Ir para o conteúdo. |

  • A Empresa
  • Envie seu texto
  • Apoie
  • Contato
  • Seções:
siga a estrada de tijolos amarelos: Miscelânia Textos Diversos Alcorão versus "Islamismo"

Alcorão versus "Islamismo"


IslamÉ interessante que Deus nos informa que a única queixa de Maomé será sobre a deserção do seu povo do Alcorão (25:30). Ele não vai reclamar que abandonamos a sua sunna, como os livros de hadith querem nos fazer crer. Aqueles que estão esperando que o seu ídolo Maomé os salve no Além com o seu poder exclusivo de intercessão serão surpreendidos e testemunharão a rejeição pelos seus ídolos.  Sabendo que pessoas ignorantes e pouco apreciativas iriam ignorar o Alcorão e trocar a sua mensagem esclarecedora e progressiva com os ensinamentos obscuros e primitivos do hadith, sunna, ijma e sharia, Deus usa estas palavras de forma profética: 

• é de salientar que a palavra hadith é sempre usada na forma negativa quando é utilizada para retratar discursos humanos (12:111; 31:6; 33:53; 45:6; 52:34; 66:3). 
• O Alcorao nunca usa a palavra sunna em conexão com Maomé. Existe apenas um suna válido (lei, modelo, exemplo) e é sunnatullah (a lei, molde de Deus, por exemplo), e a sunna de Deus para as gerações anteriores é geralmente negativa por causa da sua corrupção e agressão. (33:38,62; 35:43; 40:85; 48:23) 
• da mesma forma, o Alcorao não usa a palavra ijma (consenso) num sentido positivo quando ela é utilizada para descrever as ações do povo (20:60; 70:18; 104:2; 3:173; 3:157 ;10:58; 43:32; 26:38; 12:15; 10:71; 20:64; 17:88; 22:73; 54:45; 28:78; 7:48; 26:39; 26:56; 54:44). 
• É interessante notar que, a doutrina sectária que reflete a opinião dos imãs tão idolatrados é denominada sharia (a lei; caminho) e é demasiado condenada quando se refere a outras leis para além da de Deus (42:21). Devemos obedecer à lei (42:13; 5:48; 45:18) de Deus . 

Agora vamos colocar alguns detalhes acerca do cumprimento da surpreendente profecia Quranica quanto ao primeiro ídolo, hadith. Os versículos seguintes descrevem os primeiros inimigos da verdade durante a época de Maomé, mas a sua mensagem não terminou com a passagem do tempo. Ao contrário, a linguagem dos versos é profética e descreve as pessoas desviadas de todos os tempos. Aqui estão os versos proféticos informando-nos sobre os inimigos do profeta Maomé que iriam fabricar mentiras chamadas hadith: 

“Juraram solenemente por Deus que, se lhes chegasse um sinal, creriam nele. Dize-lhes: Os sinais só estão em poder de Deus. Porém, quem poderá fazer-vos compreender que, ainda que isto se verificasse, não creriam? 

Assim confundimos seus corações e seus olhos, tal como fizemos quando disso duvidaram pela primeira vez, e os abandonamos, vacilantes, em sua transgressão. Ainda que lhes enviássemos os anjos, os mortos lhes falassem e congregássemos ante seus olhos toda a criação, nunca creriam, a menos que a Deus aprouvesse; porém, na maioria, são insipientes. Pela mesmo razão, temos apontado a cada profeta adversários sedutores, tanto entre os humanos como entre os génios, que influenciam uns aos outros com a eloquência de suas palavras; porém, se teu Senhor tivesse querido, não o teriam feito. Deixa-os, pois, com tudo quanto forjam!

Que lhes prestem atenção os corações daqueles que não crêem na vida futura; que se contentem com eles, e que lucrem o que quiserem lucrar.

