Ir para o conteúdo. |

  • A Empresa
  • Apoie
  • Contato
  • Seções:
siga a estrada de tijolos amarelos: Sociedades Secretas & Conspirações Maçonaria Dicionário Secreto da Maçonaria A

A


Dicionário Secreto da Maçonaria

É a primeira letra do alfabeto. Quando seguido da tri-pontuação (A\), expressava a abreviatura da palavra Arquiteto. Hoje se usa “Arquit\”

Abater Colunas – Diz-se quando uma Loja deixou de trabalhar.

Abelha - Símbolo do trabalho; é a produtora do melhor alimento que é o mel.

Abertura – As Sessões das Oficinas de qualquer Grau ou Rito, são abertas por seus Rituais próprios.

Ablução – Parte da iniciação pela qual passa o Candidato, chamada de “prova da água”, para simbolicamente ser considerado purificado.

Abóbada – Parte dos edifícios em forma de cúpula, principalmente os da antiguidade, como o próprio “Templo de Salomão”.

Abóbada-Celeste – É o firmamento celeste com seus astros e estrelas; nos Templos, está representada pela decoração do teto.

Abóbada de Aço – São várias, determinadas pelo protocolo Maçônico, que fazem os Irmãos, para que por debaixo das espadas passem as autoridades, quando em visitas às Lojas.

Abóbada Estrelada ou do Templo – Céu, imensidade.

Abraço Fraterno – Amizade.

Abreviatura – É a escrita Maçônica, que dificulta sua leitura aos profanos, como A\R\L\S\,ou Aug\e Resp\Loj\Simb\, ou Gr\Or\, Grande Oriente, Ir\do ; membro da .

Acácia - Árvore sagrada da “Antigüidade”, cujo atributo simbólico só é de conhecimento dos Mestres Maçons. Sua madeira de longa durabilidade foi usada para fins navais; seus ramos e suas flores são usados em muitos símbolos do R\ E\ A\ A\; imutabilidade, inocência, incorruptibilidade, tristeza, recompensa da prudência.

Acampamento – Lugar onde trabalha um “Consistório de Príncipes do Real Segredo”.

Aclamação – É o consentimento geral para dispensar formalidades Ritualísticas. Significa também Exaltação (Veja Vivat e Huzza).

Adar – É o 6º mês do calendário judaico.

Adjunto – Dignidade, oficial ou autoridade substituta de funcionário em qualquer Corpo Maçônico.

Adoção – Amor fraternal.

Adoção de Irmão – É o ato filantrópico de uma Loja, em chamar sobre si a responsabilidade de cuidar, em todos os sentidos, de um Ir\ idoso ao qual lhe faltem recursos para a sua manutenção.

Adoção de Lowtons – É o ato de uma Loja em adotar um filho de um Irmão, quando se compromete, se necessário for, dar-lhe educação e sustento até que possa viver das suas próprias expensas.

Adonhiran – Personagem bíblico, a quem o “Rei Salomão”, confiou a responsabilidade da administração dos Obreiros do Templo divididos em: Aprendizes, Companheiros e Mestres; nas variadas atividades profissionais.

Adormecer – Para as Lojas, tem a mesma significação de “abater colunas”. Para os Irmãos, é o ato de deixar de comparecer aos trabalhos de sua Loja.

Adro – Sala que se situa junto à entrada de um Templo Maçônico.

Ágape – (Em linguagem de Banquete). É toda e qualquer refeição servida, na qual, ao seu final se dá mutuamente o “ósculo da paz e da fraternidade”.

Água - Purificação, o primeiro dos elementos da natureza, aparece no Ritual do Grau “1”.

Água Lustral - Maçonicamente é o emblema da purificação, para os Aprendizes é uma forma de purificação, quando mergulha as suas mãos na “água lustral” durante a sua Iniciação.

Água Tofana – Produto mortalmente tóxico, que na antiguidade era destinado ao perjuro. Modernamente, é tomada como símbolo do desprezo, que os Maçons votam aos maus Maçons.

Águia - Rainha das aves, pela sua inteligência e força aparece de várias formas em nossos Rituais. Muito usado em heráldica, principalmente à “águia bicéfala”, que vigia o passado e o futuro, poder, liberdade, sabedoria.

Águia Bicéfala – Em Maçonaria é muito usada como símbolo, sendo a “jóia” de um “Supremo Conselho”, pois exprime a perene vigilância, para o passado e para o futuro.

Alavanca – É um símbolo de força, firmeza, coragem inquebrável.

Alfabeto – A Maçonaria sempre usou alfabetos próprios para escritas Maçônicas, existindo vários: como o inglês, o alemão, o hieróglifo do Grau “33”.

Alimentos - Reino animal.

Alinhar – (Em mesa de Banquete). Significa colocar em linha os canhões e barricas.

Alquimia – Foi à chamada arte de manipular o reino mineral, maçonicamente admitida no Grau de Aprendiz: terra, ar, água e fogo.

Alta Maçonaria – Diz-se na Maçonaria, quem pratica os Altos Graus, para alguns, são os Graus acima do “3”, mas muitos só consideram como tal os Graus acima do Grau “30”.

Alta Observância – É o lado da Maçonaria que se dedicou e ainda se dedica, ao estudo da alquimia, cabala e magia.

Altar – Mesa de forma especial, onde trabalham o Venerável e os Vigilantes. Existem outros como: “Altar dos Juramentos, Altar dos Pães Propiciais” e etc...

Altar dos Holocaustos – É usado no Grau “23” do R\E\A\A\, para conter várias alfaias desse Grau.

Altar dos Juramentos – É uma pequena mesa quadrada ou triangular, que fica ao centro do Ocidente de um Templo, para conter atributos necessários aos compromissos Maçônicos.

