Entrevista com Acherontas

Ir para o conteúdo. |

  • A Empresa
  • Apoie
  • Contato
  • Seções:
siga a estrada de tijolos amarelos: Sinfonias Entrevista com Acherontas

Entrevista com Acherontas

Entrevista e tradução realizadas por AShTarot Cognatus no final de 2014 / inicio de 2015.

 

Acherontas logo
 
 

Um dos projetos de Black Metal com conteúdo ritualístico que acho mais fascinante atualmente, é sem dúvida a banda grega Acherontas. Em seus cds a banda mostra uma diversidade de temas mágickos e ocultistas bem trabalhados, o que faz que uma pessoa que conheça o assunto reconheça que eles realmente sabem o que estão fazendo e não  são somente mais uma banda querendo utilizar de temas ocultistas para fazer sucesso. O mesmo pode-se dizer de suas apresentações que estão mais para rituais do que para um show de entretenimento. Baseado nisso achei apropriado perguntar ao vocalista da banda Acherontas V. Priest quais eram as ideias por detrás do projeto e fiquei muito contente com suas respostas:

 

Antes de mais nada, nós gostaríamos que você desse uma introdução sobre seus projetos musicais e ideias mágickas relacionadas.


Acherontas é um coven ritualístico dedicado aos antigos mistérios sumerianos de sangue. Muitas tradições abraçam essas fontes antigas como pegadas a serem seguidas e que tomam forma em nosso vácuo como vampirismo astral, hermetismo, kabbalah, trabalho com sonhos e elevação luciferiana. Nossos projetos mágickos e extensões espirituais emergiram através dessas fontes espirituais e empíricas, dando inspiração a nossa visão.

 

Quais foram suas maiores influencias musicais no passado e agora?

 
 

Como eu mencionei antes, a influencia reside nas práticas espirituais. Claro que nós fomos afetados pela gloriosa era dos anos 90 , quando o espirito do Black Metal queimava de verdade, mas a principal fonte de visão e inspiração pode ser encontrada profundamente dentro de nossas práticas. Acherontas não é uma banda de Black Metal convencional, mas um coven mágicko, agindo como uma força expressiva que é materializada em nossa arte.

 

Que outras bandas com alguma conexão mágicka você acha interessante?

 

Há muitas a serem mencionadas, mas ainda são poucas em comparação ao monte de lixo de música de Black Metal que temos hoje em dia. Aquelas que nós consideramos bandas sérias e seus indivíduos estão mais nas cenas e círculos de Ritual Dark Ambient, ao invés de atos de Black Metal.

 

acherontas split

Quais são seus pontos de vista sobre Satanismo de LaVey e Satanismo Tradicional? Há outras linhagem satanistas que você acha interessante?

 

Já houve muito papo contra Lavey e seu trabalho, os imbecis modernos da internet geralmente julgam Lavey por suas práticas, como ele não usava um vocabulário “impressivo” e linguagem massiva, ao invés disso ele provocou e enganou as ovelhas para considera-lo um charlatão. Em sua essência, ele foi um filosofo e praticante brilhante, que ofereceu vastamente ao movimento ocultista. Quer a pessoa concorde ou não com as teorias Laveyanas, todos os ocultistas bem informados e com experiencia podem reconhecer o valor do seu trabalho. O mesmo se dá com o Satanismo Tradicional, mesmo que tenha acontecido um monte de decadência nesse meio, a comercialização arruinou muita coisa. Além disso, nós somos profundamente em muitas práticas e correntes mágickas, expandindo a mente e alma,  corpo e espirito. O processo de ascensão espiritual e a a arte da evolução é um caminho que anda através de muitas direções. Somente alguém de mentalidade pequena permanece cego em um único ponto de vista, permanecendo estagnado. Nós não somos seguidores da Church of Satan ou Lavey, mas por outro lado nós não somos vitimas como muitas pessoas fazem e permanecem em um time ou grupo contra os outros. Nós não somos contra nada.  De todos os cantos nós abraçamos coisas úteis que podem servir a nossa ascensão.  Decadência é o único fator que nos opomos. É patético ver as pessoas brigando umas com as outras por diferentes visões. Isso é um fanatismo dogmático e cegueira. O espirito deve ser livre.

 Nós vemos o simbolo do Temple of Vampire em algumas artes da banda incluindo o logo do Acherontas. Vocês são conectados a TOV? Qual foi a ideia por detrás do "...for the Temple of the Serpent Skull..."?

 

Eu estou a mais de 12 anos nesse templo e ativo de todas as formas. No nosso logo não é a marca do templo.  É a esfera alada Em algumas releases nós o incluímos em um split com o Necromantia como uma dedicação aos ensinamentos desse templo usados com permissão e por razões pessoais.

 

Como surgiram as influencias do Vama Marga em Acherontas? Você vê conexão entre o Tantra do caminho da mão esquerda/Vamachara e Satanismo?

acherontas vamachara


Claro que há uma forte conexão, Satanismo tem suas raízes nessa poderosa tradição. É desnecessário dizer o quanto que o misticismo oriental influenciou o Satanismo, e continua influenciando seus pontos de vista, práticas e experiências aos dedicados. Como uma evolução natural, Vamachara foi passo crucial a ser tomado e revela a forte conexão do Acherontas com esse caminho.

