Ir para o conteúdo. |

  • A Empresa
  • Apoie
  • Contato
  • Seções:
siga a estrada de tijolos amarelos: Satanismo Textos Satânicos A nova era satânica e a sua estupidez

A nova era satânica e a sua estupidez


por King

Aspectos estúpidos-sociais em comum nessa Era


SatanmodernoO florescimento do satanismo nos últimos anos trouxe consigo uma leva enorme de desinformação. Não é estranho percebermos que os satanistas atuais buscam cada vez mais serem "diferentes" da massa e mostrar o quão "fortes" são. De aí em diante uma série de mantras são religiosamente ditos pelos satanistas atuais, tais quais:

"Satã é um símbolo, não adoro ele"
"Lúcifer é o 'portador da luz', nada tem a ver com o mal"
"Demônios da goecia são partes do inconsciente"
"Satanismo é uma filosofia de vida"

Ou o mais comum, "sempre fui assim, me descobri no satanismo". 

Tais argumentos amplamente usados na década de 90 no brasil, somente mostra que os mesmos não tem capacidade criativa para gerar novos porquês de seguirem uma religião-filosofia, ou somente assumirem o que são. O satanismo mostrava um aspecto progressista desde a época de Crowley - Crowley escrevia textos referentes a liberdade e poder da mulher. LaVey por sua vez defendia travestis (vide The Devil Speaks) e toda forma de expressão sexual. Uma das grandes prescrições de Crowley foi a liberdade e que hoje, muitos intitulados satanistas não entendem a mesma. Eles querem destruir o cristianismo mas ainda querem o conservadorismo.  Querem ser uma "elite" por seu "conhecimento oculto", adquirido em grande parte por sites como a Morte Súbita Inc. e outros blogs, autores e anônimos buscando atenção, mas tem medo da pratica. 

A vontade de ser obscuro, criando perfis em redes sociais recheados de Baphomet, sigilos de goecia e nomes de demônios - alguns ainda colocam "frater X", "soror Y" - reflete ainda uma necessidade de atenção desmedida, tentando ser o mais "trevoso" possível, talvez em busca de aceitação em "grupos" aonde os "satanistas mestres" ensinam. A burrice então, contaminando como um vírus, se espalha e mantem cativos pessoas que repetem "hail Lúcifer" e que limitam seu conhecimento ao que a vida traz - o contrario feito pelo seu próprio ídolo, que não espera o conhecimento vir, mas vai atras. O conhecimento sendo um dos aspectos mais importantes para definir um real satanista, deve ser amplo suficiente para cobrir diversas áreas. O satanismo é uma religião que luta profundamente contra a ignorância, e a repetição incessante do mesmo assunto, da mesma forma, sob mesmo angulo, é um contra senso praticado por diversos "satânicos". 

É interessante notar que tudo isso é um contra senso ao próprio Satanismo. LaVey era um exemplo de classe e discrição. Mesmo sendo teatral, trazendo publico para sua Igreja, ele incentivava a pratica de baixa magia, ou magia psicológica. A Baixa Magia era formalmente uma magia feita para atingir o psicológico das pessoas e então faze-las realizar suas vontades. Interessante notar que a baixa magia é uma pratica essencial no satanismo, sendo a discrição sua principal ferramenta. 

É claro que seria ignorante de minha parte concluir que todos os praticantes modernos agem dessa forma. Mas para meu pesar a famigerada "elite" satânica é mais uma massa de manobra tão ignorante quanto os evangélicos. E também tem seus pastores.  As vezes me questiono também sobre a possibilidade de pastores satânicos conseguirem enriquecer nas costas dessa massa - e sinceramente, me inclino a acreditar nisso como uma possibilidade perigosamente real. 

A magia satânica do Facebook


Como citado acima a magia satânica enfraqueceu a ponto de se tornar apenas simpatias. Sim, eu disse simpatias. 

Há receitas tão toscas de "magia satânica" que pouco diferem de revistas wiccas. Os praticantes atuais parecem que limitam sua magia a sigilos, punhetas (intitulado magia sexual), e desculpas para os costumeiros fracassos da sua magicka. A magia satânica está tão estranha que misturam aspectos de umbanda no satanismo. Ou a famosa "qu/k/imbanda".

Uma pratica real de mão esquerda, a quimbanda é perigosa e um potencial real. Porém seus praticantes atuais misturam tudo que podem e formam uma especia de "caosbanda" aonde o que vier é lucro. De exu Baal, exu Satã, e não me espantaria se encontrasse um "exu Cthulhu" aparecendo pelas vias. Isso me assusta por duas vias: 

a) um desrespeito a tradição de quimbanda, as próprias entidades e também ao satanismo, aonde destrói ambas tradições.
b) uma via crescente de charlatões que pregam isso por redes sociais.

Qualquer praticante de magia pode misturar suas praticas e criar novas. É absolutamente comum, sempre foi feito. Porém precisa-se respeitar a tradição quando for ensinada e passar o conteúdo de forma mais pura possível. Quando se mistura praticas, você acaba descartando umas em prol a outras, e isso para você é bom. Mas para ensinar o próximo, a honestidade nos traz uma opção de respeito a tradição e aos espíritos da mesma. Ter bom senso para separar o que é tradição do que é invenção pessoal, é o passo mais digno para honrar uma linhagem magicka. 

O charlatanismo cresce a cada dia. Eles misturam tudo que podem, criam videos para mostrar quão fortes, grandes e poderosos são seus templos. Criam orações, terços invertidos, imagens gigantes de bafomé/belzebu prometem mundos quando não conseguem arcar com as próprias vidas.

Satanismo requer responsabilidade para responsáveis. 

Na pratica isso significa que nenhum satanista vai querer mostrar quão forte e poderoso é para o mundo, porque ele é consciente de que não é tudo isso, por mais que almeje. Por maior que seja seus resultados magickos, todo satanista tem problemas como qualquer outra pessoa, o que difere é a forma de se resolver esses problemas. O satanismo tem uma atitude empreendedora, aonde não dá espaço para o lamento. A verdadeira magia satânica, a alquimia negra, é feita quando se transforma sua forma de pensar. Se você conseguiu matar um inimigo, transar com alguma garota, conseguir um imóvel, você não é todo poderoso - você somente utilizou bem a sua magia.

E se você for um imbecil, pouco importa os seus resultados. Magia nunca salvou ninguém da própria estupidez. 


Quer publicar seu texto no Morte Súbita inc? Envie para nós.