Ir para o conteúdo. |

  • A Empresa
  • Apoie
  • Contato
  • Seções:
siga a estrada de tijolos amarelos: Alta Magia Cabala A história da cabala judaica em onze nomes Abraão

Abraão

Abraão e SaraQuando: cerca de 4000 anos atrás

Onde: Babilônia

Livro: Sefer Yetzirá

Importância: Primeira péssoa a perceber a existência de uma unidade divina


Conta a tradição que entre Adão e Noé e o mundo acabou em um dilúvio mostrando a estupenda capacidade humana de esquecer. Se não fosse assim bastaria um grande cabalista na história. Mas o caso foi que entre Noé e Abraão o conhecimento foi sendo passado de forma tímida, tanto porque a humanidade como um todo não estava interessada como pelas próprias formas de comunicação primitivas que pudessem existir. Nenhum fim do mundo.

Nascido e criado em uma sociedade onde era normal culturar muitos deuses. Abraão é tido como a primeira pessoa a defender o monoteísmo. Não no sentido simplório da maioria das pessoas de hoje, mas com a percepção de que a divindade é una e que todo o universo está intimamente interconectado e unificado com este nível superior da realidade.

Por sua boa intenção Abraão recebeu revelações que recuperaram  a sabedoria recebida por Adão e as levaram a um novo patamar.  Abraão é tido também na cabala como um símbolo do amor intenso e universal em contrapartida a Isaque, símbolo da justiça e da severidade e a Jacó representando o equilíbrio entre estas duas forças. 

A Abraão também é atribuído o famoso Sefer Yetzirá, o Livro da Formação que trata da formação do mundo por meio dos números, das letras e das palavras.  Dificilmente chamaríamos de livro hoje em dia posto que se trata de poucas páginas com menos de cem palavras no total. E isso levanta uma questão intrigante: Como todos os mistérios do universo podem estar contidos em um texto tão pequeno? A resposta dos cabalistas é que trata-se de uma fórmula. Considera a famosa equação de  Einstein E=mc². Páginas e páginas de equações matemáticas foram usadas para chegar a esta fórmula simples. Só assim os segredos do espaço-tempo podem ser incluídos dentro de apenas cinco caracteres. É por esta razão que, apesar do livro ser diminuto muitas volumes já foram preenchidos por comentaristas e estudiosos explicando suas minuncias.

Outro ponto interessante do papel destacado de Abraão é que sua vida e obra surgiram muito antes das principais religiões que tem ele como patriarca. Abraão viveu na Babilônia e não podia ser muçulmano, cristão e particularmente não era judeu. O judaismo só nasceu tal como o conhecemos hoje após a destruição do segundo templo no Israel e a disperssão da nação da Judeia pelo mundo e a elevação da lei rabinica ao status de mandamentos religiosos.

A contribuição de Adão na história da cabala