Apesar de que nós não aceitamos as distinções de caminho da mão esquerda e caminho da mão direita. Esses são termos modernos na ciência oculta que não existiram nos tempos antigos. Veja os mistérios sumerianos de Ur e as antigas dinastias do Egito onde a corrente drakoniana revelou sua face. Não haviam tais separações. O sol e a lua, o lado diurno e noturno reinam supremo dentro de nós e nós precisamos do equilíbrio entre essas realidades para alcançar o crepúsculo dos Deuses, a Divindade. As pessoas aceitando ou não, isso é a verdade como a história prova. Nós permanecemos contra as filosofias distorcidas do mundo moderno, mas por outro lado nós lhe damos suporte para cegar os ignorantes da Verdade. Todos escrevem livros e criam ordens e templos. Eu suporto a ideia que somente alguns tem a permissão dos céus para faze-lo. 

 

Michael Ford do Black Funeral escreve livros de magia. Você vê a si mesmo escrevendo livros com os temas demonstrados em sua música?


É muito natural para um ocultista dedicado procurar expressão através da escrita, composição e criação de músicas. Principalmente, nós escolhemos expressar nossos pontos de vista mágickos através das músicas e letras, mas há um grande respeito para os autores de volumes sérios. Infelizmente, apesar de hoje em dia haver muitos que se consideram a si mesmo como autores, inundando a net com publicações vazias em conteúdo, repleto com layouts impressionantes, mas há somente alguns deles que tem realmente algo a oferecer. A arte de manifestar a Vontade Divina é somente para aqueles com olhos para ver... 

 

Quais são seus planos para o futuro?


O plano principal agora é lançar o opus vindouro, "Ma Ion - Formulas of Reptilian Unification".  O lançamento deverá ser apoiado por muitos shows ao redor da Europa, alguns deles já foram anunciados e muitos outros seguirão. Além disso, um lançamento split será revelado logo, que se seguirá alguns meses depois do lançamento do álbum.

 

Vocês tem planos de vir ao Brasil tocar? Como é a interação da banda com o público brasileiro?


Nós respeitamos nossos fãs brasileiros, muitos dos apoiadores mais fortes e dedicados saúdam dessas terras, verdadeiros apoiadores do trabalho mágicko do nosso coven. Nós realmente esperamos que haja arranjos apropriados nessas terras finalmente depois de 3 vezes que nós negociamos mas foram cancelados.

 

Ma Ion - Formulas of Reptilian Unification 

(Formulas de Unificação Reptiliana)

"Teurgia invocada pelo grande opus dos adeptos"

"Das profundezas da tradição tifoniana, Ma-IoN mergulha nas águas sombrias da Deusa Primal para revelar os vastos elementos atavísticos do passado em um novo prisma reptiliano. A unificação de formulas sagradas xamanicas e as fontes obscuras tifonianas, os tuneis matriarcais de Layil com os salões cobertos de sol de Ra. Invokando o Ser therionico primal para possibilitar a transformação do feiticeiro e o chamado de entidades de conhecimento, Ma-IoN forma a chave para destravar os mistérios escondidos abaixo, longe da degradação moderna do circo dos tempos atuais, a assim chamada cena de Black Metal hipster ocultista e imbecil. Nós não pertencemos a quaisquer de suas cenas envenenadas ou parte de suas festas de relações publicas de entretenimento... Nós estamos aqui para servir a corrente mágicka dos antigos, a arte underground da era dos anos 90 e para oferecer uma provocação mágicka para esses com olhos para ver e sentir o seu potencial, para agitar as águas estagnadas da realidade. Nós incendiamos a tocha para queimar o véu e destravar o subconsciente do sonhador para caçar e abraçar o adversário luciferiano. Essas não são só palavras vazias, mas aparências que são modificadas em Chi, para que o grande trabalho planetário pode ser escupido."


Acheronta ma-ion
 

A tradição tifoniana é refletida sob o grande trabalho que está para vir com o nome " Ma Ion - Formulas of Reptilian Unification". Nosso coven é honrado por grandes artistas e indivíduos. Nós somos orgulhosos em ter entre nós e festejar em suas águas salgadas:

TT (Abigor), ar-Ra'd al-Iblis (Nightbringer), Nebiros (Ofermod/Malign), Indra (Naermataron/Tatir/Goatvomit/Wampyrinacht) , Edgar Kerval (Emme Ya), Jhon Longshaw (Black Seas of Infinity).
Com esse novo Opus nós alcançamos novos campos de criação, musicalmente e espiritualmente...

Nossa missão foi criar um caminho para ascender o subconsciente do mortal para outros planos de existência. 

Para sonhar em êxtase, para festejar em orgia e ascender o potencial do mortal para sentir por detrás da pele da matéria... pois essas não são somente palavras... mas aparências que se formam em carne e sangue.

As edições que irão se manifestar da irmandade do World Terror Committee são: Uma edição limitada especial A5 que será criada por "Primeval Visions" (uma loja de indivíduos por trás do Halo Manash, Arktau Eos e outros atos mágicos de projetos de ambient ritualísticos que mantém a insígnia de Aural Hypnox Records) vinda com pele de serpente e um incenso especial meditativo, uma versão de capa dupla em LP com um livreto incluindo toda a expressão filosófica por detrás do Opus, uma versão normal em cd e claro uma versão em fita, como lealdade para a arte underground.

Mercadoria especial limitada também deverá ser disponível, como moletons e camisetas. 

O cd será lançado pela World Terror Comitee no dia 27 de fevereiro.



 
Ações do documento