Ir para o conteúdo. |

  • A Empresa
  • Apoie
  • Contato
  • Seções:
siga a estrada de tijolos amarelos: Satanismo Livros Satânicos Naos Tarot Sinistro

Tarot Sinistro


Algumas pessoas observaram que há certas diferenças entre as descrições do tarot do NAOS e as imagens desenhadas por C. Beest. O Tarot aqui é descrito em termos talvez um tanto impertinentes ao reino da Magia interna, mas não obstante práticos para várias aplicações. Morte Súbia disponibiliza em seu acervo um exemplo artístico do Tarot Tradicional da order of Nine Angles

Os Arcanos Maiores


0 – O Louco


Um homem jovem vestido brilhantemente em pé na beirada de um penhasco, olhando para cima. Ele está segurando uma flauta como que se pronto para tocar e um cachorro está mordendo seu calcanhar. Acima de sua cabeça uma linda borboleta suspensa no ar. Uma lua crescente está no céu do crepúsculo.


1 – O Magicko


Um homem jovem vestindo um manto negro em pé do lado de um altar do qual incenso está se erguendo. Sobre o altar tem um cálice dourado e um tetraedro. Em volta dele tem flores (algumas das quais estão pisoteadas) e no fundo, estrelas – a constelação de Leão e Virgem. Sua mão esquerda está para baixo, apontando para a Terra enquanto sua a sua direita está erguida e segurando uma vara de madeira, esculpida (em runas) com a palavra ‘Desejo’. Em volta do seu pescoço tem um pentagrama invertido.


2 – A Sacerdotisa


Uma linda mulher jovem que está nua do lado de um tetraedro sobre uma montanha elevada. Do lado dela tem uma pequena entrada para uma caverna a qual verte uma luz violeta. Ela usa um adorno de cabeça em forma de lua crescente. Pequenas flores garradas nas rochas descobertas. No vale abaixo da elevação tem um rio, enquanto nuvens cerradas mancham o céu azul.


3 – Senhora da Terra


Uma matura mulher de beleza, nua da cintura para cima. Ela está sentada sobre uma rocha e em uma mão segura uma vara de aveleira cuja ponta de cima cresce uma flor. No seu lado direito senta um cisne o qual está perfurando seu próprio peito do qual sangue goteja para alimentar três jovens que se reúnem em volta. No outro lado senta uma águia, enquanto em volta, crânios humanos com flores germinando através deles. À esquerda têm arvores, seus galhos como braços, e na distancia, um vale e montanhas.


4 – Senhor da Terra


Um homem em vestes carmesim contornado com púrpura em pé sobreolhando uma floresta e o mar distante sobre o qual o sol nasce. Ele descansa seu pé esquerdo sobre o corpo de um homem em uma capa branca, suja de sangue no qual no peito uma espada está empurrando. O homem morto tem a mesma face da figura em pé. Um lobo está sentado do lado do homem morto, olhando para a figura em pé do qual acima da cabeça voa uma águia. Em sua mão direita a figura em pé segura um tetraedro o qual está abrasado em índigo e vermelho.


5 – O Mestre


Um homem de preto usando uma capa escarlate amarrada por uma corrente prateada do lado de um grande tetraedro. Dentro do tetraedro um jovem homem e uma jovem mulher, ambos nus, estão ajoelhados e se abraçando. O fundo é escuro, exceto por uma alta arcada através da qual uma pálida luz entra na câmara -tetraedro estando no centro da câmara. O homem é barbado e sorrindo levemente.


6 – Os Amantes


Um jovem homem e uma jovem mulher, ambos nus, se encarando e segurando as mãos um do outro. Eles estão em uma clareira de árvores e dentro de um circulo de pedras. A mulher usa em sua cabeça uma guirlanda de flores. Do lado de fora do circulo, uma espada, adaga, vestes e cálice estão como se descartados – enquanto no centro uma pequena fogueira queima. No céu tem uma lua cheia. Em volta de uma das pedras, uma cobra está enroscada.


7 -Azoth


Um jovem homem vestido com peles de animal está horrendamente do lado de um pedestal sobre o qual tem uma grande, ardente esfera. No centro da esfera tem uma negrura onde estrelas brilham. O homem está guardando o pedestal, e carrega um machado e uma clava. Ele segura um lobo com uma corrente que está rosnando para o homem vestido de branco caminhando em direção do pedestal trazendo uma oferenda de incenso em um incensório. A distancia, o sol está se pondo e uma lua crescente suspensa no céu. O chão é como vermelho, deserto pedregoso e atrás do homem está o fraco esboço de um dragão verde.


