Ir para o conteúdo. |

  • A Empresa
  • Apoie
  • Contato
  • Seções:
siga a estrada de tijolos amarelos: Magia do Caos Livros Caóticos Salt Magick Brainstorming: o Sal

Brainstorming: o Sal


Salt Magick, SatAnanda

Estamos frente ao cristal mais abundante no planeta. Ao menos de forma individualizada. 

É redundante apresentar este elemento aos magistas.

Desde Platão que se considerava o sal uma "substância cara aos deuses", este componente é associado à magick. Dele advém atribuições de toda sorte, e com igual relevância.

Partimos de sua atávica ligação com Blue Magick, quando sua relação com o “salarium” da Roma Antiga ainda hoje está encravada entre o paralelo da Estrada de Jacó com a Estrada de Sal, por onde passavam os mercadores.

Seria a busca financeira uma correlação com a busca espiritual por intermédio destas duas vias?

Sua utilização em Helth Magick remonta há milênios, quando utilizado para a conservação de carnes em geral. Nesta área, sendo base dos magick mirrors e com grande referência a magias de Glamour, quando egípcios usavam-no para a confecção das múmias dos faraós. Sua utilização ampla em war magick e auto defesa psíquica trazem de volta os tempos em que era utilizado como oferenda em rituais variados, e quando eram utilizados como fonte para espantar os “maus espíritos”.

O sal é elemento indispensável na “cozinha” Wicanna e esta religião, tratada com preconceito exagerado por parte de alguns magistas (lamentavelmente), apresenta propostas variadas sobre sua utilização.

Para nós brasileiros, amalgamados com a união das religiões ocidentais, mais ritualísticas (na linha “cerimonial” como a missa cristã), com as religiões afro, igualmente ritualísticas, porém mais ligadas às vertentes xamânicas como as danças, celebrações e utilizações de inúmeras quinquilharias da natureza, o
sal torna-se lugar comum.

Todos nós já tivemos, em algum momento, uma ligação magicka com este elemento.  

A utilização deste elemento em nossas vidas se assemelha a água em sua constância e é, juntamente com ela, a constituição maior do corpo humano em sua sustentação, como já sugere a ingestão de “sais minerais” em sua forma genérica.

Um elemento tão rico, de tão variada aplicabilidade, confere um lugar de grande destaque, de grande nobreza entre os elementos básicos de construção mágicka.

É notada a sua ausência em escritos caóticos. Mas ressaltam-se aqui dois pontos:

1- Uma certa dificuldade entre os escritores gringos, na assimilação de ritos que se encontram distanciados da escola wicanna e thelêmica, bem como as escolas européias de magia cerimonial e das sociedades e ordens em geral.

2- Temos a vantagem (e sempre ressalto este ponto) da convivência diária com os cultos afros, que nos permitem uma abrangência maior e mais embasada quando utilizamos elementos ligados a natureza como ervas e plantas em geral, bem como os condimentos e elementos da culinária, fauna, flora e folclore local.

Destaco agora a presença do sal como um corolário magicko popular muito comum na nossa cultura.

Apenas como ilustração, apresento algumas das utilizações deste elemento. São pequenos textos pinçados da internet. O objetivo é exclusivamente voltado para ilustração.

“Tempero” de limpeza da casa: 

Copo de água com sal atrás da porta de entrada da sua casa.Coloque água dentro de um copo de vidro e junte-lhe 3 pitadas q.b. de sal refinado.
Coloque o copo atrás da porta de entrada da sua casa e troque a água todas as semanas, deste modo a sua casa será limpa das energias negativas. 

Harmonização do lar:

No início do mês, comece por limpar da sua casa as  inutilidades (objetos, roupas que já não usa, revistas...) e consequentemente as energias a elas agarradas. Coloque um pouco de sal pelos 4 cantos de cada divisão da casa. No final do mês, no último dia, recolha todo  o sal. Num pano branco “virgem, ou seja, nunca antes usado, coloque o sal  juntamente com uma fotografia de cada um dos habitantes da casa. Feche o pano, dando-lhe sete nós. Atire para a água, seja água de rio ou de mar, mas esteja de costas quando o fizer, e depois de fazê-lo não olhe para trás.

O banho com água e sal:

O banho de sal grosso é o chamado "descarrego". É recomendado para eliminar as toxinas, porque o sal anula o excesso de energia, e limpar a sua aura. Quando esta está saturada o sal a recompõe rapidamente. Comece por
tomar o seu banho do costume. Passe então pelo seu corpo a água com sal previamente preparado (pode ter um balde com o preparo ao lado do chuveiro) para não ter que interromper o banho. Dê especial atenção á zona do seu umbigo, pois aí se localiza o seu chakra solar, e é a zona do seu corpo por onde é absorvida a maior quantidade de energia negativa. Tome um segundo banho de chuveiro para retirar o excesso de sal. Para se enxugar dê batidinhas de leve com a toalha e se vista preferencialmente com roupas claras. 

