Ir para o conteúdo. |

  • A Empresa
  • Apoie
  • Contato
  • Seções:
siga a estrada de tijolos amarelos: Angeologia Textos sobre Anjos Kitab Al-Jilwa: o livro da Revelação

Kitab Al-Jilwa: o livro da Revelação

al-jiwa“A humanidade esta adormecida, preocupada apenas com o inútil, vivendo num mundo errado. (...) Vós tereis um conhecimento e uma religião invertidos se estiverdes de ponta cabeça em relação à realidade. O homem enrola a rede em torno de si mesmo. Um leão despedaça a jaula”. SANAI – O Jardim Murado da Verdade. Século X.

“Ao pecador e ao viciado posso parecer mau. Mas para o bom: beneficente sou”. MIZRA KHAN, Ansari.

A obra que se apresenta é constituída de um dos textos sagrados da tribo pré-islâmica de etnia curda conhecida como Yezidis.

Muito se tem escrito a respeito deles, e pode-se salientar que tais escritos e especulações são em sua maioria, lamentáveis deturpações. No ocidente, a princípio em decorrência de alguns escritos isolados de Aleister Crowley e de alguns cristãos retrógrados, e mesmo por parte dos muçulmanos sunitas, se construiu a fama de que os Yezidis são adoradores de demônios ou, em termos superficiais, satanistas. Não entraremos em detalhes acerca disso, pois não é o escopo deste trabalho.

Adianto apenas que tal “fama” se deve ao fato de que no culto Yezidi, a principal divindade adorada, dentre outras seis secundárias, é aquela denominada MALAK TAUS, ou anjo pavão real, identificado com IBLIS na gênese islâmica, ou simplesmente SHAYTAN.

De fato, os Yezidis reverenciam esta divindade, pois segundo sua mitologia (exposta em outro livro sagrado de importância nuclear, chamado Mechaf Resh ou simplesmente “Livro Negro”) MALAK TAUS recebeu a autoridade para reger esta esfera (Terra) das mãos do próprio Criador, que após a conclusão de sua obra, ao que parece, foi cuidar de outros assuntos. Existem muitas versões, mesmo no corpo das escrituras yezidis.

Há também vários paralelismos com a literatura talmúdica, islâmica e muitos outros escritos semitas acerca dessa temática. Reportamos o leitor interessado por mais informações ao escrito conhecido como O Livro de Enoch, já publicado em português pela Editora Hemus, e ao erudito trabalho de Idries Shah, que na obra OS SUFIS (Cultrix), traz o elucidativo verbete chamado “Culto do anjo pavão real”.

O texto presente foi traduzido do inglês diretamente da obra “Devil Worship - The Sacred Books and Traditions of the Yezidiz” - Kessinger Publishing, 19971 de Isya Joseph. Admito minha ignorância acerca dos méritos intelectuais desta autora, mas posso adiantar que a tradução empreendida por ela dos textos originais é de longe mais confiável que algumas versões que circulam pela rede, e que infelizmente, tem claras conotações e interpolações propositadamente obscurantistas (leia-se: sectárias). É necessário sublinhar que o texto apresenta apenas 5 divisões simples, ou sessões, que respeitei, mas tomei a liberdade de dividir as primeiras 4 em 14 versículos cada e a última em 7, o que não altera substancialmente seu conteúdo. A linguagem também foi cuidada, por se tratar de um livro sagrado. Infelizmente não disponho do texto original, que sem duvida deve conter mensagens e códigos cifrados semelhantes ao utilizado no sistema ABJAD (código alfabético e semântico árabe semelhante a temurah dos qabalistas judeus).

Muitos adeptos do “caminho da mão esquerda” ficarão decepcionados com o conteúdo do texto, ou talvez não, pela ausência de paralelismos com as bulas tenebrosas dos satanistas mais entendidos. O dito “satanismo” dos Yezidis nada tem a ver com o satanismo ocidental moderno, e tampouco guarda conotações anticristãs (os Yezidis aceitam a figura do Cristo como aceitam as figuras de Maomé e Moisés, i.e., como profetas inspirados), apenas se reservam o direito de não submeter-se a tais doutrinas, por motivos óbvios. Outras questões como a origem dos Yezidis, ou dos baluartes da “doutrina” (Sheyks), e da figura emblemática de MALAK TAUS, serão abordadas em outra obra (a tradução do “Livro Negro”- MESHAF RESH) que já esta sendo empreendida. Até lá, espero que o leitor encontre aqui um pouco mais de informação e conhecimento acerca desta polêmica e desconhecida doutrina pré-islâmica.

IAIDA BAPHOMETO
Janeiro de 2009.

