Ir para o conteúdo. |

  • A Empresa
  • Apoie
  • Contato
  • Seções:
siga a estrada de tijolos amarelos: Satanismo Textos Satânicos Meu Calendário Satânico

Meu Calendário Satânico


Morbitvs Vividvs

Grande SabbathO Satanismo é uma cultura em desenvolvimento. Ao contrário de todas as outras religiões esta é uma religião que não está pronta. Cada satanista faz suas próprias adaptações, melhoramentos e sugestões, que podem ou não ser acatadas por seus irmãos em Satã. Este artigo é exatamente isso, uma sugestão. Um dos pontos mal explorados da doutrina é a falta de bom uso do calendário. Em quase todas as fés escravizantes dias especiais do ano são usados para reforçar pontos importantes da crença de maneira especial. Os muçulmanos têm o Ramadã, os cristãos a Semana Santa, os Judeus o Hanuka. Então porque não usar esta mesma ferramenta psicológica, antes cuidadosamente articulada para controlar as pessoas, para reforçar em nós mesmos e de maneira consciente os pontos positivos de uma religião libertadora?

Na Bíblia Satânica, Anton LaVey dedica um capitulo ao assunto e estabelece três dias importantes: O Aniversário do Satanista, o Walpurgisnacht e Halloween. Uma noite para a prosperidade pessoal, uma noite para a luxúria e uma noite para o ira. Não coincidentemente são os três rituais básicos que ele ensina no Livro de Belial e de Leviatã, que é justamente a forma como a Church of Satan celebra estas datas até hoje. O Walpurgisnacht marca ainda o dia que em 1966 por assim dizer nasceu o satanismo moderno com a fundação daquela instituição.

Posteriormente, sob os auspícios de alguns luciferianistas como Frederick Nagash, da Church of Lucifer, houve um movimento para incluir alguns antigos dias sagrados pagãos no calendário satânico. Desta forma alguns templos celebram os equinócios e solstícios da mesma forma que os neo-pagãos. A idéia é valida porque reforça a ligação do satanista com o planeta terra e a natureza. Contudo na minha opinião usar uma exata cópia detalhada dos ritos pre-cristãos faz com que estes dias se tornem artificiais e na pratica passem batido sendo ignorados por três  razões principais:

1 - Não experimentamos mais diretamente a dependência das colheitas. É obvio que ainda dependemos delas para alimentação e outros aspectos da vida, mas o comércio e a industrialização tornaram este relacionamento distante e forçado para o indivíduo urbano de hoje.

2 - As diferenças regionais tornam incoerente o uso de um calendário celta para todo o globo. Não é uma questão apenas de inverter os dias para o hemisfério sul. No caso do Brasil por exemplo, as diferenças entre as estações não é tão obvia e definida e em alguns casos é quase inexistente.

3 - Os dias pagãos são via de regra celebrações coletivas enquanto que o satanismo é essencialmente uma via pessoal. Os dias satânicos deveriam portanto ter como base o indivíduo e não uma festividade que dependa e tenha enfoque na sociedade.

Sendo assim proponho um novo formato para o calendário satânico. Destaco a meus leitores estrangeiros que a realidade de meu pais natal se encontra permeando todo meu texto e ajustes locais provavelmente serão necessários.   A lista a seguir nasceu após anos de vivência do satanismo e possuem a herança dos dias sugeridos por Lavey bem como de alguns dias pagãos que acredito possam ser egoisticamente apreciados:

Meu Aniversário


Sem dúvida o mais importante de todos os feriados satânicos. O aniversário é a celebração do dia em que a vida mundana começou, o início de nossa vida na Terra da qual todas as nossas conquistas e realizações são consequência. Interessante notar que nas escrituras judaico-cristãs, os únicos personagens a celebrar aniversários são os opositores de Deus, como o Faraó no Torá e Herodes no evangelho.

Aniversários de quem amo


Alguns acreditam que o satanismo é uma religião de ódio. Isso não e mentira, mas é só uma meia verdade. Assim como sabemos odiar também somos bons em amar. Somos seletivos com nosso amor e achamos que o amor universal é uma grande piada. Entretanto aqueles poucos que caem em nossas graças conhecem o verdadeiro sentido desta palavra. Sendo assim celebre o aniversário de cada um na mesma medida em que lamentaria sua perda em seu funeral.

Walpurgisnacht  -  30 de Abril


Outro feriado importante é o Walpurginsacht, uma data historicamente ligada as orgias dos satanistas medievais e que hoje se transformou numa época do ano voltada a luxúria e aos prazeres carnais. Se você não é dado a bacanais pode fazer desta uma noite especial de luxúria com a pessoa que você gosta.  Talvez no Brasil faça muito mais sentido celebrar a luxúria durante o Carnaval, contudo pessoalmente optei ter no Walpurgisnacht o Grande Sabbath porque considero que os Satanistas de hoje têm ainda outras boas razões para comemorar está data. Foi neste dia, que a Igreja de Satã foi fundada. e foi neste dia também que o ano de 1966 foi reconhecido como o 1º Anno Satannas, o primeiro ano da Nova Era Satânica.  Desta forma este dia é também uma espécie de Ano Novo Satânico.

Poisson d’avril (Dia da Mentira) - 1º de Abril


Este dia não consta em nenhuma listagem d eferiados satânicos, tradicionais ou modernos, e é de fato uma proposta minha, talvez porque seja o meu dia predileto. O diabo é chamado de o Pai da Mentira e ninguém gosta de ser enganado, mas no dia 1º de abril as pessoas abrem uma exceção e é uma ótima oportunidade para lembrá-las que nem todas as promessas são compridas, nem tudo que está escrito é verdade e nem tudo o que brilha é ouro. Também é um dia de muita diversão para quem souber aproveitar.

