Ir para o conteúdo. |

  • A Empresa
  • Envie seu texto
  • Contato
  • Seções:
siga a estrada de tijolos amarelos: Bruxaria Textos Pagãos A Magia Psicodélica de Carlos Castañeda

A Magia Psicodélica de Carlos Castañeda

O Caminho do GuerreiroCarlos César Salvador Arana Castañeda (1925 –1998) ou, simplesmente -  Carlos Castañeda, escritor cuja biografia guarda uma boa dose de mistério foi – e para muitos ainda é uma espécie de guru do autoconhecimento no contexto da cultura hippie que floresceu  entre o fim dos anos de 1960. Sua cuja fama consolidou-se durante toda a década de 1970 mantendo e  alcançando novos adeptos e admiradores durante os anos de 1980 e 1990, transcendendo portanto,  a orientação ideológica de seus primeiros leitores alcançando novas gerações da burguesia  urbana ocidental que, mesmo não sendo hippies, incorporaram vários elementos da ideo

ogia  daquele movimento.

Curiosamente Castañeda não é tão conhecido quanto deveria pela nova esquerda ocultista que emergiu na America latina do ano 2000 para cá, pessoas que talvez devido a explosão da internet para adquirir conhecimentos deste naipe talvez tenha pegado menos em livros do que as gerações anteriores, e embora não conheça Castañeda conhece trechos e títulos inteiros de autores de outros continentes. Pra corrigir isso, a iniciativa Morte Súbita convidou a articulista Lígia Cabus para nos dar uma aula sobre a "Feitiçaria meso-americana, mas para alegria ds leitores em vez disso ela preparou todo um curso sobre o assunto.

Os 14 livr

s publicados de Carlos Castañeda, 11 em vida e 3 póstumos, consolidaram sua fama como o grande mestre esotérico da magia xamânica, formado na tradição meso-americana dos indígenas do México herdada dos  povos pré-hispânicos da região, especialmente os toltecas mas também, astecas e maias. Não seria errado afirmar que ele é o responsável pelo resgate do paganismo meso-americano assim como Gerald Gardner resgatou o paganismo celta. Contudo Castañeda foi muito mais a fundo do que Gardner, pois teve acesso a uma cultura viva e não apenas a registros históricos e arqueológicos. A trajetória de Castaneda no universo da magia xamânica meso-americana começou a partir de sua  condição de estudante de Antropologia da Universidade da Califórnia em Los Angeles (UCLA-EUA)  em função de uma pesquisa acadêmica destinada a instruir uma dissertação de mestrado sobre o  uso de plantas psicotrópicas (ou medicinais) entre as etnias indígenas.

Essa pesquisa inicial foi inspirada pela obra de Aldous Huxley, As Portas da Percepção que  chamou a atenção do Ocidente para os efeitos psicotrópicos da mescalina, um alcalóide  alucinógeno presente no cacto chamado Peiote (Lophophora williamsii) que era usado em rituais  por diferentes povos indígenas americanos: Porém, a investigação que começou como pesquisa acadêmica acabou por se transformar no centro  da vida do autor gerando mais uma dezena de livros autobiográficos. Aos poucos, p antropólogo  transformou-se em guru com fama de bruxo.

"No verão de 1960, quando eu era estudante de antropologia na Universidade da Califórnia, em  Los Angeles, fiz várias viagens ao Sudoeste a fim de coligir informações sobreas plantas  medicinais utilizadas pelos índios do local...tive a felicidade de conhecer um índio yaqui do Noroeste do México. Eu o chamo "Dom Juan". Eu já conhecia Dom Juan havia um ano quando ele afinal resolveu confiar em mim. Um dia ele me explicou que possuía um certo conhecimento, que aprendera com um mestre, um "benfeitor", como ele dizia, que o dirigira numa espécie de aprendizagem. Dom Juan, por sua vez, me escolhera para servir de seu aprendiz, mas ele me avisou que eu teria de assumir um compromisso muito sério e de que o treinamento seria longo e árduo." (CASTANEDA, 1968 - p 6,  10)