Altar dos Perfumes – Faz parte de vários Graus Superiores, que contém o necessário para a purificação do Templo ou dos Irmãos.

Altar dos Sacrifícios – É colocado ao Norte do Templo, sobre o qual se põem as taças da amargura.

Altos Graus – São os Graus acima do Grau “3”; em todos os Ritos conhecidos, nos quais se transmite o lado Filosófico da Ordem.

Altruísmo – Virtude que cada Maçom possui, é o oposto de egoísmo.

Amarelo - Sabedoria, magnificência. Esta cor é muito usada em vários Graus do R\E\A\A\, é uma das sete cores primitivas, que fez parte importante da Maçonaria oculta, quando estudou a importância das cores.

A.M.F.D.V. – Abreviaturas de palavras conhecidas, só dos Mestres. (Ver Sinal de Socorro).

Amor – Sentimento profundo enraizado na alma do homem, que se expressa das mais variadas formas. Toda a filosofia da Ordem é calcada na “Lei do Amor Fraternal”.

Ampulheta - Brevidade da vida humana.

Anel - Ano, tempo, amizade perene, aliança, união. É muito usado pelos Maçons, e pode conter as mais variadas formas e símbolos. Em um dos Altos Graus do Rito Escocês, é usado como forma de “aliança” entre os Irmãos.

Alma do Mundo – (Anima Mundi em latim) – A essência divina que anima todas as coisas desde o átomo ao universo.

Anjos – Os anjos são mencionados em todas as religiões, e na Maçonaria são citados, muitos deles pelos exemplos que representam.

Aplausos – Nas Sessões Maçônicas, expressam alegrias e satisfação, e são apresentados por certo número de pancadas, conforme o Grau em que se trabalha. (Ver Baterias).

Aprendiz – Maçom que está no “primeiro Grau” de qualquer dos Ritos Maçônicos conhecidos.

Aprendizagem – É o estado do Aprendiz no primeiro “Grau do Simbolismo Maçônico”.

Aprovação – Gestos que os Maçons usam para aprovarem algum pedido, existindo várias delas como a simbólica, a nominal e a secreta.

Ar – Um dos quatro elementos conhecidos no passado, maçonicamente o ar serve para designar uma das “provas” do Ritual de Aprendiz do R\E\A\A\. (Ver Prova do Ar).

Arca da Aliança – Foi uma caixa de forma especial construída por Moisés, para nela guardar as “tábuas da lei”. Adorno obrigatório nos trabalhos dos Graus Inefáveis do R\E\A\A\ (“4 a 14”).

Armas – Em Loja de Banquete: copos.

Arminho - Magnificência e esplendor da Maçonaria, pureza dos filiados.

Arquiteto – É o Irmão encarregado de montar a Loja, para o perfeito funcionamento das Sessões, decorando-a e ornamentando-a convenientemente.

Arquitetura – Em Maçonaria relaciona-se, sobretudo com todas as suas práticas; todos os “Símbolos Maçônicos” são baseados na arquitetura, na arte de construir, principalmente na construção do “Templo de Salomão”.

Arquivo – Lugares onde se conservam documentos, livros e etc, de um Corpo Maçônico.

Arte Real – Designação antiga dada a Maçonaria, mas ainda em uso atualmente. Assim é considerado o trabalho dos Maçons, que simbolicamente constroem monumentos à virtude.

Ashmole (Elias) – Sábio, alquimista e antiquário, considerado o verdadeiro pai da moderna Maçonaria. Desvinculando-a da Maçonaria operativa, foi quem criou os primeiros Rituais de Aprendiz, Companheiro e Mestre da Maçonaria especulativa, ou seja, a moderna.

Asno - Ignorância.

Aspirante – Todo Candidato a Maçom, quando acaba de passar pelas “provas” da Iniciação.

Assiduidade – É a freqüência constante dos Maçons aos trabalhos de sua Loja, aos quais obrigatoriamente devem comparecer.

Astrologia – Antigamente era uma ciência oculta. Hoje é muito estudada pelos Maçons sendo que, muitos astros e planetas são representados nas decorações dos Templos Maçônicos.

Ataduras – Muito usado nas Cerimônias Maçônicas, em que os Iniciados (em vários Graus), se apresentam amarrados com cordas, simbolizando a escravidão em que se acham, dos quais devem se libertar.

Ateísmo – Doutrina considerada como contrária à Maçonaria. Hoje os “ateus” encontram abrigo na Ordem através do Rito Moderno, especialmente criado para os agnósticos, pois entre eles existem sábios, filósofos e homens probos de boa vontade.

Atributo – São os emblemas, alfaias, jóias e tudo o que se relaciona com os Graus e Cargos Maçônicos.

Átrio – Espaço situado entre a sala dos “passos perdidos” e o Templo Maçônico.

Aumento de Salário – Passagem de um Irmão a um Grau Superior ao que está investido.

Ausência – É o período em que o Maçom se afasta dos trabalhos de sua Loja, o que não é permitido fazer-se sem a devida autorização.

Av – É o 11º mês do calendário judaico.

Avenidas – Corredores ou salas por onde se passa para chegar ao Templo propriamente dito.

Avental – É um dos símbolos mais importantes da Ordem, por simbolizar o trabalho. A nenhum Maçom é permitido estar nas Sessões Maçônicas sem esse adorno. Os aventais variam: de cor, tamanho e atributos; conforme o Rito ou Função que se exerce.

Azeite - Sabedoria, paz, conforto, prudência.

Azul - Piedade, temperança, doçura, lealdade, sabedoria. Recompensa, amizade, fidelidade, perfeição infinita de Deus.


Quer publicar seu texto no Morte Súbita inc? Envie para nós.