Ir para o conteúdo. |

  • A Empresa
  • Envie seu texto
  • Apoie
  • Contato
  • Seções:
siga a estrada de tijolos amarelos: Satanismo Textos Satânicos Notas sobre a Tradição Sinistra

Notas sobre a Tradição Sinistra


Tradução por Diabolus Shugara

Revisado em 124yf

 

Tetraedro:

O tetraedro é símbolo dos Nove Ângulos. Quando feito de certos minerais/cristais a forma é uma fonte muito poderosa de energia magicka, e isso pode ser ampliado por canto/vibração de certos nomes. É o ‘schamir’ (qv. Tukiphat – um símbolo distorcido de um Guardião de um dos Portais) e é ativado pela Esfinge. [Ver também: o MS ‘Notas sobre a Tradição Esotérica – Roda Cósmica e Tetraedro’]

 

Atklal Maka:     

Um canto às vezes usado no Natural Rito dos Nove Ângulos pela Sacerdotisa se a clareira tem uma nascente de água. Significa ‘as águas correntes da Terra’ e é cantado em homenagem a Gaia desde que nascentes naturais são consideradas as crianças Dela.

 

Bron Wrgan:

Um dos nexions gêmeos importantes para a Tradição Sinistra – o outro nexion (sua localização conhecida somente por Adeptos da Tradição) é o centro Magicko do corrente Aeon. Bron Wrgan permanece mais elusivo – opiniões quanto sua localização tende a diferenciar. Entre essas a Tradição menciona: Caer Caradoc perto de Knighton; um sitio cerca de 3 milhas a NE de Knucklas onde uma cabana chamada Brynorgan ainda está de pé, perto de uma fornada. Muitas cabeças foram reputadas serem encontradas aqui, dentro de um cercado.

 

Eulália:

Um ‘Portal Terra’ localizado na parte sul do Long Mynd. Frequentemente favorecido como um sitio para a forma Natural do rito dos Nove Ângulos – associado com certo Deus Sombrio, de aspecto feminino.

 

Kabeiroi:

Os ‘mistérios de Kabeiroi’ (às vezes soletrado Cabiri) é uma das tradições esotéricas associadas com o Aeon Helênico. Em sua forma original, ‘os mistérios’ tem relação com certas deidades frequentemente representadas na forma de Grifos e conectadas com o mar tanto quanto Deméter – a ‘mãe Terra’ ou Gaia. De acordo com a tradição sinistra, os mistérios têm relação com os Deuses Sombrios – em varias formas ‘mutantes’ – e relatava como Demeter deu aos primeiros Iniciados dessa Tradição um cristal (depois venerado em um relicário perto de Thebas onde um pequeno bosque para Demeter existiu) tanto quanto mostrando como um individuo, através de vários ritos que envolviam Gaia, mulheres, casamento sagrado e outros, poderiam ser transformados em um diferente reino de consciência. Essa transformação, como em outros cultos dos Mistérios Gregos, era alcançada principalmente através de envolvimento pessoal em ação ritual/cerimonial frequentemente de uma espécie mitológica. Depois, essa tradição tornou-se dividida – Eleusis representando o elemento ‘Apoloniano’, os Kabeiroi os aspectos ‘Dionisíacos’ ou aspectos sombrios, por isso é dito que todos os Iniciados do Cabiri cometem um crime maior que os comuns.

Os mistérios de Kabeiroi foram frequentemente celebrados em bosques em montanhas (certas combinações de rocha e água subterrânea sendo considerados como sagrados – isto é, capaz por seu poder magicko de transformar a consciência do individuo – cf. vários sítios dos Yezidi que sustentaram uma versão mais separada da tradição dos Deuses Sombrios) e alcançar esses bosques eram considerados parte do processo de Iniciação.

 

Os Gregos chamavam o Kabeiroi de ‘os grandes deuses’.


Quer publicar seu texto no Morte Súbita inc? Envie para nós.