Ir para o conteúdo. |

  • A Empresa
  • Apoie
  • Contato
  • Seções:
siga a estrada de tijolos amarelos: Jesus Freak Cristandades Os Santos Mais Estranhos de Todos os Tempos São Policarpo

São Policarpo


São PolicarpoSão Policarpo foi condenado a morte no século I. Sua condenação? Ateísmo.

Ele conheceu o evangelho direto da boca de São João e foi um cristão tão importante em seu tempo que se tornou o maior líder da Ásia e depois foi considerado santo por católicos, ortodoxos e luteranos. Mas a unanimidade para por ai. Para os bons cidadãos da Roma Imperial Policarpo era um marginal, um ateu subversivo que organizava reuniões secretas onde se negavam os deuses e se realizava atos de canibalismo com um estranho e novo deus judeu.

Como todo cristão do primeiro século Policarpo vivia fugindo das autoridades. Ele deve ter sido particularmente bom nisso pois só ser pego aos 86 anos. Ao ser preso Policarpo foi jogado em uma arena com uma platéia repleta de pessoas que o odiavam. Para os súditos do Império, os cristãos eram descrentes que rejeitavam os deuses e tradições e bons constumes Na arena o procônsul deu uma última chance: "Respeito sua idade, velho homem. Jure por César e grite: Fora com os ateus!". Policarpo, inverteu a situação. Com dificuldade se levantou do chão, apontou para a própria multidão que o observava e gritou: "Fora com os ateus!"

Constrangido o procônsul tentou fazer a multidão entender que ele havia negado sua fé. Quando percebeu isso Policarpo se enfureceu e fez questão de deixar claro que era cristão. Foram tentadas outras artimanhas (incluindo alguns leões) mas o ancião provou-se incorrigível. O povo enfurecido exigiu execução. Policarpo então foi amarrado e levado a fogueira por sua ousadia. Testemunhas relatam que ao ser envolto pelo fogo as chamas não o queimaram. Pelo contrário ele parecia dourar como um delicioso pão de queijo e em vez de cheiro de carne queimada exalava perfume de incenso. Foi necessário apunhalá-lo para dar fim ao espetáculo. Quando um dos executores o perfurou, o sangue jorrado apagou o fogo.

 

Quer publicar seu texto no Morte Súbita inc? Envie para nós.