Ir para o conteúdo. |

  • A Empresa
  • Apoie
  • Contato
  • Seções:
siga a estrada de tijolos amarelos: Ufologia Textos Ufológicos Terra Oca A Terra Oca - Marcos na História da Grande Descoberta

A Terra Oca - Marcos na História da Grande Descoberta


por Raymond Bernard

MARCOS NA HISTÓRIA DA GRANDE DESCOBERTA GEOGRÁFICA DO CONTRA-ALMIRANTE RICHARD E. BYRD DE NOVAS ÁREAS DE TERRA DESCONHECIDAS DENTRO DAS CONCAVIDADES POLARES ALÉM DOS PÓLOS NORTE E SUL

Dezembro de 1929: "A descoberta memorável, em 12 de dezembro, da até então desconhecida terra além do Pólo Sul, pelo Capitão Sir George Hubert Wilkins, exige que a ciência mude o conceito que tem tido, nos últimos quatrocentos anos, em relação ao contorno da Terra."
 
— Dumbrova, Explorador russo.
 
Fevereiro de 1974:
"Gostaria de ver aquela terra além do Pólo (norte). Aquela área, além do Pólo, é o centro do Grande Desconhecido."

— Contra-Almirante Richard E.  Byrd (Marinha dos Estados Unidos), antes do seu vôo de 2.730 quilômetros, além do Pólo Norte.

(Nota do Autor: O Almirante Byrd não voou 2.730 quilômetros através do Pólo Norte, para o outro lado da Terra, um ermo gelado, igual à região de onde vinha — mas voou além do Pólo, dentro da abertura polar, que leva ao interior oco da Terra, atravessando uma região sem gelo, de montanhas, lagos, rios, vegetação e vida animal.)

Novembro de 1955:
"Esta é a expedição mais importante da história do mundo."

— Contra-Almirante Richard E. Byrd, antes de partir para explorar a Terra além do Pólo Sul.

Janeiro de 1956:
"Em 13 de janeiro, membros da expedição dos Estados Unidos realizaram um vôo de 4.330 quilômetros desde a base de McMurdo Sound, que fica a 640 quilômetros a oeste do Pólo Sul, penetrando numa terra, na extensão de 3.690 quilômetros além do Pólo."

— Informação pelo rádio da expedição Antártica de Byrd, confirmada pela imprensa americana em 5 de fevereiro de 1956.

Março de 1956:
"A presente expedição revelou um território novo vasto."

— Contra-Almirante Richard E. Byrd, no dia 13 de março de 1956, quando retornava de sua expedição ao Pólo Sul.

"... aquele continente encantado no céu, terra de perpétuo mistério!"

— Contra-Almirante Byrd, antes de sua morte. 

(Nota do Autor: Byrd se refere aqui, enigmaticamente, às novas áreas de terras desconhecidas, além dos Pólos Norte e Sul, dentro das aberturas polares, que devido ao bem conhecido fenômeno polar do "espelho celeste", pelo qual as superfícies de terras debaixo são refletidas no céu, menciona as novas áreas de terras que descobriu além dos Pólos Norte e Sul como "um continente encantado no céu".)

 


Quer publicar seu texto no Morte Súbita inc? Envie para nós.