8 – Mudança


Uma mulher mascarada vestida de verde (salpicada com azul) em pé do lado de um grande Septenario Jogo Estelar. Ela está segurando uma das peças em sua mão como se para colocá-la em um tabuleiro mais alto. À esquerda tem um jardim verdejante; à direita, um desolado plano cozido e seco pelo sol amarelo – o jogo estelar colocado sobre a fronteira. A mulher está sorrindo. Uma das peças do jogo está caída sobre o plano e dela uma borboleta está emergindo.


9 – O Eremita


Um homem barbudo vestido de marrom com um cinto de couro no qual pendura uma bolsa, colocado sobre uma saliência entre montanhas nevadas. Ele olha para a distancia. Em uma mão ele segura um cajado, e na outra um cristal o qual está chamejante. E aos pés dele um lobo permanece adormecido.


10 – Wyrd


Uma grande arvore de freixo da qual os galhos fazem um dossel. Três mulheres em longos vestidos verdes em pé em volta de uma pequena poça de liquido borbulhante. Uma das mulheres está sorrindo e atirando pequenas esferas brilhantes dentro do liquido. Outra segura uma cobra que está enroscada em volta da sua mão, enquanto a terceira olha intensamente dentro do tetraedro de crista que ela segura em suas mãos. Atrás das três uma figura escondida em pé, protegendo sua face com sua manga e mão.


11 – Desejo


Uma mulher nua permanece do lado de um leão. Sua mão descansa sobre a cabeça dele; sua outra mão segura um cálice dourado do qual gotas de liquido branco cai no chão. Onde elas tocam a terra, flores germinam, enquanto em volta tem um vermelho-laranja deserto rochoso. O céu acima é um azul profundo, exceto pelo horizonte distante, o qual é vermelho-amarelo, como antes do pôr-do-sol. Perto desse horizonte, uma estrela brilhante é visível.


12 – O Homem Enforcado


Um jovem homem está de cabeça para baixo, pendurado no galho de uma arvore de carvalho por um pé. Suas roupas são verdes, e de uma bolsa de couro que está atada a seu cinto pequenas esferas estão caindo no chão. Um dos seus olhos está fechado, e dele umas poucas gotas de sangue cai. Uma serpente fica perto da base da arvore, e um corvo voa muito perto. A terra em volta é plana e barrenta – laranja-marrom na cor.


13 -Morte


Uma pilha de crânios humanos, formando uma pirâmide, fica perto da extremidade de um penhasco. Abaixo, tem um vale com um rio e atrás, uma floresta queimando, escurecendo o céu com fumaça. O céu perto do penhasco é azul brilhante. Perto dos crânios, uma despedaçada bandeira negra traz um pentagrama invertido flutuando na brisa. Do lado da bandeira, uma mulher alta e linda com um fluido cabelo loiro permanece com seus braços cruzados olhando em direção da floresta queimando. Ela veste uma leve armadura Grega e um arco está pendurado cruzando suas costas, enquanto uma aljava de flechas está atada ao seu cinto. Do lado dela um anão agachado vestido em roupas brilhosas. Ele está gargalhando e limpando sua faca suja de sangue em sua manga.


14 – Hel


Uma mulher de face severa, bonita exceto que um de seus olhos está encolhido, permanece do lado de um lago sombrio cercado por arvores. Ela usa uma veste branca quase transparente que enfatiza sua beleza de corpo. Ela está atirando pequenas esferas de cristais multicoloridos dentro de um lago no qual distante fim tem uma cabeça de um homem, apenas visível acima da superfície. Uma expressão de horror está sobre a face. No céu tem um arco-íris e uma ave de rapina balançando no ar.


15 -Lucifer


Um homem elegante está em pé e nu sobre um dossel do qual abaixo permanece um jovem homem e uma jovem mulher se abraçando. Ambos estão nus. O homem elegante segura uma corrente quebrada em uma mão, e chamas de fogo na outra. Do lado dele está um lobo rosnando, e sobre o outro lado um velho homem barbado segurando um chifre de animal. Um pentagrama invertido está inscrito no dossel, enquanto do lado fica um crânio humano quebrado do qual uma linda flor está germinando. Acima da flor tem uma borboleta.


16 – A Torre


Um castelo se ergue entre rochas. Uma das torres mais altas é golpeada por um relâmpago a dela cai um homem. O relâmpago despedaça algumas das pedras da torre as quais caem em direção do chão. O céu é escuro. Uma jovem mulher, vestida de branco, permanece perto do portão do castelo, olhando em direção a torre e sorrindo.


17 – A Estrela


Uma linda mulher nua com longo cabelo fluindo está acocorada do lado de uma cachoeira, vazando liquido do cálice em sua mão. A cachoeira é num vale, cercado por montanhas. Cachoeira abaixo, é fértil com arvores, flores e arbustos. Cachoeira acima, tudo é rochoso e barrento. O céu é azul brilhoso contendo um padrão de sete estrelas que formam um septagono invertido.