Aquela dissertação de mestrado foi seu primeiro livro. Com o título The Teachings of Don Juan - a Yakui* way of knowledge, o texto foi publicado em 1968 em sua primeira edição em inglês pela University of California Press. No Brasil, foi lançado pela editora Record como A Erva do Diabo (a edição mais antiga que articulista conseguiu localizar data de 1970). Porém, conceitos básicos definidos em A Erva do Diabo são significativamente alterados no prosseguimento da experiência de Castaneda como aprendiz, descrita no segundo livro, tese de doutorado do autor: Uma Estranha Realidade, 1971.

O material a seguir de Ligia Cabus sob encomenda da iniciativa Morte Súbita é todo baseado no trabalho direto de Castañeda, e se destina a apresentar a visão de mundo, o caminho do guerreiro e seus aliados a quem deseja conhecer melhor as propostas do xamanismo, mas não substituí a leitura original da obra, que por sua vez não substitui a vivência real. Dividimos nosso dossiê em quatro partes que serão postadas no decorrer das próximas semanas:

 

Parte 1. O Caminho do Guerreiro

 

 

Parte 2. A Erva do Diabo

 

 

Parte 3. O Fuminho

 

 

Parte 4. O Peiote

 
 

BIBLIOGRAFIA & FILMOGRAFIA

As Energias da Vida. Cadernos de Biopsicoenergértica. [Baseado no Curso de Biopsicoenergética de Livio Vinardi).  Revista Planeta Edição Especial.. São Paulo: Editora Três, 1973.
ARTAL-CAROD, F. J. e VASQUEZ CABRERA, C.B.. Evidencias Etnoarqueológicas del uso del cactos de San Pedro em Los Andes centrales. IN Mescalina y Ritual des cactus de San Pedro. IN SCRIDB. [http://pt.scribd.com/doc/100571559/Mescalina-y-Ritual-Del-Cactus-de-San-Pedro-Evidencias]; Acessado em 07/01/2012.
CARLOS CASTANEDA, documentário. BBC, 2006.  IN YOUTUBE, [http://youtu.be/gwLxF6zP_GY].  Acessado em 03/01/2013.
CASTANEDA, Carlos. A Erva do Diabo, 1968. [Trad. Luzia Machado Costa]. Rio de Janeiro: Record,1970.
................................... Uma estranha realidade, 1971. [Trad. Luzia Machado Costa]. Rio de Janeiro: Record - 9ª ed.
................................... Viagem a Ixtlan, 1972. [Trad. Luzia Machado Costa]. Rio de Janeiro: Record - 9ª ed.
IN http://www.4shared.com/folder/ycH4FkUM/Carlos_Castaeda.html
LEVI, Eliphas. Dogma e Ritual da Alta Magia. [Trad. Rosabis Camaysar]. São Paulo: Pensamento, 1983.
LOPHOPHORA. Psycoactive Plants and Fungi THE VAULTS OF EROWID. IN[http://www.erowid.org/plants/cacti/cacti_guide/cacti_guide_lophopho.shtml]. Acessado em 07/01/2013.
Mescaline used for 5,700 years. IN THE LANCET, publicado em maio de 2002. Acessado em 07/01/2013. [http://www.thelancet.com/journals/lancet/article/PIIS0140-6736%2802%2908701-9/fulltext]
PAPUS (Gerard Anacle Vincent Encausse). Tratado Elementar de Magia Prática. São Paulo: Pensamento, 1995.
RIGHT, Thomas. The Witches' Sabbath, 1865 — O Sabá das Bruxas [Trad. & adap.: Lygia Cabus - [email protected]] IN SACRED TEXTS [http://www.sacred-texts.com/sex/wgp/wgp15.htm#fr_105]
* INFORMAÇÕES BOTÂNICAS COMPLEMENTARES: WIKIPEDIA, português, English, español.

Ligia Cabus