Ir para o conteúdo. |

  • A Empresa
  • Envie seu texto
  • Apoie
  • Contato
  • Seções:
siga a estrada de tijolos amarelos: Sinfonias Música e Ocultismo Os 100 álbuns satânicos mais importantes da história God Hates Us All, Slayer

God Hates Us All, Slayer


Nº 16 - Os 100 álbuns satânicos mais importantes da história

godhatesus.jpgEnquanto o som de Metallica e Megadeath sofreram uma clara mutação melodica tanto no som como nas letras Slayer permaneceu um porto seguro de inconformismo e brutalidade. No patamar de um "Reign in Blood" e sem qualquer aparição significativa nas rádios e televisão God Hates Us All não desapontou seus fãs com seus 42 minutos de puro metal. Kerry King, Jeff Hanneman e Paul Bostpaph trazem um som sacrilégico e para muitos simplesmente horrível. Mesmo com uma rapidez rasgante e barulhenta Slayer consegue soar inspirado. E por inspirado entenda estupidamente intenso. É  quase impossível ouvir qualquer coisa ao redor quando o CD está tocando e com um som que persiste na cabeça mesmo depois das músicas terminarem latejando na cabeça e nos ouvidos.

O que torna tudo mais perturbador e da ao album um ar apocaliptico é o fato do lançamento deste CD coincidir exatamente com a tragédia de 11 de setembro de 2001 e como Kerry King profetizou:  "Pessimista, terrorista, marcando o próximo alvo / Caos global alimentando histeria.'' Em outro depoimento King completa: "Eu definitivamente quis colocar mais realismo neste álbum, mais profundidade. God Hates Us All, não segue apenas uma linha meramente anti-cristã, mas idéias quemuitas pessoas poderão relacionar com suas vidas diárias. Um dia estamos vivendo nossas vidas e no outro somos atropelados, nosso cachorro morre e você sente como se deus tivesse alguma coisa contra nós."

É quase como se God Hate Us All apresentasse o fim do mundo de uma perspectiva secular, o apocalipse acontencendo numa época em que ninguém mais lê a Bíblia, uma terrível sinfonia que perturba não por apresentar mitos assustadores, mas sim por soar real demais.

Mas não se engane, apesar de ser óbvio o porque da presença deste álbum em nossa lista, Slayer aqui não representa o satanismo moderno nem tão pouco o satanismo tradicional.  Como o guitarrista Kerry King explicou em entrevista: ''Eu prefiro cantar sobre o Diabo do que sobre Deus. Eu gosto de ler sobre esse tipo de coisa porque é algo que me chama para aprender mais. Mas nós não sacrificamos crianças nem queimamos igrejas nem nada disso.'' Dado o recado, não caia na armadilha de buscar uma ideologia comum além do que o que está escancarado.

No fundo, Slayer é Metal Extremo para ateus. 

Here comes the Pain


Here Comes The Pain

I am the new hell on earth
The lord of agony divine
Domination, intimidation
Lives within these eyes
Reign of power
Remorseless anarchy
I am arrogance in the flesh
Unleashed intensity

Step aside for the nightmare
Pure destruction stands before you
No escape as the psycho
Brings you misery
The line starts here

I am brutality the face of everlasting pain
Annihilation, Obliteration
Pulses in these veins
Sheer defiance drives my hostility
I am merciless to the core
Chaotic fury breeds

Step aside for the nightmare
Pure destruction stands before you
No escape as the psycho
Brings you misery
The line starts here

Bring it all on
Come and take on what you fear
I'm the storm
That towers overhead
Ticking time bomb
With an infinite charge
Bringer of torture
The master is here
Everyone falls

Here comes the pain
You're no different from the rest
Victim is your name in my vicious wasteland
Here comes the pain
Your destruction manifests
Lying there broken looking up as I still stand

Bring it all on
Come and take on what you fear
I'm the storm
That towers overhead
Ticking time bomb
With an infinite charge
Bringer of torture
The master is here
Everyone falls

Tradução de Here comes the Pain
(Lá Vem a Dor)

Sou o novo inferno na Terra
O senhor da agonia divina
Dominação, intimidação
Vive dentro destes olhos
Reino de força
Anarquia sem remorso
Sou a arrogância na carne
Descoberta intensamente

Ir para o lado, para o pesadelo
A pura destruição permanece perante você
Sem escapatória na medida que o psicopata
Traz seu sofrimento
A linha inicia aqui

Sou a brutalidade, a face da dor interminável
Aniquilação, obliteração
Pulsa nestas veias
Desafio sem rumo guia minha hostilidade
Sou a crueldade para o coração
A fúria caótica procria

Ir para o lado, para o pesadelo
A pura destruição permanece perante você
Sem escapatória na medida que o psicopata
Traz seu sofrimento
A linha inicia aqui

Trago tudo isso
Venha e enfrente o que você teme
Sou a tempestade
Que se ergue sobre a cabeça
O tique-taque da bomba relógio
Com uma carga infinita
Servidor da tortura
O mestre está aqui
Todos caem

Lá vem a dor
Você não é diferente do resto
Vítima é seu nome na minha desolação viciosa
Lá vem a dor
Seu manifesto de destruição
Caído ao chão, erga os olhos na medida que fico parado

Trago tudo isso
Venha e enfrente o que você teme
Sou a tempestade
Que se ergue sobre sua cabeça
O tique-taque da bomba relógio
Com uma carga infinita
Servidor da tortura
O mestre está aqui
Todos caem



Quer publicar seu texto no Morte Súbita inc? Envie para nós.