Ir para o conteúdo. |

  • A Empresa
  • Envie seu texto
  • Contato
  • Seções:
siga a estrada de tijolos amarelos: Bruxaria Textos Pagãos Origens do Baralho Cigano Petit Lenormand

Origens do Baralho Cigano Petit Lenormand

ac ii.pngQuando começamos a estudar o Baralho Cigano a literatura sobre o significado das cartas é muito farto, mas sobre o modo de “se preparar”, “de consagrar o baralho”, dos “elementos” “de vidência”, etc.. mas, sobre as origens do surgimento do Baralho Cigano a coisa começa a complicar, pois há muita controvérsia, pouco material disponível, poucos registros, etc. A explicação mais plausível e coerente foi a que obtive de Alexander Lepletier, um estudioso profundo de suas origens, professor de cursos sobre o mesmo no eixo Barsil-Portugal:


Ao se comparar o Baralho Cigano ou melhor dizendo: Petit Lenormand ou Sibila Lenormand com outros baralhos cartomânticos europeus dos sécul

s XVII, XVIII e XIX, vê-se imensos paralelos e similaridades!

Esse baralho vem a ser uma derivação de um outro baralho criado em 1828, chamado “A Sibila dos Salões” com 52, cartas. E esse mesmo vem ser uma outra derivação das Cartas Sentimentais, baralho inglês dos fins do século XVIII. Para um melhor entendimento vamos voltar no tempo até o princípio... As primeiras cartas surgem antes dos primeiros tarots.

Ainda com origem incerta registra-se seu surgimento por volta de 1380 e sua função era lúdica, a princípio. O primeiro manual cartomântico surge em 1540. Muito simples e só falava do naipe de ouros utilizado num sistema de trincas com perguntas e r

spostas prontas... É aqui no século XVI que começa ganhar força a prática divinatória com as cartas.No século XVII surgem baralhos cartomânticos novos e é mais popularizada a adivinhação pelas cartas, mas nos séculos XVIII e XIX é que acontece o "boom" da cartomancia.No século XVIII Etteilla, um cartomante parisiense que teve um papel muito importante também na história do tarot, cria um baralho cartomântico (termo esse "cartomantico" criado por ele mesmo), onde escreve nas cartas os seus significados para facilitar a interpretação e cria o sistema de "cartas invertidas" pois as figuras da corte não eram desenhadas como no baralhos de hoje, duplas. O costume de se escrever nas cartas era devido à escassez do papel da época. O baralho do Etteilla tinha 32 cartas (um jogo de piquê), mais uma introduzida por ele a significar o consulente, e é aqui que Mlle Lenormanda entra... o baralho que ela utilizava e que aprendeu a jogar foi um baralho do Etteilla. Ela vive no mesmo período que o cartomante. E é com esse baralho que faz suas consultas, utilizando-o ocasionalmente, uma vez que ela é mais vidente de que cartomante!

Lenormand ganha fama e sucesso e vem a ser cartomante de Napoleão e Josefina. Dado muito difundido mas não confirmado historicamente.

Ela se auto intitulava "A Sibila dos salões"... esse termo "Sibila" vem de uma personagem grega que muito pouco se conhece, famosa por suas previsões. O termo passar a designar, mais tarde, no império romano um oráculo composto por textos que vem a ser quase destruído com o advento do cristianismo, mas que é absorvido pela cultura judaica , mantendo o termo "Sibila" como tendo o sentido de "profecia". Inclusive, algumas igrejas contém imagens de mulheres carregando essas mensagens proféticas sendo-lhes atribuídas a designação de "Sibilas".Lenormand morre em 1843, mas em 1828 nasce o "sibila dos Salões" que faz referência à sua pessoa como estratégia de marketing e venda pelos fabricantes de cartas a partir do baralho inglês "as cartas sentimentais".

Lenormand não deixa, publicada, nenhuma obra que diga respeito a tratados esotéricos ou oraculares, mas sim um livro em que faz a análise quiromantica da mao de Josefina e fala da relação das duas. Outros manuscritos deixados por ela encontram-se na posse de sua família, inétidos até hoje.

A prática da cartomancia era muito popular entre as mulheres nos salões aristocráticos e rejeitada pelo ocultismo como "mera adivinhação" e "coisas para as mulheres"(essas tidas como inferiores e de intelecto reduzido, na altura). Elas vinham saber sua sina e se haviam "bons partidos" em seus caminhos. Podemos verificar isso nas imagens dos baralhos dessa época que continham muitas cartas a representar pessoas. Militares, homens de negócio, morenos, morenas, louros, louras, etc...Com o crescente sucesso dos baralhos, os fabricantes de cartas da França, Alemanha, Austria e Itália começaram a grande competição criando baralhos mais estilizados e elaborados que agradassem as pessoas pela simplicidade, beleza e funcionalidade e em 1840/50, no século XIX, século esse onde houve a maior produção de baralhos da época e que as ciências ocultas ganharam especial atenção das pessoas, é criado pela AG MÜLLER, na ALEMANHA, o Petit Lenormand composto por 36 cartas, ao mesmo tempo que:

 

o jogo do destino com 32,
LivreDestin3P.jpg

a Sibila cigana e mts outros...

sibila intaliana.jpg

todos sendo esses, derivações da "Sibila dos Salões".
sibila cartas.jpg

Ao Petit Lenormand associa-se o nome de mlle Lenormand, o que lhe destaca dos outros e o lança para o sucesso. Nesse baralho temos, de maneira bem visível, cartas que vieram da Sibila: o casamento torna-se o anel; a esperança, onde uma mulher abraça uma âncora, torna-se a âncora, essa sem a figura feminina;

ac ii.png
e algumas personalidade tornam-se animais como "o traidor" torna-se " a cobra".

tcs.png

E esse baralho faz parte da série de "Cartas Sibilinas"... "A Sibila Lenromand (o baralho cigano), a Sibila cigana, a sentença da Sibila, a antiga Sibilia italiana, etc...E, com o sucesso do baralho Lenormand , cria-se uma sub-série, a série Lenormand que é composta por várias variantes do nosso baralho cigano.

Por Maria Cristina

loading...