Ir para o conteúdo. |

  • A Empresa
  • Envie seu texto
  • Apoie
  • Contato
  • Seções:
siga a estrada de tijolos amarelos: Magia Sexual Livros Sexuais Sexo Tântrico - Manual de Técnicas Massagem tântrica

Massagem tântrica


Sexo Tântrico: Manual de Técnicas

A linguagem do contato, a pressão e as carícias são o caminho para descobrir uma sensibilidade que não conhecemos ou redescobrir sensações perdidas. Na massagem tântrica, as mãos são a principal ferramenta para um encontro físico, emocional e espiritual do casal. É uma ótima experiência para conscientizar-nos de que dar e receber é um fluxo constante de energia. Além disso, pode ser um delicioso prelúdio para alcançar uma excitação antes desconhecida. Descubra as infinitas possibilidades sentidas atravéz dos corpos:


Apesar da importância de conhecer diversos movimentos de massagem, a sutileza das mãos é indispensável: elas, mais do que qualquer outra parte do corpo, são capazes de transmitir ternura e carinho.


Por isso, acariciar os dedos das mãos, onde existe uma enorme quantidade de nervos, permite um relaxamento muito especial. Comece desde as pontas dos dedos, sempre evitando fazer cócegas, até terminar com ambas as mãos unidas, palma com palma.


O rosto também é uma parte muito pessoal do corpo. Lentamente, com um pouco de óleo nas mãos, percorra os caminhos dos traços: os contornos dos olhos, da testa em direção ao nariz, o volume da boca.


Depois, acaricie o rosto de seu parceiro de forma rítmica, fazendo círculos nas bochechas ou ao redor do queixo, aliviando as marcas de preocupação. Finalmente, vá descendo da cabeça até o pescoço para descarregar as tensões.


Acariciar o umbigo de seu parceiro pode acrescentar confiança. Esta é uma área vulnerável que deve ser tratada com delicadeza. Faça movimentos circulares para relaxar tensões emocionais e físicas que reprimem o fluxo de energia sexual e vital.


Deixe de lado as palavras para que o contato seja a linguagem da calma. Aproxime-se dos genitais sem chegar a tocá-los. Quem faz as massagens deve se concentrar nas sensações produzidas pela temperatura e pela textura da pele.


Os pés são uma área especialmente sensível, já que concentra-se uma enorme quantidade de terminais nervosas que se conectam com o corpo inteiro. Sutilmente, procure a pressão apropriada para evitar cócegas e ao mesmo tempo conseguir fazer seu parceiro relaxar. Algumas pessoas podem não gostar muito deste tipo de contato. Neste caso, é melhor interromper a massagem, não quebrar a harmonia e massagear outra parte do corpo.


Com pequenos toques, começando desde as costas até chegar às pernas, percorra agora o bumbum, uma área especialmente erógena. Escolha o momento certo para deter o movimento e transmitir o calor da mão apoiado na palma em cada lado. Se o jogo já é intenso, pequenas pressões com as unhas podem disparar as mais variadas sensações.


A flexibilidade da coluna é para o Tantra um eixo fundamental de energia e sensualidade. Deslize as mãos para baixo usando óleos essenciais.


Reconheça os volumes e depressões que marcam as vértebras. Para eliminar tensões localizadas, faça movimentos circulares, mais curtos ou mais intensos utilizando dois ou três dedos.


Sem chegar a tocar os genitais, mas aproximando-se deles, esta pode ser uma ginástica extremamente sexual. Percorra o baixo ventre, acaricie a parte interna de suas coxas. Com as unhas, faça desenhos em sua pele.


Lentamente, com a mão aberta e desde o umbigo, desça mostrando uma intensão que logo é desviada para voltar ao ponto de partida. Brinque com a pele improvisando movimentos fluidos. Lembre que o mapa do corpo é diferente em cada pessoa, por isso o aprendizagem só passa pelo reconhecimento.


Quer publicar seu texto no Morte Súbita inc? Envie para nós.