Ir para o conteúdo. |

  • A Empresa
  • Apoie
  • Contato
  • Seções:
siga a estrada de tijolos amarelos: Magia do Caos Livros Caóticos Livro do Prazer Prefácio ao Amor Próprio

Prefácio ao Amor Próprio


A Psicologia do Amor: O Livro do Êxtase

Sejamos honestos: Tú és "aquilo", supremo na liberdade o mais desejável, intocado pelos seis entorpecedores. A sexualidade trabalha, de modo que a Morte possa ser colhida pelo desejo. Os elusivos caprichos dos sentidos são perigosos, por causa da probidade que você aprendeu a obedecer e controlá-lo. O fogo do inferno arde porque você  o "concebeu"; e cessará quando você identificar o Ego com todas as possibilidades de suas qualidades, acreditando através do processo do "Nem Uma Coisa Nem Outra".

Você é fogo embora você esteja chamuscado: Porque você "desejou" a crença ( de modo diferenciado ou não - não faz diferença); e ciclo da crença prossegue e sempre obriga, então um dia você acreditará diferente e o fogo não mais machucará..... estará você salvo? Haverão outros meios de magoá-lo?

Neste estado que não o é, não há consciência do sentido que tú és "aquilo" (Kia), que é soberbo, além do escopo da definição - não há a tentação da liberdade,"isto" não foi a causa da evolução. Portanto "isto" está além do tempo, consciência e inconsciência, tudo ou nada, etc; isto eu percebo através do "Nem uma Coisa Nem Outra" que está automaticamente além de qualquer idéia, sempre livre em todos os sentidos. Talvez isto "não seja obscuro através de uma contínua reflexão e vaguamente sentido pelas mãos da inocência - mas quem é que entende significados tão simples? "isto" não é nunca percebido, sendo o Extase imperceptível do " Nem Uma Coisa Nem Outra" sempre presente mas oculto pela exaustão através do ciclo da Unidade. A certeza de consciência é sempre a incerteza do que é percebido ou experimentado em qualquer estado que seja, a constante dúvida soletrando, modo, dôr, decadência, e assim por diante—a causa da evolução, a eterna imperfeição.

Oh,desejo,ouça! No que diz respeito à virulência o desejo espiritual-é. tão fatal quanto o sensual. Aspiração em relação ao "supremo" é uma rede de desejos mortais por causa da covardia que dentro habita, portanto, alguma sabedoria não satisfeita aguardando a exploração para sofrer a sua evolução. Não há sabedoria final - não há desejo final. Como pode algo acabar? O hoje já terminou? Estas coisas são sem fim.

Uma pessoa deseja coisas deste mundo, mas aonde esta a diferença de desejar o "Supremo Gozo"? Qual é o mais egoísta? Qual é o que está mais perto de você? Qual agrada mais ao Criador? Você tem certeza dos desejos do Criador e estará você certo quanto aos seus próprios desejos? Será você o Criador ou somente você mesmo, enquanto você afetuosamente imagina o seu conteúdo?

Todos estes desejos, o quão poderosos possam ser, você encarnará um dia - sim, fotografe. Estas coisas já existem - muito breve você terá fotografias espirituais (não forjadas) - mas não com a câmera que você atualmente usa. O pioneiro é sempre o velho tolo. Uma reflexão: alguns espíritos já são fotografados - os micróbios.

Você está livre do desejo de algo? Crença é desejo eterno O desejo é a sua própria crueldade, os grilhões que fazem a mão trabalhar era algum mundo — desconhecido; nada está sempre morto e nenhum pensamento morre, o mestre torna-se o escravo e a posição se alterna; há muito que você acredita nisto,está na carne de suas gerações com o mais impiedoso Juiz: A zombaria de todas as suas mudanças ou a inversão de seus valores: Esta constante maldição e blasfêmia — não haverá mais alívio no conhecimento do nascente e inflexível mestre que impõe tarefas? Não está os nossos corpos manchados com seu sangue? Não esteve o mundo sempre ensanguentado? Não são os nossos prazeres senão uma pausa para beber o sangue da matança? Oh, mentirosos determinados, vós ainda não conhecem a mentira, ela pode ser a Verdade!

O Ego é desejo, então tudo é fundamentalmente desejado, o desejo é sempre uma previsão preliminar de uma terrível da satisfação oculta pela sempre presente glória vã. O milênio rapidamente virá e partirá. Os homens serão maiores que os Deuses que eles sempre conceberam e haverá maiores desagrados. Você é sempre o que você é  mas você poderia o ser de modo diferente!

Uma pessoa ou uma nação,não importa o quão vã ou satisfeita, cai inevitavelmente no desconhecido e inevitável desejo, que o consome aos poucos através destas condiçôes-. qualquer condição! A mente torna-se firme de desejo em desejo corno uma devoção,mas quando realizado ele então é eternamente desejável? ( ou até mesmo por um período de um milhão de anos). No Paraíso teus pés terão grilhões! Portanto remova o conceito de que o desejo é puro,ou impuro, ou tem uma aparencia,  remova isto através do "Nem Uma Coisa Nem Outra".Até mesmo se o desejo for para a exaustão do desejo através do "Nem Uma Coisa Nem Outra" ou para realização em uma esposa é desejo - a sua evolução é sem fim. Portanto remova o desejo de qualquer forma através do "Nem Uma Coisa Nem Outra". Remova a ilusão de que há Espírito e Não Espírito (esta idéia nunca trouxe resultados benéficos). Remova todos os conceitos pelo mesmo processo.

Tão logo permaneça a noção de que há "uma escravidão compulsória" neste mundo ou até mesmo nos sonhos, haverá a tal escravidão. Remova o conceito de Liberdade e Escravidão em qualquer Mundo ou Estado através da meditação na Liberdade pela Liberdade através do " Nem Uma Coisa Nem Outra".

Graças a isto sabemos. Vampirismo está mais que provado até mesmo através de fortes conjecturas que sempre que sangue é chupado, isto é feito por um morcego Vampiro ,estando longe *a possibilidade de isto ter sido feito por um ser humano ou divino:

Portanto "Kiaize" o desejo através do "Nem Uma Coisa Nem Outra", a mais brilhante fórmula muito além da satisfação. O vácuo que tudo abraça e que reduz "tudo" ao senso comum e sobre a qual o Universo repousa.

Portanto não creia em nada neste livro através do "Nem Uma Coisa Nem Outra" , e dispense o conceito do "Nem Uma Coisa Nem Outra" usando o "Nem Uma Coisa Nem Outra", e acredite que isto "não é necessário" ou a conclusão de agradar a sí próprio,porque ele "Não precisa ser e Não importa".

Acredita - se nisto "todo o tempo" como a Verdade da "Vontade", não a coisa acreditada , visto que os meios para se chegar a um fim significam evolução a meios infindáveis. Nesta mais admirável simplicidade não há início ou fim da sabedoria ou do que quer que seja, então corno poderia estar relacionada a conceitos e inteligência.


Quer publicar seu texto no Morte Súbita inc? Envie para nós.