Ir para o conteúdo. |

  • A Empresa
  • Apoie
  • Contato
  • Seções:
siga a estrada de tijolos amarelos: Satanismo Textos Satânicos Satanismo a Moda Antiga

Satanismo a Moda Antiga


Por: Morbitus Vividus

Satanismo não é somente os livros de LaVey e as regras do Templo de Seth, esses são sim, aspectos do satanismo moderno, mas dizer que satanismo é só isso é como dizer que livros se resumem a enciclopédias. Existem muitos tipos diferentes de Satanismo, algumas destes acreditam realmente no Diabo como um ser existente - é pretensão demais para um adepto do satanismo moderno dizer; "Eu sou satanista, você não é". - É por isso que neste texto tentarei esclarecer um pouco o Satanismo primordial, o que veio primeiro e que é conhecido como Satanismo Tradicional.

O surgimento do Satanismo Tradicional deve sua existência a duas correntes opostas entre si, e que por suas desavenças deram origem ao Culto ao Demônio. Vou contar aqui resumidamente como foi que esse controverso casal Paganismo e a Igreja) deram origem a mais temida religião de todos os tempos.

Resumidamente o satanismo é o fruto da revolta dos fieis contra a Igreja e de seus boatos sobre os cultos pagãos. Assustada com o domínio de religiões primais e locais, a Igreja começou a assustar os fieis espalhando muitos boatos sobre aqueles "terríveis e satânicos cultos pagãos" Fato que até hoje irrita a maioria dos wiccans que já estão cansados de berrar: - NÃO! NÓS NÃO SOMOS SATANISTAS!!!. O que aconteceu foi que alguns dos fieis que não estavam satisfeitos com a Igreja se uniram , e em uma revolta a igreja, resolveram se encontrar em uma lua cheia para executar exatamente o que aqueles interessantes boatos falavam....

Realizavam assim a Missa latina da maneira o mais sarcástica possível, não poupando sangue, corpos nus, e blasfêmias à trindade, e encaravam o Diabo - inimigo declarado da igreja - como seu salvador pessoal. Não como um símbolo da revolta e do poder como no satanismo moderno, mas como um ser vivente e consciente, que fornecerá poderes, e prazeres em troca das blasfêmias, pactos satânicos e sacrifícios....

Assim como na sua forma pós-moderna o satanismo Tradicional é a Religião do Forte que não respeita nenhum tipo de fraqueza, fraquezas pessoais devem ser eliminadas e qualquer tipo de piedade para com qualquer coisa deve ser abandonada. Satanistas dessa linha de pensamento vêem cada desafio como um teste que se não os matar os fará mais fortes e tentam por isso sempre procuram desenvolver suas habilidades para se tornar cada vez mais fortes, poderosos e dominantes.

Sangue, Suor são duas das três palavras com "S" que podem definir a essência do satanismo Tradicional. É realmente uma religião natural, tão selvagem quanto possível, ela é natural não no sentido de passear nos bosques, colher amoras, e louvar a chegada do verão, mas sim no sentido mais selvagem da palavra, Satanismo Tradicional vê o ser humano como um animal não qualquer animal , mas o mais poderoso e cruel dos animais, e glorifica a lei do selva, encarando que os mais forte sobrevivem e mandam no mundo. Desse preceito, surge a vontade do Satanista de ser o mais forte no ambiente em que está e assim exercer o domínio sob o outro. Também derivando da Lei da Selva o satanista se enxerga no topo da cadeia alimentar e como o animal dominante do planeta decide o que fazer ou não com a criação; não pensando duas vezes caso tenha que matar um animal para se alimentar, se defender, para executar rituais, ou até mesmo para se divertir.

Sexo, é a terceira palavra com "S" que faltava. Sexo não por amor, não por reprodução, não por necessidade, Sexo por Sexo, pela simples vontade do prazer carnal, muitos dos rituais satânicos tradicionais envolvem o sexo como forma de êxtase mágico enquanto muitos são simplesmente desculpas para suas orgias. Sendo em parte o culto ao sexo, o satanismo tradicional imediatamente também adora o próprio corpo, o corpo humano onde se esconde a maior beleza de toda a natureza, em especial o corpo feminino.

Sexo, Sangue e Suor definem o Satanismo tradicional em seu louvor a grande besta, e eles não tentam se iludir pensando que pode ser algo melhor do que isso. Agora, se ser mau é, garantir a própria vida, se ser mau é destruir os fraquezas, se ser mau é adorar a carne e o sexo, se ser mau é pensar mais e primeiro em si e só depois nos outros, se ser mau é contemplar a vida de olhos abertos, se ser mau e usar magia para beneficio próprio, se ser mau é aproveitar ao máximo todos os prazeres que meu corpo pode dar, se ser mal é adorar o diabo e os poderes que ele trás, se ser mau é destruir os inimigos com todo o ódio do coração, se ser mau é trepar como um louco simplesmente por prazer ; Então sim, satanistas tradicionais são maus - apaixonadamente maus. E essa paixão pode até chegar até a ser assustadora para os incautos, mas pense bem e me responda; será que você está com medo da paixão satânica deles, ou será que está temendo que sua própria paixão apareça?


Quer publicar seu texto no Morte Súbita inc? Envie para nós.