 

Os Dias do Cão (Diēs Caniculārēs) - 23 de Julho e 23 de Agosto


Os Dias do Cão são associados à estrela Sírius, estrela de brilho excepcional que arde na constelação de Cão Maior. Nos 'Dias do Cão' Sirius desponta junto do nascer do Sol. É basicamente uma época de sagração da violência. Os Romanos acreditavam que em Agosto um terrível e imenso Dragão andava pelos céus cuspindo fogo na terra e sacrificavam um cachorro para apaziguá-lo. Na Idade média supunha-se que neste dias o Diabo caminhava pela terra. Curiosamente foi nos Dias do Cão que as bombas atômicas explodiram em Hiroshima e Nagazaki em 1945 e que Hitler assumiu o governo Alemão em 1932, só para citar dois exemplos. Assim, dedico estes período como meus Dias de Fúria, dias para tirar o melhor proveito de ações violentas e agressivas nas várias esferas da vida, que tornariam a minha vida um inferno caso fossem feitas o ano todo. Era durante estes dias que antigos rituais egípcios afirmavam que Osiris era um Deus negro. Para o iluminado, meia palavra basta.

Halloween - 31 de Outubro


Depois do próprio aniversário talvez Halloween seja o feriado mais celebrado para o satanista. Nesta data específica os adeptos celebram a arquétipo da sombra, que no fundo é a grande essência por trás da filosofia e da estética satânica.  Os satanistas entendem este dia como uma data reservada para a execução de rituais de ódio e destruição. Em especial rituais de vingança e maldição, resgatando assim o sentido original da data e celebrando o antigo festival de forma a fazer uma releitura de todos os medos vindos da herança cristã. De fato, assim como aconteceu com o natal,  a tendência geral e que ano a ano o Halloween se firme no imaginário como uma celebração desvinculada da igreja. Uma festa pagã e secular para comemorar o mundo sombrio.

Dia dos Mortos - 2 de Novembro


Celebrar a morte pode parece doentio num primeiro momento, mas apenas os vivos podem apreciar a morte. Os mortos nada podem fazer. Conforme os anos passam não há ninguém que não receba a visita da velha ceifeira. Parentes e amigos são levados e nos lembra que nossa própria experiência de vida não é eterna. O satanismo não nega nenhum aspecto da vida, e assim não repudia a dor e a tristeza que se manifestam com a morte de alguém. Contudo este não é apenas um dia de pesar pelos queridos que já se foram, mas de celebrar nossa própria condição de seres viventes. Seja revendo fotos antigas de seu avó que partiu em idade avançada, ou saindo para beber com amigos em homenagem a um outro amigo em comum que morreu cedo demais, este é o dia de relembrar o temporário, e por isso mesmo inestimável, privilégio de estar vivo.

Saturnalia (Natal) - De 17 e 24 de Dezembro.


Qualquer pessoa levemente esclarecida saber que as festas de fim de ano nada tem haver de fato com a história do nascimento daquele super herói palestino. Séculos antes da igreja católica instituir esta data os antigos romanos celebravam o grande festival da Saturnália em honra á Saturno. Mesmo antes disso, diversos povos celebravam o final de outro ciclo anual com manifestações parecidas. Como eles celebravam? Trocavam presentes, faziam orgias, enfeitavam as ruas e bebiam até cair. Durante os anos de ignorância a igreja conquistou o monopólio do Natal, mas essa época ja acabou. Hoje o mercado arrancou o feriado de volta das mãos da  cristandade. Em diversos países as pessoas festejam e trocam presentes com seus amigos e família. Uns poucos ainda se sentem culpados por celebrar o excesso e o apego mundano aos bens materiais e comparecem na tradicional missa do galo. Não é o meu caso.

Ostara (Páscoa) - 21 de Março


Enquanto Walpurgisnacht nos dá um dia em especial para celebrarmos a luxúria, a Páscoa é por excelência um dia para comemorarmos juntos o pecado da Gula. A Gula é talvez o pecado mais celebrado do mundo, um para o qual dedicamos um tempo todos os dias e o único que pode ser vivido em família. A origem do feriado cristão repousa em um feriados pagãos muito mais antigos em honra a deus mãe paga original (Isis, Ishtar, Astart, etc..). Entre os saxões a deusa Ostera é a deusa da Primavera, segura um ovo em sua mão e é acompanhada por um coelho. Todas estas deusas são encarnações da abundância e da fertilidade. Antigamente boas colheitas se transformavam em bons banquetes. Até o Pessach, surgiu dos rituais da primavera dos pastores e agricultores hebreus. Hoje pessoas no mundo todo se presenteiam com muito chocolate e fartos almoços. É exatamente isso que faço neste dia.

Conclusão

Concluindo, esta é apenas minha lista pessoal.  Destaco também a todos que o melhor que o leitor pode fazer é avaliar cada um dos dias propostos e comparar com sua realidade pessoal e só então marcar estas datas na agenda. Contudo, não duvido que algumas pessoas achem interessante o uso dos dias que sugiro pois eles foram criados de uma experiência real e não sumariamente oficializados por um papa qualquer. Só quero que, se um dia imprimirem um calendário de parede baseado no que escrevi acima, Michelle "Belladonna" ilustre a folha de dezembro.


Quer publicar seu texto no Morte Súbita inc? Envie para nós.