18 – A Lua


Um deserto amarelado com um caminho que leva em direção de duas esmigalhadas, ornadas torres. Montanhas desoladas estão na distancia. Dentro das torres, estão duas indistintas formas curvadas com olhos flamejantes. Entre as torres, e sobre o caminho, um grande livro está meio enterrado na areia. Muitos escorpiões estão sobre e em volta dele. Na dianteira tem uma poça de água seca do lado do qual tem um crânio de camelo, e de uma das rachaduras uma cobra está deslizando.


19 – O Sol


Um brilhante, dourado sol está se erguendo atrás de montanhas cobertas por neve em volta das quais uma águia se lança sobre a preza. Na dianteira tem um plano contendo um circulo de nove pedras no qual figuras vestidas de preto dançam em volta de fogo. Perto do circulo tem um buraco no chão no qual a cabeça de um demônio é visível, assistindo os dançarinos e sorrindo. Atrás das pedras tem um caminho em direção de montanhas no qual um homem barbudo está caminhando, segurando um cajado. Suas costas estão próximas dos dançarinos.

20 – Aeon


Um homem barbudo senta a uma mesa oposto a uma mulher em uma veste vermelha semitransparente. O homem está vestido de preto. Sobre a mesa tem um Septenario Jogo Estelar. À esquerda os restos esmigalhados de uma construção de pedra, algumas áreas das quais são cobertas por hera e grama. A direita tem uma alta, dentada pedra. O homem e a mulher estão olhando em direção da distancia onde uma lua cheia e algumas estrelas são visíveis no horizonte. Uma cidade queimando está indistinta no horizonte. Uma fenda aparece na parte do céu da noite e através dele formas como Dagon estão emergindo. Os Arcanos maiores são formados por vinte e uma lâminas e há ainda onze outras cartas para cada naipe - as quatro cartas da "Corte" (Alto Sacerdote, Alta Sacerdotisa, Guerreiro e Dama), O Ás e outras seis cartas numeradas de dois a sete.


As Cartas de Corte


Alto Sacerdote Alta Sacerdotisa Guerreiro Dama

Silfos Gnomos Salamandras Ondinas

Oeste Sul Leste Norte

Ar Terra Fogo Água

Capricornio Cancer Libra Aries

Diamantes Pentáculos Espadas Cálices


Cada uma das Cartas da Corte é simbolizada de alguma maneira, dependendo do naipe. A carta da Alta Sacerdotisa de Diamantes pode ser desenhada com a Sacerdotisa segurando um diamante, enquanto que a carta do Alto Sacertote de Espadas pode estar carregando uma espada. A cor predominante da carta deve depender de sua atribuição planetária, a saber:


Diamantes - Mercurio,

Pentáculos - Lua

Espadas - Sol

Cálices - Venus.

Isto significa que para Diamantes a cor é Amarelo. (o aspecto Inconsciente), Fundindo-se ao preto (o Aspecto do Ego) e Azul (o Aspecto do Self).


inconscienteegoself.gif







Para Pentáculos as cores são Azul, Prata e Verde.

Para Espadas, Laranja, Dourado e Vermelho;

Para Cálices, Verde, Branco e Prata.



 Sacerdote Sacerdotisa
Guerreiro
Dama
Homem Barbado
 Linda Mulher
Homem Jovem 
Mulher Jovem
Descalço
 Sentada
Cavalo
Próxima a Água
Casaco
 Robe
Nú 
Nua
Lobo 
Leopardo
 Águia
 Coruja
Montanhas
 Clareira
Deserto
  Altar
Cajado
 Frutas 
Espada
 Lua Crescente



Desta forma o Alto Sacerdote, também chamado de Magus será em todos os naipes desenhado como um homem barbado e descalço trajando um manto. Ele carrega um cajado e um lobo aparece na figura que têm as montanhas como cenário.


A impressão dada pela carta do Sacertode deve passar sabedoria, a Sacerdotisa deve transmitir fecundidade (e velada sexualidade onde a sugestão é mais importante que a explicites.), o Guerreiro deve transmitir força, enquanto a Dama deve passar juventude e deleite.


Os quatro Ás:

Estes representam a base dos elementos.


Diamantes - Brilhante branco que combina com o negro e o índigo na forma de um diamante lapidado.


Pentáculos - Um tetraedro verde sob um pentáculo (um circulo onde há o septagrama invertido). Em volta do pentáculo há o azul e o violeta.


Espadas - Uma espada vermelha/laranja que mergulha em um cálice dourado, sendo rodeado por estrelas amarelas em um cenário púrpura. As estrelas incluem a constelação de Orion.


