Ir para o conteúdo. |

  • A Empresa
  • Apoie
  • Contato
  • Seções:
siga a estrada de tijolos amarelos: Alta Magia Magia Cerimonial História da Magia Autores Notáveis do Século XVIII

Autores Notáveis do Século XVIII

Até o fim do século XVIII, a China era praticamente desconhecida do resto do mundo, ...Nesta época, este vasto império, explorado pelos nossos missionários [missionários cristãos] nos foi revelado como uma necrópole de todas as ciências do passado. Parecem os chineses um povo de múmias. Entre eles não há progresso e vivem todos na imobilidade de suas tradições, das quais muito se retiraram o espírito e a vida. [Aqui, E. Levi mostra uma visão estreita de progresso, tomando o modelo ocidental de desenvolvimento como único válido e digno de mérito]. ...A China possui um tarot ...um livro hieroglífico composto unicamente das combinações de duas figuras [linha contínua e linha partida] ...Este livro é o I-Kim [I-Ching] - atribuído ao imperador Fo-hi. ... A chave deste livro é um pentaclo conhecido pelo nome de Trigramas de Fo-hi.

Segundo a lenda... há setecentos ou oitocentos anos, o imperador Fo-hi, meditando à beira de um regato sobre os grandes segredos da natureza, viu sair da água uma esfinge, ...um animal alegórico tendo aforma mista de um cavalo e de um dragão... Seu dorso era coberto de escamas sobre cada uma das quais brilhava a figura dos misteriosos trigramas. ...Este cavalo-serpente ...iniciou Fo-hi na ciência universal. Os Trigramas serviram-lhe de introdução; ele contou as escamas do cavalo-serpente e combinou os Trigramas de tantos modos que concebeu uma síntese das ciências comparadas e unidas entre si pelas harmonias pré-existentes e necessárias da natureza. A redação das tábuas do I-Kim foi o resultado desta maravilhosa combinação. A ciência da filosofia absoluta existiu pois na China.

Disputas teológicas deram ensejo a investigações mais importantes sobre as antiguidades religiosas da China; tratava-se de saber se os jesuítas tinham razão de tolerar entre os chineses convertidos ao cristianismo o culto do céu e dos antepassados. ...Enquanto isso... imensa inquietação agitava a Europa. A fé cristã parecia a pique de extinguir-se e de todos os lados só se ouviam boatos de novas revelações e milagres. [Videntes proliferavam na Suécia] ..e a Alemanha estava cheia de novos "iluminados". O misticismo dissidente conspirava para substituir os mistérios da religião hierárquica pelos mistérios da anarquia.

Swedenborg

Swendenborg, o mais honesto e doce dos profetas do falso Iluminismo não era por isso menos perigoso que os outros. Pretender... que todos os homens sejam chamados a se comunicar diretamente com o céu é substituir o ensino religioso regular e a iniciação progressiva por ...divagações, pelas loucuras da imaginação e dos sonhos. "Vós seríeis como deuses, conhecendo tudo sem ter tido o trabalho de aprender coisa alguma; vós seríeis como reis, possuindo tudo sem ter tido o trabalho de adquirir nada." Tais são, em resumo, as promessas do espírito revolucionário... O sistema de Swedenborg não é outra coisa senão a Cabala sem hierarquia.

O meio proposto por Swedenborg para comunicar com o mundo espiritual, era um estado intermediário entre o sonho, o êxtase e a catalepsia. O iluminado sueco afirmava a possibilidade desse estado, mas não dava a teoria das práticas necessárias para a ele chegar... Um homem de gênio veio completar por uma taumaturgia natural as intuições proféticas de Swedenborg. Este homem era um médico alemão chamado Mesmer.

Mesmer

Mesmer teve a glória de encontrar, sem iniciador e sem conhecimentos ocultos, o agente universal da vida e de seus prodígios. [Escreveu Aforismos - Mémories et Asphorismes Suivis des Precédès d'Eslon - 1846.] Mesmer reconhece no ser natural duas formas que são a substância e a vida, de onde resultam a fixidez e o movimento que constituem o equilíbrio das coisas.

Ele reconhece a existência de uma natureza primeiro fluídica, universal... que, fixando-se, determina a constituição das substâncias e que, movendo-se sempre, modifica e renova as formas. Esta matéria fluídica é ativa e passiva; como passiva, atrai-se a si mesma; como ativa, projeta-se. Por ela, os mundos e os seres vivos que povoam os mundos atraem-se e repelem-se; ela passa de uns aos outros por uma circulação comparável à do sangue. Ela mantém e renova a vida de todos os seres; é o agente de sua força e pode tornar-se instrumento de sua vontade.

Os prodígos são os resultados das forças ou das vontades excepcionais. ...A doença, como todas as desordens físicas, vêm de um desarranjo do equilíbrio normal das matéria primária num corpo organizado. Os corpos organizados são simpáticos ou antipáticos uns aos outros em virtude de um equilíbrio especial. Os corpos simpáticos podem curar-se uns aos outros, restabelecendo mutuamente seu equilíbrio. Esta propriedade dos corpos de equilibrar-se uns aos outros pela atração ou pela projeção da matéria primária, Mesmer a denominou magnetismo. Mesmer provou sua teoria por obras e suas experiências foram coroadas de pleno êxito.

Não faltaram a Mesmer a sanção do ódio, a consagração das perseguições e das injúrias. Ele foi expulso da Alemanha, foi escarnecido na França... porque suas curas eram evidentes e os doentes o procuravam... Os sábios eram hostis ao mesmerismo, os religiosos alarmavam-se com os perigos da nova descoberta e os supersticiosos clamavam contra o escândalo e a magia. Nâo se iria em nome do magnetismo negar os milagres do Salvador e de seus santos? — diziam uns; o que vai ser o poder do diabo? — diziam outros.
 
 

História da Magia