Ir para o conteúdo. |

  • A Empresa
  • Envie seu texto
  • Apoie
  • Contato
  • Seções:
siga a estrada de tijolos amarelos: Satanismo Livros Satânicos Renascer Anticristão Culto à morte

Culto à morte


Renascer Anticristão

Um enorme culto à Morte.É isto do que se trata o cristianismo.O seu maior símbolo isto comprova:a cruz..

A cruz representa os quatro pontos cardeais  remetendo ao Verbo Divino Humanizado e ao Verbo Humano Divinizado.Enfim,que todos os pontos cosmiais remetem a figura central da cruz,este Verbo encarcerado dentro do Quadrado(para muitas escolas filosóficas a forma geométrica perfecta e que representa o Divino).No entanto este Verbo aparece morto,supliciado sob a figura do Nazareno a padecer.Um Verbo morto é uma palavra e ação não pronunciadas e feitas.Podendo ser este Verbo morto um símbolo da Morte,de uma ação e palavra já fenecidas,sem vivacidade.Culto à Morte e a atitudes mortificadas em altíssimo grau.

Religião que utiliza a imagem de seu demiurgo supliciado e em sofrimento.A simbologia cristã é perfilada pelo culto ao sofrimento,vide que mesmo havendo simbologias cristãs que,em teoria remetam à Vida(como a Estrela de Salomão ou Pentagrama,que representa o Espírito Microcosmial doador da Vida Equilibrado,que foi usada no cristianismo primitivo em grau tão comum grau como a cruz .Na Inquisição foi banida dos templos católicos pois tal foi considerada associada com os que seguiam as religiões pagãs),a cruz ainda impera nas demonstrações da fé cristã de uma maneira geral.Um templo para ser considerado cristão tem de possuir uma cruz segundo a consciência populacional.Consciência esta moldada por séculos de lobotomia por parte da Igreja que fez questão de exaltar este símbolo e a ideologia de distanciamento da Vida para louvação da Morte.

O cristianismo renega à Vida desde o momento que se nutre de ilusões espirituais post-mortem.O cristianismo vive uma ótica de escatologia da Vida,a partir do momento que isto é de interesse de seus dirigentes.A Igreja na Idade Média precisava distanciar o Povo do dia-a-dia e da duríssima realidade opressora que os circundava,desta forma criou a ilusão espiritual do pós-vida.Deixando o Povo muito mais concentrado com à Morte,estes governantes puderam manipular à Vida destes fiéis cristãos e aliená-los ao que concerne a existência vital.

Da mesma maneira que para refrear o Povo,e colocá-lo terminantemente sob o jugo de seus dirigentes,foi criada a noção de Danação ou Redenção Eterna(Inferno e Céu).Através de um Dogma que incutia o medo de um perene sofrimento ou falsa esperança de um eterno sorrir de sua alma,o Clero controlou definitivamente os de menos instrução.Para alguém ir ao Céu deveria seguir os desígnios da Santa Madre Igreja,e assim encontrar o júbilo eterno em Cristo.E caso o fiel renegue o que a Igreja diz, este encontraria a danação infindável em sua Morte.Bem,se para ir ao Céu é necessário seguir os desígnios da Igreja,então no Céu só deve existir alienados inumanos.Pois é isto que os desígnios da Igreja pretendiam,e pretendem,criar:uma turba de alienados inumanos que sigam cegamente seus desígnios calcados na invencionice direcionada a gerência do indivíduo.É melhor reinar no Inferno do que servir ao Céu,pois para ir-se ao Céu tem de transformar-se em um ruminante servil.

Por que preocupar-se com um futuro incerto e no qual sequer sabe-se da existência?O ser Humano é uma criatura de existência vital e portanto deve viver o Agora,enfim à Vida!Ficar masturbando-se mentalmente quanto a existência ou não de uma Vida após a Morte é perder tempo que poderia ser engajado na melhoria de sua actual e concreta condição.No mais,ninguém realmente retornou da Morte para dizer como é após esta transição existencial.Nem mesmo o suposto “filho de Jeová” falou sobre isto.Não existem nenhumas provas razoáveis e certas de que existe Vida no pós-morte,e se esta é como o cristianismo atina caso exista.

O cristianismo estimula a progressiva auto-flagelação individual.Vide que nos momentos de oração os crentes devem ajoelhar-se em uma duríssima tábua de madeira ou rocha(em alguns cultos cristãos orthodoxos em grãos de milho).Em suma,isto é a concretização da idéia de que para se atingir o  Criador em seu Trono Ourífero,só é possível através do sofrimento e auto-flagelação.Isto para não citar a auto-humilhação de colocar-se de joelhos(em postura inferior),contudo este aspecto do cristianismo será discutido adiante em posterior capítulo.


Quer publicar seu texto no Morte Súbita inc? Envie para nós.