Ir para o conteúdo. |

  • A Empresa
  • Apoie
  • Contato
  • Seções:
siga a estrada de tijolos amarelos: Thelema Rituais Thelemitas A Missa da Fênix

A Missa da Fênix


O Magista, seu peito nu, de pé diante de um altar no qual está seu Cinzel, Sino, Turíbulo, e dois dos Bolos de Luz. No Sinal do Entrante ele estende as mãos ao Oeste sobre o Altar, e grita:

Saudações Ra, que vais em tua barca
Nas cavernas da Escuridão!

Ele faz o sinal de Silêncio, e leva o Sino, e Fogo, em suas mãos.

Ao Leste do Altar veja-me de pé
Com Luz e Música em minha mão!

Ele golpeia Onze vezes no Sino 333-55555-333 e coloca o Fogo no Turíbulo.

Eu golpeio o Sino: Eu acendo a Chama;
Eu profiro o Nome misterioso.
ABRAHADABRA

Ele golpeia onze vezes no Sino.

Agora eu começo a prece: Tu Criança,
Teu nome sagrado e imaculado!
Teu reino é chegado; Tua vontade é feita.
Aqui está o Pão; aqui está o Sangue.
Traga-me através da meia-noite para o Sol!
Salve-me do Mal e do Bem!
Que aquela Tua única coroa de todas as Dez
Mesmo aqui e agora seja minha. AMÉM.

Ele põe o primeiro Bolo no Fogo do Turíbulo.

Eu queimo o Bolo-Incenso, proclamo
Estas adorações de Teu nome.

Ele os faz como em Liber Legis, e golpeia Onze vezes novamente no Sino. Com o Cinzel ele então faz sobre seu peito o sinal apropriado.

Veja este meu peito sangrando
Cortado com o sinal sacramental!

Ele põe o segundo Bolo na ferida.

Eu estanco o Sangue; a hóstia absorve
Isto, e o sumo sacerdote invoca!

Ele come o segundo Bolo.

Este Pão que eu como. Este Juramento que eu presto
Conforme eu me inflamo com a prece:
"Não há nenhuma graça: não há nenhuma culpa:
Esta é a Lei: FAZE O QUE TU QUERES!"

Ele golpeia Onze vezes no Sino, e gritaABRAHADABRA.

Eu entrei com aflição; com alegria
E agradecido eu agora vou adiante,
Para realizar meu prazer na terra
Entre as legiões dos vivos.

Ele vai adiante.


Quer publicar seu texto no Morte Súbita inc? Envie para nós.