Dize: Poderia eu anelar outro arbitro que não fosse Deus, quando foi Ele Quem vos revelou o Livro detalhado?Aqueles a quem revelamos o Livro sabem que ele é uma revelação verdadeira, que emana do teu Senhor. Não sejas, pois, dos que duvidam.

As promessas do teu Senhor já se tém cumprido fiel e justiceiramente, pois Suas promessas são imutáveis, porque ele é o Oniouvinte, o Sapientíssimo.Se obedeceres à maioria dos seres da terra, eles desviar-te-ão da senda de Deus, porque não professam mais do que a conjectura e não fazem mais do que inventar mentiras.Teu Senhor é o mais conhecedor de quem se desvia de Sua senda, assim como é o mais conhecedor dos encaminhados. (6;109/116)

Sabendo que os inimigos de Jesus inventaram a doutrina da Santissima Trindade, e associando-a como um parceiro com o Deus Único, criando múltiplas personalidades para Deus, da mesma forma os chamados muçulmanos também fabricaram livros de hadith e associaram Maomé como um Parceiro com Deus, no seu julgamento. O Alcorao informa-nos sobre muitas maneiras de definir parceiros com Deus, ou politeísmo. Um leitor atento perceberá que os versiculos acima citados rejeitam todas as desculpas mais importantes usados pelos defensores do hadith e sunna. Esses versos descrevem os seguidores de hadiths fantasiosas com as seguintes qualidades: 

• Apesar de sua retórica, não apreciam os sinais de Deus. (Temos testemunhado um exemplo moderno dessa reação ingrata para o cumprimento profético do capíitulo 74). 

• A maioria deles são ignorantes, seguidores cegos. 

• Dizem uns aos outros hadiths badalados apresentando-as como inspiração divina ou revelação. 

• Os hadiths que estão narrando uns aos outros são invenções. 

• Apesar de sua retórica, não apreciam o Além. 

• Eles procuram o juízo de Maomé e outros ídolos como parceiros com Deus sobre o Islão. 

• Não aceitam que o Alcorao está suficientemente detalhado. 

• Não aceitam que a palavra de Deus está completa. 

• Colocam uma confiança excessiva nos números de pessoas que seguem sua seita; eles seguem a multidão. 

• Eles seguem conjecturas. 

O Alcorao não usa a palavra "hadith" negativamente de maneira aleatória. A linguagem do Alcorao e sua escolha de palavras são muito precisas. Deus sabia que os adoradores de ídolos, chamariam essas maquinações "hadith." Interessante notar que eles não chamaram às suas mentiras "aqwal= ditos," "akhbar= narrativas", "hikam= aforismos," "athaar = ensino/tradição" ou qualquer outra palavra da rica lingua àrabe. Eles inconscientemente denominaram seus inventos de "hadith" (narrativa, discurso, história, ou acontecimento recente). Trata-se da realização da profecia Quranica. Sempre que o Alcorao utiliza hadith para outros alem do Alcorao, atribui um significado negativo para ela. Uma vez que os seguidores das narrativas e ensaios forjados não traduzem o nome de tais maquinações em inglês ou em outros idiomas, para expor a verdadeira natureza de seus ensinamentos, e desvendar a ligação Quranica claro, também vamos manter a palavra hadith não traduzida: 

12:111 Em suas histórias há um exemplo para os sensatos. é inconcebível que seja uma narrativa forjada, pois é a corroboração das anteriores, a elucidação de todas as coisas, orientação e misericórdia para os que crêem.

