Ir para o conteúdo. |

  • A Empresa
  • Apoie
  • Contato
  • Seções:
siga a estrada de tijolos amarelos: Sinfonias Música e Ocultismo Os 100 álbuns satânicos mais importantes da história The Principle of Evil Made Flesh, Cradle of Filth

The Principle of Evil Made Flesh, Cradle of Filth


Nº 2 - Os 100 álbuns satânicos mais importantes da história

principle-of-evil-made-flesh.jpgEste é o primeiro álbum do grupo que se tornou a mais bem sucedida banda de metal desde Iron Maiden. The Principle of Evil Made Flesh lançado em 1994 encabeça a lista dos dez melhores albuns de Black Metal dos últimos vinte anos. Muito mais do que isso, esta obra é um prenuncio de tudo o que Cradle Of Filth traria para a música extremada. Em pouco tempo Cradle Of Filth se colocaria como uma das poucas bandas vivas a liderar diversas listagens e top dez de revistas especializadas.

Esta obra prima foi inspirada no clássico romance de Bram Stoker, Dracula. Uma pequena amostra do alto nível intelectual que Dani Filth e companhia trouxeram para o Black Metal. No encarte deste cd, assim como em outros, há diversas citações de filósofos e escritores. Nesta nossa lista dos 100 álbuns satânicos de todos os tempos, temos bandas citadas por motivos simplesmente estéticos e teatrais, outros pela postura e rebeldia demasiadamente humana, e alguns poucos de importância intelectual, mas sem muita relevância artística. Cradle of Filth une todos estes aspectos em níveis épicos. Metal pesado, conteúdo genuinamente satânico e uma estética plenamente sombria fazem deste grupo o grande ápice da trilha sonora de satanás

Andrea Meyer, backing vocals, revela um pouco das influências de Filth: "Minha filosofia satânica se harmoniza  bem de perto com a de Boyd Rice, e eu gosto de seu trabalho musical também. Mas também acho a obra de Michael Aquino bastante interessante. O movimento a decadência, do século XIX foi bastante satânico e o estilo de vida Decadente tem um grande apelo para mim. Sou um grande fã dos escritores descendentes como Edgar Allan Poe e gosto muito de histórias macabras e sobre o oculto em geral, como as de H.P Lovecraft. Eu concordo muito com a filosofia de Nietzsche sobre Vontade de Poder, a origem da moral e o super-homem. Eu  li Marquês de Sade e o achei fascinante, Gilles de Rais é também um personagem muito interessante. Satanismo para mim é um modo de vida é uma filosofia e um caminho mágico, e não apenas outra religião."

De fato, as letras das músicas do grupo contêm nomes de demônios e chaves antigas que só são conhecidas por quem fez um criterioso estudo de demonologia. Esse grande arcabouço intelectual que serve de combustível para um talentoso repertório musical pode ser testemunhado no livro "Gospel of Filth" (O Evangelho da Imundice), escrito por Dani Filth, vocalista do grupo. O livro disseca as fontes Satânicas que influenciaram a formação de Cradle of Filth, e funciona como um mapa marcando de cada ponto significativo da contra-cultura tenebrosa contemporânea, incluindo, a prática da magia negra, a história do romantismo gótico, a organização e fortalecimento do satanismo no América e no mundo, os rituais de magia sexual, os arcanos do vampirismo, a cultura do horror popular entre muitos outros tópicos de interesse do satanistas de hoje.

Tudo isso é para mostrar que quando eles tocam sua música não se contentam apenas em ser uma conseqüência estética do colapso de uma era e do parto de uma outra. Muitas bandas e artistas nobres e dignos de nota foram listados aqui são frutos nobres da Era Satânica embora alguns deles nem sequer estejam conscientes disso. Cradle Of Filth não apenas grita. Eles sabem porque estão gritando.

The Principle Of Evil Made Flesh

 

From the primeval mass
let precious chaos vent
Sacred flesh drenched in fornication
beloved by Set
may the winds gather her together
from the secrets of men
after thousands of years of terrifying silence
she comes again

(All Destroyer)

The abolition of the yeshua begins...

Shattered are the icons of the worthless
the Goddess scorned is a Valkyrie born
scattered are the wings of the virulent holy
leave their husks to be the prey of vultures and dogs

World without end
cherish the lissome wants of pernicious evil
dusk in her eyes
torn bloody weeping skies
darkness will hasten to devour
and the weak will flee or die

hail past drinker of blood
dancer of flames desposer of light
lover of darkness
she is holding a incorsision
from the bandom febal one

Sie sind es die sich
anderlieb festhalten
fuer immer betend auf knien
vor der (finisteren) goetten

I slay the lamb in the fervour of thine
Abandonment unto Our Lady
With a quenchless thirst for the infinite
For Her that exists beyond all knowledge

Storming from tired centuries
Under the glare of a waxing death-moon
Terrible beauty of love severed
Rip the baby from the virginal womb

The blood of Jesus
Is the wine of the dead
And the drunken angels
Bleed with incest

The Liliot suckle on Her fruitful breasts
And yield the swords that sever and stain
There will be no act or passion wrought
That shall not be attributed to Her names

To the name of Baphomet...
Artemis, Bastet, Astarte

I yearn to thee who art darkness in thy rising

"Weltmacht oder Niedergang"

Traduçao de The Principle of Evil Made Flesh
Fez-se a carne a partir do Mal

Da massa primordial
Deixara preciosas aberturas de caos
A carne sagrada encharcada em fornicação
Amada por Set
Podem os ventos a colher
Dos segredos dos homens
Após milhares de anos de silêncio assustador
Ela está de volta

(Todos Destruam)

A abolição de yeshua começa...

Estilhaçadas estão as imagens sacras do inútil
A Deusa desprezada é uma Valquíria (3) de nascença
Espalhadas estão as asas do divino maligno
Deixem seus exteriores sem valores
Serem o alimento dos abutres
E dos cães

Mundo sem fim
Afaga os sutis desejos do mal nocivo
Obscuridade em seus olhos
Os céus derramando lágrimas sangrentas
A escuridão se apressará para devorar
E o fraco fugirá ou morrerá

Saudação Vaskt, bebedor de sangue
Dançarino sobre chamas
Que se liberta da luz
Amante da escuridão
Ela está agüentando uma inquisição
Do fraco coberto, veja

Eu mato o cordeiro em devoção a ti
Renúncia à Nossa Dama
Com uma sede insaciável pelo infinito
Para Ela que habita o além de todo o conhecimento

A invasão dos séculos fatigados
Sob o olhar de uma lua crescente da morte
Beleza terrível de amor violento
Arranque o bebê do útero virgem

O sangue de Jesus
É o vinho dos mortos
E os Anjos embriagados
Sangram com incesto

Liliot se alimentou nos Seus seios abundantes
E concedeu as espadas que cortam e sujam
Não haverá obra ou paixão forjadas
Que não estarão atribuídas aos Seus nomes

Ao nome de Baphomet*...
Ártemis*, Bastet*, Astarte*

Eu anseio por ti, que és a escuridão em tua ascensão
“A força do Universo se acaba”


Quer publicar seu texto no Morte Súbita inc? Envie para nós.