Ir para o conteúdo. |

  • A Empresa
  • Apoie
  • Contato
  • Seções:
siga a estrada de tijolos amarelos: Satanismo Livros Satânicos Panmagéia Infernal Duas chaves mágicas

Duas chaves mágicas


Lord Ahriman

 

i.                     A chave do sofrimento

 

A maior parte das pessoas sofrem desnecessariamente, ou melhor, cavam a própria dor. Alguns métodos usados são os seguintes:

a)       Criar problemas à toa

A vida está monótona? Então crie problemas. Pense que tudo dá errado, que nada dá certo, pense constantemente nos seus fracassos, assuma os problemas dos outros como se fossem seus, no final você vai saber realmente o que é o inferno.

b)       Ser o dono exclusivo da verdade

Só você tem razão. Não tente entender o ponto de vista dos outros, imponha sua verdade como exclusiva e aos poucos verá que ninguém mais tolera a sua companhia, até os parentes e amigos mais chegados darão um adeus a você.

c)       Fixar-se apenas no futuro

Olhe para o futuro, jogue todas as metas para o futuro e esqueça o presente, nada faça para melhorar o seu padrão de vida. Seja sempre um fracassado que não logra obter nenhum êxito na vida.

d)       Ser o seu pior inimigo

Sim, desvalorize-se em excesso, lembre-se das suas incompetências, esqueça-se de que às vezes errar faz parte do processo de aprendizado. Afinal, tudo o que você faz não passa de obrigação.

 

ii.                   A chave da alegria

 

Da mesma forma, há pessoas que buscam a alegria. O Nazismo, mesmo com seus inúmeros erros, tinha uma fórmula correta: “força através da alegria”.

a)       Auto-conhecimento

Esta chave é talvez a mais importante. Relacionando seus pontos positivos e negativos, é possível conhecer melhor a si mesmo. Da mesma forma, a pessoa deve pedir a um amigo e a um inimigo que o façam também. O amigo talvez seja menos sincero, mas o inimigo lhe mostrará os pontos negativos. Avalie, também, suas possibilidades, suas metas, e trace planos de acordo com elas.

b)       Comemorar cada vitória

Se a pessoa está numa competição, cada partida ou etapa ganha deve ser comemorada, saboreado em imenso deleite. Não se guarde para o momento final, como se fosse uma noiva à espera da lua-de-mel.

c)       Aceitação das emoções negativas

Não há nada de errado em sentir angústia, tristeza, ódio, de vez em quando. Aprenda a lidar com estes sentimentos de forma producente. Releia Satanomicon III, 3.

d)       Aproveitar o dia

A existência toda reflete-se aqui e agora, no momento presente. Não postergue o melhor de si para o futuro. Aproveite o máximo este instante. Afinal, a vida é o maior presente cósmico.

e)       Relacionar-se com os outros

Há momentos em que a solidão faz-se necessária. Contudo, é importante relacionar-se com a família, os amigos, o parceiro. Não viva como eremita. O homem é um animal social, já dizia Auguste Comte.


Quer publicar seu texto no Morte Súbita inc? Envie para nós.