Os seguidores das hadiths inventadas alegam que o Alcorao não está suficientemente detalhado! Assim, rejeitam a afirmação repetida de Deus que o Alcorao é "completo, perfeito e suficientemente detalhado" (6:19,38,114), e assim justificam a criação de volumes de hadith, e uma biblioteca cheia de ensinamentos contraditórios que são supostamente para completar o Alcorao. Refletindo sobre 12:111, pode-se ver a resposta de Deus para os fabricantes e os seus seguidores. Deus nos informa que não precisamos de hadith fabricados; que o Alcorao é um guia suficientemente detalhado, é tudo o que precisamos. O Alcorao é a "única ahsan hadith-al" (a melhor declaração) a ser seguida (39:23). Em 12:111, Deus, o mais sábio, rejeita tanto o "hadith", como a desculpa básica para aceitá-lo como uma fonte do Islam. Nenhuma desculpa é aceita entre os seguidores de hadith neste mundo, nem no dia do juízo. Deus lhes pede: 

45:6 Tais são os versiculos de Deus que, em verdade, te revelamos. Assim, pois, em que exposição crerão, depois de (rechaçarem) Deus e os Seus versículos?

Eles responderam, "Nós cremos em Bukhari, Muslim, Tirmizi, Ibn Hanbal, Kafi, Nahj-ul Balaga, e mais além das revelações de Deus." Deus desafia os adoradores de ídolos: 

52:34 Que apresentem, pois, uma mensagem semelhante, se estiverem certos.

Como resposta, eles caluniam o profeta num dos seus santos livros de hadith: "o profeta, paz esteja com ele, disse: "foi me dado o Alcorao e a hadith como ele' ." (Abu Dawood, Book 40, Number 4587) 

O Alcorao usa a palavra hadith em ligação a Maomé? Sim, a palavra hadith  foi atribuída a Muhammad duas vezes. Mas, não da forma que sunitas e xiitas, esperavam. Estes dois acontecimentos têm consequências claras. Em primeiro lugar, o Deus omnisciente usa-as para as declarações pessoais do profeta, não dos seus ensinamentos religiosos, que são limitados pelo Alcorao sozinho. Em segundo lugar, em ambas as ocasiões, Deus Todo-poderoso utiliza a palavra hadith com injunções. Aqui estão os versículos: 

33:53 . . . quando tiverdes sido servidos, retirai-vos sem falar (hadith). . . 

66:3 o Profeta confidenciou um segredo a uma das suas esposas (Hafsa), ela o contou(hadith).... 

Como se pode ver nos versos acima, quando a palavra "hadith" é atribuída ao profeta Maomé no Alcorao, encontram-se vários pontos interessantes. Hadiths são as declarações pessoais do profeta, e não devemos procurá-los (33:53) e não devemos transmiti-las aos outros (66:3). Infelizmente, quem não respeitava o Alcorao e o profeta Maomé, inventou muitos hadiths sobre a vida privada e sexual de Maomé com suas esposas. Ironicamente, eles atribuíram os piores insultos a Maomé, enquanto estavam declarando seu amor e lealdade a ele. (Para uma discussão, intitulada "Porquê deitar fora todos os Hadith? ," veja a seção Artigos de www.islamicreform.org)

 

Uma amostra de Livros de Hadith: 

 

Em baixo temos uma amostra de diversos livros, coleções hadith de boatos e falsas doutrinas: 

• "um grupo das tribos Uraynah e Uqaylah veio ao profeta, e o profeta aconselhou-os a beberem urina de camelo. Mais tarde, quando eles mataram o pastor do profeta, o profeta amarrou-os, arrancou os seus olhos, cortou a suas mãos e pernas, deixando-os com sede no deserto" (56/152 de Bukhari , 3/107 da Hanbal ,163). 

• "Eu sou o mensageiro mais honrado, no dia do juízo só eu irei pensar no meu povo" (97/36 de Bukhari ). 

• "Não façam qualquer distinção entre os mensageiros; não sou melhor do que Jonas" (Bukhari 65/4 ,5; 1/205 da Hanbal ,242,440). 

• "O azar está na mulher, no cavalo e na casa" (76/53 de Bukhari ). 

• "Se um macaco, um cão negro ou uma mulher passarem em frente de uma pessoa a orar, sua oração é anulada" (8/102 de Bukhari ; 4/86 de Hanbal ). 

