Ir para o conteúdo. |

  • A Empresa
  • Apoie
  • Contato
  • Seções:
siga a estrada de tijolos amarelos: Miscelânia Textos Diversos Revelacões e Explicações

Revelacões e Explicações


Por David Brum

É incrível... estamos no início do século 21; o mundo está morrendo, a humanidade está extinguindo a ela mesma e às outras formas de vida, mas ainda tem pessoas que se recusam a olhar ao seu redor, ver o lixo no que este mundo se converteu e ainda insistem em acreditar em um Deus que ama a todos nós, que é todo luz, paz e amor e que criou este mundo.

Isso deve acabar, as pessoas devem abrir os seus olhos, para de olhar para o céu e olhar mais para elas mesmas.

Acreditar em Deus atrapalha a evolução da inteligência, o crescimento do conhecimento, então isso deve acabar.

Não é exagero, de jeito nenhum, se não fosse pela religião cristã, hoje a humanidade seria muito mais avançada do que é agora. Mas a idéia do cristianismo foi sempre a de reter rodo o conhecimento, de esconder o que revelaria seus erros, de ameaçar, e antigamente, até matar quem é inteligente e descobre coisas que revelam as mentiras e os erros do cristianismo.

A Necessidade e o Motivo de um deus


Simples... isso foi uma idéia que foi crescendo, passando de geração a geração, como muitos outros costumes, muitas outras normas, que agora são aceitos como indispensáveis, ou são até leis.

No começo, os humanos não tinham explicações para o que acontecia ao redor deles, então, sempre que acontecia alguma coisa que eles não entendiam, eles atribuíam isso a um deus.

Assim em várias culturas nasceram vários deuses, deuses de vários tipos que realizavam várias tarefas.

O cristianismo foi baseado em outras religiões, mas ele adotou só um deus, para não ter vários deuses pequenos, cada um capaz de controlar uma coisa só. O deus do cristianismo tinha que ser grande, forte, maior do que os outros, então por isso foi um deus só. Um só deus que fazia tudo.

Mas esse deus era bom, então como explicar as coisas ruins da vida?

Criou-se um deus do mal.

E foi essa idéia que veio se desenvolvendo, existe um deus, que tem um inimigo (afinal, o que é um herói sem o vilão?).

Mas isso foi "necessário" há muito tempo, hoje essa idéia é obsoleta. A humanidade já tem muitas respostas e também já tem a capacidade de gradualmente ter as respostas que ainda não tem.

A Bíblia, o livro dos cristãos, o livro da ficção


Muitas mentiras, muita ficção e coisas que são só utopias são aceitas pelo cristianismo, só porque estão escritas na bíblia.

Escritas por muitas outras pessoas, que só escreveram o que eles achavam que estava certo, esse é um dos motivos pelos quais a bíblia é tão auto-contraditória.

Tem um herói, um vilão, as liçoes de moral do herói, etc., etc.

Todos os "não faz isto", "não faz aquilo", "você não pode", "você não deve", etc. do cristianismo estão contidos ali.

Mas os erros e as contradições são muitos também. Desejo neste momento citar alguns, só me referindo à criação das pessoas, ou seja, o começo da bíblia. Eis algumas dessas contradições e erros lógicos:

Os cristãos não tinham a resposta para a pergunta: "De onde nós viemos?", então decidiram aceitar que foi um Deus que criou ao primeiro casal, que foram os que começaram com a humanidade.

Simplesmente, um homem e uma mulher começaram com o que é a humanidade hoje.

Como é possível que um casal só seja o gerador de todas as pessoas do mundo? de todos os idiomas? de todas as cores de pele? é impossível.

Esse é o primeiro erro.

Vamos agora para um segundo erro. Vamos supor que fosse possível sim, que um casal gerasse o que somos hoje, ou seja, vamos ignorar o primeiro erro. Então esse casal teve filhos e no mundo, as pessoas eram só esse casal com seus filhos... Como a humanidade continuou? Bom, só pode ter sido de um jeito: incesto, não tem outro jeito. Mas, um momento... o incesto é pecado!

Como é possível então que Deus começou a humanidade com um pecado?

Esse é o segundo erro.

Vamos apontar um terceiro e último:

Deus expulsou àquele primeiro casal do paraíso pois eles fizeram uma coisa que Deus proibiu. E nós, os "filhos de Deus" fomos quase que amaldiçoados por isso.

Mas vamos pensar: Uma das coisas atribuídas a Deus pelos cristãos é que ele sabe de tudo, antes de que esse "tudo" aconteça. Então, como é que Deus criou ao primeiro casal, mesmo sabendo que eles iriam condenar à humanidade (a própria criação de Deus), pela eternidade?

Não é que Deus sabe das coisas antes delas acontecerem?

Não sabia ele que o primeiro pecado seria cometido ali?

Esse é o terceiro erro.

Três erros apontados e só no começo da bíblia. Mas, ainda tem gente que acredita cegamente nela.

É um culto à ignorância, é contra o senso comum e a lógica. Mas é uma coisa real, existe... devemos acabar com ela.

Por que as pessoas acreditam?


Uma das razões mais simples é: para sentir segurança.

As pessoas acreditam para sentir segurança em tudo, ter onde se esconder quando sentem medo, ter com quem falar quando estão sozinhas, etc.

Outra das razões é por causa do natural medo à morte. Pensar que tem alguma coisa a mais, pensar que tem alguma coisa boa depois da morte é, para muitos, confortante.

Outra das razões é a idéia de que DEVE haver um responsável pela "ordem" existente a vida. Mas nos dias atuais, a "ordem" caiu. Guerras, catástrofes naturais, falta de comida, etc. destruíram a idéia de que tem alguém ou algo controlando as nossas ações e nos cuidando.

Não tem ninguém nos cuidando, por isso é melhor nós mesmos nos cuidar, atuar com responsabilidade, calcular os efeitos das nossas ações, etc.

Nossos atos devem ser medidos por nós mesmos, não se pode esperar que se hoje nós "quebramos" alguma coisa, amanhã ela esteja "consertada".


Quer publicar seu texto no Morte Súbita inc? Envie para nós.