Ir para o conteúdo. |

  • A Empresa
  • Apoie
  • Contato
  • Seções:
siga a estrada de tijolos amarelos: Alta Magia Magia Cerimonial Os 23 Livros Essenciais sobre Magia Liber Kaos

Liber Kaos

carroll kaosPeter Carroll, 1992

Muitas pessoas costumam usar um sistema de cores para categorizar as práticas mágicas. Se a alquimia e o hermetismo se enquadram no que muitos chamam de magia branca, enquanto o Satanismo e o Thêlema acabam recebendo, talvez injustamente, a alcunha de magia negra, poderíamos dizer que a Magia do Caos se enquadra na magia resultante do vômito ultravioleta de alguém que passou uma hora girando no mesmo lugar depois de mastigar um arco-íris.

Quando Liber Kaos foi escrito muito já havia sido comentado sobre a Magia do Caos, desta forma esta obra não chegar a ser uma novidade ou uma abordagem de um assunto inédito, mas se mostra um complemento e um aprofundamento de muitos dos conceitos já vistos, talvez o que a torne decididamente importante é o seu comprometimento com resultados. Este livro oferece um completo estudo mágico, tanto para grupos como para indivíduos, e traça os passos essenciais para a criação de um templo de estudos e práticas.

A primeira parte do livro é uma das propostas pioneiras em mostrar que a magia possui inúmeros paralelos com a física quântica e matemática da teoria do caos. Claro que este paralelo magia ciência já havia sido proposto por Eliphas Levi muito antes, e mesmo Crowley nunca deixou de flertar com o surgimento da física quântica, mas Carroll consegue ir além da mera sugestão e listas de exemplos, ele coloca isso na prática. O ponto interessante nesta parte do livro é que seu autor consegue ao mesmo tempo ser fiel a todas as antigas tradições que explicam como a magia funciona e ao mesmo tempo leva estas hipóteses a um novo patamar usando nosso conhecimento atual do mundo como um trampolim, o que nos leva, por exemplo, a questionar se não é possível fazer um ritual para influenciar o passado ou se existe alguma forma de usarmos antigas técnicas oraculares para nos comunicarmos com nós mesmos no universo ao lado.

Apesar de magicamente este livro não se destacar das outras obras do autor, ele traz um conteúdo que mostra que a magia prática não é algo que existe à parte do mundo ordinário, no qual existe grande parte da população, mas que ela é viva e tem efeitos que podem ser medidos não apenas baseados em resultados, mas como dados coletados.

No seu estilo claro e detalhado, Carroll traça um estudo matemático de tudo aquilo que é necessário para a magia funcionar corretamente. Isso é feito isolando seus principais elementos e fornecendo equações simples que descrevem suas interrelações. O resultado é o que poderíamos chamar de Engenharia mágica, uma arte que fornece um poder de controle e ajuste sem precedentes para os adeptos. Peter Carroll inclui ainda uma visão pragmática e atualizada de antigos conceitos do ocultismo, entre eles os aeons, a cosmogênese, o mundo astral e as cores da magia. Ele conseguiu criar uma obra que serve praticamente como um guia para se construir softwares que decompõe qualquer ato mágico e então oferece ao praticante uma forma de se analisar tudo o que foi feito e torna possível uma quantificação de cada componente ritualístico, para que cada magista, independente da linha que siga, possa analisar tanto o seu desenvolvimento como aprimorar os resultados de suas práticas.

Por revolucionários que sejam estes conceitos, o coração do livro está nas 26 páginas que trazem a versão completa do Liber KKK, um roteiro intensivo de práticas intensivas cujo objetivo é demonstrar como a magia pode ser explorada por meio de diversas habilidades diferentes. Ao terminar este roteiro o magista terá explorado conceitos de invocação, evocação, encantamento, divinação e iluminação. Cada uma destas práticas será explorada nos níveis da Feitiçaria, Xamanismo, Magia Ritual, Magia Astral e Alta Magia. O período mínimo para se realizar e desenvolver este roteiro é de pelo menos um ano e um dia, mas cada segundo será precioso quando o praticante puder notar, ao final do curso, cada uma das habilidades que cultivou, desenvolveu e adquiriu.

Tudo isso faz este um livro tentador não se tratando apenas de um guia de desenvolvimento mágico e de práticas, mas um manual de como se decompor fatores mágicos para que possam ser analisados, quantificados e então serem aprimorados para que o resultado final de cada ritual, trabalho e prática mágica, seja caoista, hermética, satânica, cabalista, cristã ou qualquer outra, seja potencializado ao máximo.

23 Livros Essenciais sobre Magia

Conteúdo relacionado