Ir para o conteúdo. |

  • A Empresa
  • Apoie
  • Contato
  • Seções:
siga a estrada de tijolos amarelos: Satanismo Textos Satânicos Sobre a Iniciação: Epístola Sexta aos Satanistas

Sobre a Iniciação: Epístola Sexta aos Satanistas


Rev. Obito, Templo de Satã

Iniciação SatânicaA palavra religião deriva do latim religare, que significa re ligar-se, reconectar-se. No sentido religioso esse "religare" acontece entre o praticante da religião e o Divino, que pode ser expresso como Deus, Gaia, a Iluminação, Rah, a Deusa, etc. No Satanismo a crença suprema é a do auto amor, da auto deificação: "Ame a si mesmo sobre todas as coisas e ao próximo como este a ti!" e "Não existe Deus que não o Homem!" O Mais  Sagrado somos Nós mesmos, os próprios Satanistas.

Portanto, o Religare Satânico seria a "re-ligação" do indivíduo com ele mesmo, com o Deus que existe vivo em cada ser humano. Mas de forma alguma o Satanismo se resume simplesmente a uma jornada de mero auto conhecimento e auto adoração ególatra. O Eu Superior, o Self, ou A Chama Negra não é apenas o eu do dia a dia. É você na sua melhor versão. Completamente livre e no máximo de sua potência em todos os aspectos.

Durante milênios o indivíduo foi julgado por suas origens, pelo status social e espiritual de seus pais, por sua cor, idade e posição social/financeira – poucos  foram os que conseguiram através dos próprios méritos deixar esses rótulos, esses grilhões sociais, para trás e se destacar, tomando as rédeas da própria vida. O Satanismo não busca apenas a consciência plena das capacidades de cada um mas também o desenvolvimento das qualidades que são constantemente entorpecidas e atrofiadas pela vida social, religiosa e familiar, para que a pessoa possa crescer de forma plena em todos os aspectos de sua vida que desejar, seja de forma emocional, espiritual, mágica, profissional, física, etc.; de outra forma estaríamos apenas incentivando uma pratica egoísta vazia, a exaltação de uma pessoa baseada no que ela diz ser e não baseada em suas capacidades e atos – falar é fácil, e o auto-engano uma trilha convidativa para os de mente fraca.

Mas ler agora que você é um Deus ou uma Deusa, o único Deus e a única Deusa que realmente deve ser importante para você, e se identificar com uma crença que faz questão de proclamar isso não torna esse fato algo real de imediato, a estrada rumo a Auto Deificação é longa e solitária, e toda caminhada deve iniciar-se pelo primeiro passo: abraçar a crença satânica como sua e passar a viver como um satanista, como uma satanista.

A religião ao longo dos séculos se tornou um mercado, e geralmente a primeira taxa para se poder "consumir" uma crença é a iniciação. Nem sempre essa taxa é paga com dinheiro ou com algo de valor monetário, muitas vezes é uma taxa que você deve pagar prestando respeito a alguém que não conhece, reconhecendo a superioridade de uma pessoa que é feita de carne e osso assim como você, e muitas vezes é quem vai controlar e guiar seu crescimento e desenvolvimento espiritual – mesmo que essa pessoa acabe se mostrando menos madura ou capaz do que você. Os cristãos e católicos tem seus rituais de batismo. Os Judeus a circuncisão. Wiccas tem o Grande Rito. Se você deseja ingressar numa O.T.O. ou se tornar Maçon lá estará a Iniciação te esperando.

Se formos analisar  friamente a iniciação deveria ser o compromisso que a pessoa firma com o Sagrado, ou seja, com a senda espiritual que deseja seguir. Se esta senda presta culto a uma entidade ou deidade externa à pessoa, então o compromisso é firmado com ela. Deveria ser o ato de afirmar, para si mesmo e para quem mais quiser ouvir: EU SIGO ESTE CAMINHO! ESTA É A MINHA VERDADE! Nas religiões hipócritas esse compromisso não pode ser firmado diretamente com o Sagrado, já que a pessoa ainda não tem "maturidade" para entrar em contato direto com ele. Ao invés disso o acordo é realizado através de um intermediário, alguém "mais evoluído", alguém "superior" a você. Esse Sacerdote ou Sacerdotisa será a autoridade sempre presente em reuniões oficiais entre a sua congregação ou grupo e o Sagrado que esse grupo compartilha, o porta-voz e condutor oficial.

O Satanismo não vê utilidade em iniciações. O maior interessado na liberação dos grilhões morais deveria ser a própria pessoa, ou seja você mesmo. Por que motivos você deveria buscar a aprovação de outrém para seguir sua trilha? Por que buscar uma pessoa que ela julgue emancipada para te aceitar "oficialmente" na Senda Sinistra? Que ritual poderia tornar sua Vontade algo real de fato? Rituais deveriam ser a extensão e concretização de sua vontade, não o inverso.

Por isso a iniciação Satânica seria, em si mesma, uma forma de contradição.

A iniciação Satânica, se é que podemos chamá-la assim, ocorre quando a pessoa fala para si mesma: Sou Satanista! E livre de qualquer preconceito, ou mesmo medo, inicia sua caminhada, estuda e busca viver de acordo com essa filosofia que tomou como sendo sua. Para que serviria um Sacerdote ou uma Sacerdotiza? Julgariam se suas intenções são boas e verdadeiras? Se seu comprometimento irá de fato acrescentar algo à crença Satânica como um todo? Besteiras. Assumir para si mesmo que passará a se amar e se respeitar e passar a viver desta forma é o suficiente, não existe como outra pessoa julgar se você é digno ou não disso. Lembre-se: o Satanismo se cristaliza em seus Atos, não em seu comprometimento com um sacerdote ou com um grupo. Você cresce como Satanista quando percebe que está crescendo como pessoa, como indivíduo.

Talvez chegue o momento em sua jornada que você decida se unir a um grupo – pode  achar que isso te ajudaria a crescer ainda mais ou em novas direções, pode julgar que a interação com outros Satanistas ampliaria ainda mais seus horizontes ou talvez que esse compromisso com um grupo te beneficiaria de alguma forma em sua jornada. Neste caso o Satanista tem sempre em mente que nenhum grupo, assim como nenhuma pessoa, é dono da Verdade, ou, citando Rydana: "todas as escolas são donas da verdade, só não o são quando dizem que só elas é que o são". Qualquer forma de iniciação então diz respeito apenas à sua aceitação por parte do grupo, seria uma forma de você, assim como já afirmou ser Satanista para si, mostrar para os outros, os membros do grupo, que você está de acordo com a filosofia do grupo que eles seguem e que está disposto a trilhar com eles um caminho que já existe, como parte de um grupo, seguindo as regras estabelecidas por eles.

Ninguém, vivo ou morto, possui autoridade suficiente para julgar a sua religiosidade, seu comprometimento com você mesmo, apenas o tempo dirá, baseado em suas realizações, naquilo que construiu. Ninguém, vivo ou morto, possui poder para negar que você siga o seu próprio caminho. Apenas você possui essa autoridade, esse poder. No Satanismo a única iniciação que existe é a afirmação do seu amor por você mesmo, do auto respeito acima de todas as coisas, é o pacto de sangue e espírito feito entre você e o Deus que vive e sorri cada vez que você encara o espelho.


Quer publicar seu texto no Morte Súbita inc? Envie para nós.