Faça este ritual uma vez por mês.

Banho com sal e arruda:

O banho com sal e arruda é um banho de descarrego de energias negativas. È ótimo quando têm vários sintomas de excesso de “peso espiritual”, que se traduzem em fortes dores de costas, má disposição, sempre com sono, dores de cabeça. Como fazer: encha a banheira com água bem quente;queime um incenso a seu gosto para purificar o ambiente; deite dois punhados de sal grosso dentro da água, e deite o líquido resultante de uma infusão de arruda para dentro da banheira. Deite-se dentro da  água e relaxe. Fique o tempo que quiser. Vai ver aquele “peso” a ir-se embora. Tome em seguida a sua ducha normalmente, vai var que estará muito mais leve.

Banho com sal e outros para retirar a negatividade:

Como fazer o preparado para o banho: 4 Lt água; 2 punhados de sal grosso; 2 dentes de alho roxo cortados em cruz, 5 galhos de arruda fêmea e 5 de arruda macho. Faça esta mágica em lua minguante.

Ferva a água juntamente com os dentes de alho previamente cortados.

Depois, macere a arruda até estar desfeita e junte-a á água fervida. Misture então o sal. Deixe arrefecer e coe. Tome o seu banho habitual e depois passe aquele preparo do pescoço para baixo. Passadas pelo menos 2 horas tome
uma ducha para retirar o “banho mágico”.

Magia com sal para anular feitiço:

O que é preciso: 1 pano branco; 1 vela negra; 1 tigela de vidro; sal grosso; sal fino.

Na primeira noite de lua minguante, coloque a vela na tigela e ponha um pouco de água dentro (um dedo). Acenda vela negra e diga 3 vezes: "Lua de partida, leve os feitiços de minha vida"                               

Depois coloque dentro da tigela, à volta da vela, um punhado de sal grosso e diga, 3 vezes: "Com o cristal de sal, que se desfaça o mal".

Depois, sobre o sal grosso, coloque o sal fino, e repita 3 vezes: "Sal sobre sal, calor com calor, aquele que me fez mal, que sinta a sua dor". Deixe a vela arder até ao fim. No entanto depois dela se apagar ficará um pedacinho.

Esse pedaço juntamente com o resto do sal, você o coloca dentro de um pano branco nunca antes usado. Fecha o pano dando-lhe 7 nós, e manda tudo para a água do mar ou do rio, pedindo para as “águas da  justiça lhe tirar todo e qualquer feitiço”. Sai dali não olhando mais para trás.

Amuleto com sal para afastar inveja do seu dinheiro:

O que é preciso: 1 saquinho de tecido verde, 3 moedas douradas, verniz incolor, uma toalha de banho vermelha, água corrente e sal grosso.

Faça da seguinte forma: facilmente arranjará as moedas douradas nas feiras junto dos vendedores de moedas ou nos antiquarios. Dê preferência as maiores, e mais antigas. Você deverá começar por limpá-las. Seguidamente, as moedas mágicas deverão ser preparadas para se energizarem afim de cortarem a influencia negativa da inveja. Assim passe-as abundantemente por água corrente, esfregando-lhes sal grosso. Coloque-as ao sol para secarem,  sobre um pano vermelho. Aplique então o verniz nelas. 

Guarde então as suas moedas mágicas no saquinho de  tecido natural verde e mantenha-o dentro de sua mala ou carteira. O amuleto é seu e de mais ninguém! Não deixe que outra pessoa lhe toque ou veja as moedas.

Amuleto com sal para afastar inveja de sua casa:

O que é necessário: 1 lenço branco, 7 sementes de romã; 7 sementes de melancia; 3 dentes de alho com casca.

Deite tudo dentro do lenço e dê-lhe 7 nós (3 com 2  pontas, 4 com as outras 2). 

Coloque-o dentro de sua casa dentro de um vaso. Deverá trocá-lo anualmente, no dia dos seus anos.

Uso do sal para limpar talismãs e amuletos:

Dependendo do material, existem várias formas de limpar os nossos amuletos e talismãs. Para limpar o amuleto basta deixá-lo em água corrente.Mas também pode deixá-los em água com sal  grosso, ou deixá-los sob a chuva. Caso o seu amuleto não possa ser molhado, então o ideal é colocá-lo dentro de um prato com sal grosso.

O Poder Afrodisíaco do Sal:

Poder afrodisíaco do sal? Certos povos antigos atribuíram ao sal poderes afrodisíacos e acreditavam que sua carência reduzia a potência sexual dos homens. 

Uma gravura satírica francesa do séc. XVI mostra diversas mulheres debruçadas sobre seus maridos sem calças e aprisionados em barris, ao que elas esfregam vigorosamente com sal as suas partes íntimas.


Quer publicar seu texto no Morte Súbita inc? Envie para nós.

Conteúdo relacionado