Cálices - Um cálice azul/verde cheio de um liquido azul/vermelho/verde e rodeado de árvores e um ninho branco e azul.


Dois à Sete:


Estas são as crescentes emanações dos elementos contendo o número apropriado de símbolos. - ex. Sete de Diamantes possui sete diamantes.


O número da carta corresponde a sua cor apropriada


2 - Jupiter

3 - Marte

4 - Sol

5 - Vênus

6 - Mercúrio

7 - Lua


Portanto a cor para 7 serão Prata, Azul e Verde.


O Arranjo do Tarot Satânico


Todo iniciado deveria desenhar e pintar (ou ao menos pagar um profissional para faze-lo) seu próprio Tarot, usando as instruções dadas neste capítulo.


Quando lemos as cartas, cada uma delas deve ser vista e interpretada em relação às outras cartas ao seu redor. Isto é feito porque as cartas são símbolos e carregam certas energias que talvez influenciem a pessoa para quem a leitura esta sendo feita, e estas energias nunca são estáticas ou isoladas. Para auxiliar, os objetivos da leitura devem ser esclarecidos pela criação de um ambiente favorável. Isto é conseguido facilmente - por exemplo pelo uso de uma vela, evitando a presença de qualquer outra pessoa que não o individuo para quem a leitura esta sendo feita, colocando as cartas em um pano preto especialmente feito para isso, queimando um incenso em particular sempre que a leitura é feita ( e nunca usar este incenso para outra finalidade). O ideal seria que a área onde a leitura é feita fosse sempre um ambiente calmo e silencioso.


Dois arranjos de cartas podem ser usados. Estes seguem o embaralhar do maço de maneira calma na qual depois o tarot deve ser contado por três vezes pela pessoa para quem a leitura será feita, onde se formarão três montes de cartas de igual tamanho. Escolha então qual dos cortes você sente que é o mais apropriado para a leitura e use as cartas daquele grupo, comece com a carta no topo do maço.


O primeiro arranjo é o ‘Celta’, o segundo o ‘Septenario’.


Arranjo Celta

naos3.gif



Aqui a segunda carta é colocada cruzando coma primeira.


1 - Representa o cliente.

2 - As influencias predominantes que estão agindo contra ele.

3 - Representa o passado distante (que pode ter inconscientemente influenciar o presente.)

4 - Representa o passado (e também as energias do subconsciente).

5 - O presente.

6 - O futuro imediato.

7, 8, e 9 - O futuro em intervalos e 10 o resultado final.


Existem ainda outras influencias a serem consideradas. . 4, 6, 9 e 10 são as formas pelas quais as energias favoráveis fluem, enquanto 3, 6, 8, e 7 representam as energias desfavoráveis.


3-2-10 são a as formas pelas quais as influencias inconscientes podem se manifestar (controlar ou alterar as circunstâncias) de forma positiva. E 5-2-7 são as formas pelas quais o presente vai se desenvolver até concluírem -se em 10 ou como deve-se prevenir-se desta conclusão.


No proceder da leitura dois importantes princípios devem ser entendidos. Primeiro, a interpretação de cada carta não é algo rígido - o significado sugerido por cada uma delas chega a mente de forma natural, intuitiva e espontânea. Por esta razão "livros" que contenham interpretações particulares das cartas devem ser evitados. Esta afinação intuitiva com as cartas quando feita de forma correta despertam as faculdades psiquicas latentes em nossa mente.


O segundp principio é que deve-se ter todas as cartas de cabeça para cima: não há nenhum significado especial em cartas invertidas, porque os padrões de energias transmitidos ao inconsciente pelos simbolismos de cada lâmina são únicos e fluem de uma só maneira.

Septenario


naos4.gif



Aqui as cartas são correlatas aos aspectos de cada esfera/planeta. como por exemplo, a 5 é associada a Marte.


Estas relações (em termos de energias) devem ser consideradas da seguinte forma:


1 - São os fatores inconscientes.

2 e 3 - O passado (e o inconsciente tornando-se consciente)

4. O presente

5 - O futuro imediato

6 - O futuro

7 - O resultado final.


Em adição 1 - 2 - 5 são elementos/energias negativas ; 1 - 3 - 6 positivas. 1 - 4 - 7 o que precisa ser feito para se chegar a 7 (ou ainda, as formas de se evitar isso)


Tanto no Arranjo Septenario como no Celta, todas as combinações devem ser vistas como energias que fluem, mudam e se alteram pela influencia das outras energias presentes. Intuição deve habilitar a manifestação destas energias no entendimento - por exemplo, uma influencia em particular pode representar uma pessoa ou evento na vida da pessoa que faz a consulta.



Quer publicar seu texto no Morte Súbita inc? Envie para nós.