Ir para o conteúdo. |

  • A Empresa
  • Envie seu texto
  • Contato
  • Seções:
siga a estrada de tijolos amarelos: Bruxaria Textos Pagãos O Herbologista Marginal Damiana: A Poção do Amor

Damiana: A Poção do Amor

DamianaNome científico: Turnera diffusa

Damiana é um arbusto nativo da américa central com conhecido efeito afrodisiaco. O uso das folhas de damiana como estimulante sexual remonta a américa pré-colombiana. Os Aztecas a tinham como remédio contra a impotência e os Maias a usavam para aumentar o prazer do casal. Hoje as mulheres mexicanas a consomem como chá uma ou duas horas antes do ato sexual. Acredita-se que possui um efeito intensificador sobre os orgasmos.

Uso Mágico

 

Daminana pode ser usada como um sacramento para estimular e tonificar a sexualidade de alguém. Seus preparados são portanto ex

elentes também como apóio para qualquer ritual de luxúria ou de magia sexual. Esta poção do amor pode ser consumida como chá para um efeito moderado ou como liquor para resultados mais intensos:

Chá de Damiana: Duas colheres cheias de folhas secas de damiana e as ferva em uma  chícara de água por cinco minutos. Deixe esfriar e beba ao anoitecer. O uso continuo por duas semanas do chá torna o resultado mais intenso.

Licor de Damiana:
Mergulhe 50 gramas de folhas de damiana em meio litro de vodka deixando de molho por cinco dias. Despeje o líquido em um filtro de papel comprimindo as folhas. Mergulhe as
olhas drenadas pelo alcool em 125 mls de água mineral por outros cinco dias.Repita o processo de aperto e filtragem. Aqueça o bagaço até o ponto antes da fervura, coe e dissolva nesta água 150 ml de mel (meio copo). Misture o extrato alcoolico e a água em uma garrafa e deixe repousar por 1 mês. Durante o processo de envelhecimento um sedimento deve se formar no fundo da garrafa e o líquido se torna mais claro. O sedimento é inofensivo, mas também inútil, despeje portanto com cuidado o líquido para uma garrafa limpa. Beba um ou dois copos ao anoitecer.

Alerta:
Uso prolongado pode prejudicar o fígado.

O Herbologista Marginal

Quer publicar seu texto no Morte Súbita inc? Envie para nós.

loading...
Conteúdo relacionado