Ir para o conteúdo. |

  • A Empresa
  • Apoie
  • Contato
  • Seções:
siga a estrada de tijolos amarelos: Psico Textos de Psicologia Bizarra Curso de Hipnose Método de Hipnose empregado na Índia

Método de Hipnose empregado na Índia


Lição IV, Curso de Hipnose

Exponho, na quarta lição, o método empregado por um médico inglês, o Dr. Esdaile. No ano de 1847, fez ele um emprego tão bom do hipnotismo, no Hospital de Calcutá, na Índia, que o governo inglês lhe pós à disposição do hospital especialmente organizado para receber os doentes que deveriam ser operados pela Anestesia Mesmérica. É um método praticamente desconhecido hoje e que nunca foi francamente exposto ao público. Os seus resultados são entretanto, tão prodigiosos, especialmente para introduzirem os mais profundos graus de hipnose, que essa apostila completa lhe deve reservar um lugar importante. Agora, retomemos de novo a posição de instrutor e de discípulo.

O que se deve fazer para induzir o sono por estes meios – É necessário ter-se no aposento onde os doentes são tratados, um longo sofá muito baixo, cuja cabeceira não deve ter a altura mais de quinze centímetros que o centro. Estenda o doente sobre o sofá e sente ao lado da cabeça. Incline-se de modo que, quando os olhos do doente se encontrarem com os seus será fácil manter os olhares fixos. Para tornar a explicação mais clara, preciso dizer que, neste caso, é necessário que a vista do doente não seja tensa. Incline-se, agora, sobre o sofá, de maneira que o seu rosto não fique a mais de dez ou doze centímetros do rosto do doente. Fixe seus olhos nos dele. Ordene-lhe que fixe seus olhos nos seus. Não pronuncie palavra alguma. Faça com que nenhum ruído venha perturba-lo. Conserve esta posição, se for necessário, por uma ou duas horas e assentai bem no seu espírito que o doente deve dormir. Dentro de meia hora ou menos ainda, as pálpebras hão de tremer, mas uma palavra vossa bastará para reconduzi-lo a atenção e ele fará outro esforço para conservar os olhos abertos. Os seus esforços tornar-se-ão cada vez menos pronunciados, até que a lassidão se apodere dele a tal ponto, que não poderá resistir a influência do sono, e os seus olhos se fecharão por completo.

Neste caso, não faça experiências – Quando houver ensaiado este método, será inútil tentar uma experiência qualquer com o paciente, na intenção de verificar se ele pas-sou ou não para a condição hipnótica. Contanto que o doente não te engane a seu belprazer, este método produz invariavelmente as mais profundas fases da hipnose e aqui uma experiência é absolutamente inútil.O seu doente está de novo na condição a que se denomina sono magnético.


Quer publicar seu texto no Morte Súbita inc? Envie para nós.