• O inferno vai ser preenchido na maioria com mulheres; as mulheres são deficientes em inteligência e religião (Muslim, 34/132 do Iman ; Muslim, Iydayn 4; Tirmizi, 6/2613 de Iman ; Ibn Majah, 19/4003 de Fitan ; Ahmad b. Hanbal, Musnad, II/373-374 , II/ 318; Abu Dawud, 15/4679 da Sunna ; Nasai, 19)Iydayn . 

• "O profeta deu permissão para matar crianças e mulheres na guerra" (Bukhari, Jihad/ 146; Abu Dawud 113). 

• "A terra é carregada por um touro gigante; quando ele treme a cabeça ocorre um terremoto" (Ibn Kathir 2/29 ; 50/1 ). 

• "Os líderes têm de ser da tribo de Quraish" (3/129 de Bukhari ,183; 4/121 ; 86/31 ). 

• "Você deve matar todos os cães pretos; porque são demónios" (4/85 de Hanbal ; 5/54 ). 

• "Deus é o tempo" (56/3 de Muwatta ). 

• "Para provar a sua identidade, Deus abriu as pernas e mostrou ao profeta a sua coxa" (97/24 e 10/129 de Bukhari e o comentário sobre o Sura 68). 

• "O pergaminho em que o versículo sobre a morte por lapidação por adultério foi escrito foi comido e anulado por uma cabra" (Ibn Majah 36/1944 ; Ibn Hanbal 3/61 e 5/131 ,132,183; 6/269 ). 

• "Um homem da tribo de Banu Aslam veio ao profeta e informou-o de que ele tinha tido relações sexuais ilegais e ele testemunhou quatro vezes contra ele. O Profeta ordenou-lhe que fosse apedrejado até à morte, porque ele era casado." (Bukhari, hadith tribo 6814) 

• "Uma tribo de macacos prendeu um macaco adúltero e apedrejou-o até à morte, e eu ajudei-os" (63/27 de Bukhari ). 

• "Quando o profeta morreu a sua armadura tinha sido dada a um judeu em troca de vários quilos de cevada" (Bukhari 34/14 ,33,88; Hanbal 1/ 300; 6/42 ,160,230). 

• "O castigo por cortar os dedos de uma mulher é a pagar-lhe: 10 camelos para um dedo, 20 camelos para dois dedos, 30 camelos para três dedos, e 20 (vinte) camelos para quatro dedos" (2/182 de Hanbal ; 43/11 da Muvatta ). 

• "O profeta foi enfeitiçado por um judeu, e durante vários dias não sabia o que  estava fazendo" (59/11 de Bukhari ; Da ; 6/57 de Hanbal ; 4/367 ). 

• "Muhammad possuía a potência sexual de 30 homens" (Bukhari). 

• "Não comer e beber com a mão esquerda, porque Satanás come e bebe com a mão esquerda" (2/8 do Hanbal ,33). 

• "O profeta come tâmaras em números impares no Id-ul-Fitr" (º 2/73 de Bukhari ). 

• "O Profeta disse, 'quem executa ablução deve limpar o seu nariz com água, colocando a água nele e, em seguida, sopra-a, e aquele que limpa as suas partes privadas com pedras deve fazê-lo com número ímpar de pedras'" (Bukhari 1/162 e 1/163 ). 

• "O profeta disse: "Não escrevam nada de mim, excepto o Alcorao. Quem escreveu, deve destruí-la" (Muslim, Zuhd 72; 3/12 de Hanbal ,21,39). 

• "O profeta ordenou a Amr Ibn para escrever tudo o que ele diz" (2/162 de Hanbal ). 

• Omar disse: O Alcorao é suficiente para nós, não escrevam nada do profeta. Toda a gente no quarto aceitou o que Omar disse." (Bukhari, Jihad 176, Jizya 6, Ilim 49, Marza 17, Magazi 83, Itisam 26; Muslim, Wasiyya 20,21,22).

 


Quer publicar seu texto no Morte Súbita inc? Envie para nós.