provado da taça dourada do reino de Lúcifer, e pela queda ao reino infernal tem aprendido nos caminhos obscuros a fazer seus próprios feitiços. Tais forças Daemonicas são apenas alguns caminhos espelhados em nosso ser, nós devemos nos  aprimorar pela associação e invocação. Isto, pelo Trabalho solitário, requer vigor e desenvolvimento do verdadeiro self da bruxaria, a eterna transmutação Luciferiana e Essência de Prometeu de que o corpo e a mente do próprio ser do Grande Grimório da Sombra do Conhecimento. Nossa alma deve se inflamar como a serpente e trabalhar acordadamente como o Diabo na Carne, o tentador dos limites e o iniciador sobre a terra. Trabalhar sempre com a meta na mente e não se envolver com os espíritos da Goetia. Você pode ficar em apuros!

Trabalhando com os Espíritos Angélicos

Os Espíritos Angélicos (K) são forças são celestiais ou empíreas, baseadas primeiramente em elementos do Ar. Eles são comumente associados com Lúcifer e são altamente articulados à formas solares e lunares de guias iniciáticos, pela união com os espíritos demoníacos o self desenvolve um equilíbrio, em vez da repressão e auto-engano. Esses Anjos estão caídos, e encerram um aspecto Demoníaco ou infernal em seu caráter. Aproxima-te destes com respeite e busca se tornar igual à essência que você almeja ser. Os Espíritos Angélicos do Shemhamphorash são Guardiões que conduzem ao Limiar (Azazel, Shaitan). Os Espíritos devem ser invocados como Lúcifer comandaria – pelo acordo e percepção. Não proceder por impulso; ao contrário refinar seu pensamento para trabalhar para você. Considere a alta articulação do espírito e como este pode associar-se com aspectos equilibrados do self. No maior dos casos o Demoníaco é relacionado aos Anjos, uma combinação de aspectos Celestiais e Infernais. Quando invocamos ora espíritos demoníacos ou angelicais, devemos controlar todo pensamento baseado no desejo e na Vontade, para não mencionar os impulsos que podem vir adiante. No geral, o feiticeiro desejará se sentir diferente quando ele ou ela invocar a força que a move mente sob a “inspiração” do espírito evocado. 

Tais métodos de invocação não atuam em simples possessões na maior parte dos mais casos, ao contrário, ativadas as áreas da percepção de acordo com associações individuais de inspirado conhecimento ou impulso. Espíritos Angélicos são aqueles que nos infundem com o Fogo de Lúcifer, os quais compreendem o Céu. Esta é a gnose do Sabá Celestial – o conhecimento adquirido dos Espíritos do Ar. Os Espíritos Luciferianos (os Espíritos do Ar) são frequentemente celestiais, matiz branca ou formas enegrecidas, dependendo da superior ou inferior natureza de seu ser. É a meta do magista ser capaz de um deslocamento no sentido da forma astral em qualquer outro aspecto iluminado ou sombrio de seu ser, como é o reflexo de sua criatura.

Magia Cerimonial

Simplificadamente a magia cerimonial e bruxaria significa alcançar um distinto ponto de gnose, ou pensamento mágico. O operador que está intentando evocar um espírito da Goetia deve focar-se neste ato, onde ele ou ela identificar-se-á com o Daimon em questão. Para permitir um padrão claro e controlado de desenvolvimento mágico, o feiticeiro deve se tranquilizar se focar antes que se entregue à Vontade e ao seu resultado específico. Nenhum indivíduo deve entrar na câmara ritual para realizar Magia Cerimonial enquanto carecer de um intento ou desejo definido. Porque você está evocando um espírito? O que você deseja concretizar? O que você quer aprender destes espíritos? Como você irá implementar os conhecimentos obtidos com este ato? Como isso irá afinar e definir mais o seu ser? 

Dois aspectos do Self podem ser cristalizados no desenvolvimento do Corpo de Luz e no Corpo de Sombra; nesta é simplificada comparação, o coração do Adversário. O Adversário é a evolução perpétua, tormenta e caos. O aspecto da Luz do Adversário é a Ordem dentro da aproximação direta desta mudança e desenvolvimento Caótico do ser. O Corpo de Luz/Corpo de Sombra é diretamente atado ao Sagrado Anjo Guardião/Anjo Familiar/Self Interior.

O Ritual do Sagrado Anjo Guardião, Azal´ucel e A Invocação do Adversário podem ser empregadas para obter contato com este guia individualista ou Gênio Iniciático. Quando você o chamar, permita-se inflamar-se em pontos de êxtase, você crescerá com isto!


Quer publicar seu texto no Morte Súbita inc? Envie para nós.

Conteúdo relacionado