Kitab Al-Jilwa: o livro da Revelação

 

pavão-misterioso.jpgParte I


1. Eu fui, Eu sou, e Eu serei eternamente.
2. Eu detenho autoridade sobre toda criatura e sobre todas as coisas que estão à sombra do Meu ídolo.
3. Eu estou perpetuamente presente para auxiliar todo aquele que crê em Mim e Me procura e clama por Mim no tempo da tribulação.
4. Não há espaço no universo que não conheça Minha presença, pois Eu comunguei de todas as coisas que estão longe do mal, porquê sua essência não é adequada.
5. Cada Æon possui seu próprio Mestre, que governa todas as coisas segundo Meus Decretos.
6. Este ofício é mutável de geração em geração, pois os Mestres deste mundo e seus dirigentes podem delegar os deveres de seus respectivos ofícios, cada um àqueles que estão em seu círculo.
7. Eu tolero que cada um siga seu próprio temperamento, não há restrição - mas aquele que se opor à Minha Vontade, recuará em extrema aflição.
8. Nenhum deus poderá intervir naquilo que é Meu, e Eu fiz disso uma Lei Suprema a ser obedecida por todo aquele que presta culto aos deuses.
9. Todos os livros deles foram alterados, e renegados, embora tenham sido escritos pelos profetas e apóstolos.
10. Pois há interpolações, visto cada seita impor supremacia sobre as outras, apontando ardis e ansiando destruir os escritos alheios, pois a verdade e a falsidade estão diante de Meus Olhos.
11. Quando a tribulação vem, Eu dou guarida àquele que crê em Mim.
12. Ademais, Eu dou conselho àqueles que estão preparados, pois Eu os escolhi para os tempos que estão diante de Mim.
13. Eu recordo das coisas necessárias e as efetuo no tempo propício e Eu ensino e guio aqueles que seguem Minha Doutrina.
14. Pois aquele que segue Minha Doutrina, este será abençoado e regozijará em Meu sagrado êxtase.

Parte II


1. Eu resgatei o fruto de Adão, e o recompensei com um galardão que apenas Eu conheço.
2. Ademais, o poder e a autoridade sobre tudo o que há na terra, acima dela ou abaixo, estão em Minhas mãos.
3. Eu repudio a união amigável com outros povos, mas não privo aqueles que Me obedecem daquilo que é bom para todos.
4. Eu deposito Minhas coisas nas mãos destes que se esforçam e que estão concordes com Minha Vontade.
5. Eu Me manifesto de diversas formas aos que são fiéis a Mim e observam Minha Doutrina.
6. Eu outorgo e Eu revogo.
7. Eu concedo a fortuna e distribuo a miséria.
8. Eu causo a alegria e o infortúnio.
9. Eu faço todas estas coisas conforme os tempos e as estações.
10. Nada pode interferir naquilo que Eu faço.
11. Àqueles que se levantam diante de Mim, Eu aflijo com doença.
12. Mas aqueles que são de Mim, estes não morrerão como os filhos de Adão, que estão longe de Mim.
13. Ninguém viverá neste mundo um dia além do que Eu tenho fixado.
14. Se for Meu desejo, Eu mando um homem duas ou três vezes neste mundo, ou em outro, através do mistério da encarnação.

Parte III


1. Eu guio pelo caminho santo ainda que sem um livro revelado, e Eu corrijo o Meu Amado e o Meu escolhido por meios encobertos.
2. Todos os Meus ensinamentos são prontamente aplicados em qualquer tempo e qualquer circunstância.
3. Eu castigarei no outro mundo os que forem rebeldes a Minha Vontade.
4. Agora os filhos do homem não sabem o estado das coisas que estão no devir.
5. Por causa disso, eles ajuntam erros.
6. As bestas da terra estão todas sob o comando de Minhas mãos.
7. Os pássaros do céu estão todos sob o comando de Minhas mãos.
8. Os peixes da água estão todos sob o comando de Minhas mãos.
9. Todos os tesouros excelentes e coisas ocultas são conhecidos de Mim, e conforme Meu desejo, eu os tomo de um e concedo a outro.
10. Eu revelo Minhas maravilhas aqueles que as buscam, e no tempo adequado, manifesto Meus milagres a estes que se encontram preparados para Mim.
11. Mas os que estão distantes, estes são Meus inimigos, então eles se opõem a Mim.
12. Mas eles não sabem que as coisas que eles buscam fogem dos seus interesses, pois todas as coisas que são Minhas, o poder e a riqueza, estão em Minhas mãos, e Eu as dou a quem Me apraz.
13. Eu recompenso aos filhos do homem que se fizerem merecedores.
14. Assim, pois, o governo dos mundos, a transição das gerações e a mudança dos reis são desde o princípio determinadas por Minha Vontade.

Parte IV


1. Eu não darei aquilo que é Meu a outras divindades.
2. Eu permiti a criação de quatro substâncias, quatro tempos e quatro confins.
3. Porquê estas coisas são necessárias às criaturas.
4. Os livros dos Judeus, Cristãos e Muçulmanos e de outros que não são de nós, aceitai sob concessão, tanto quanto eles concordem e confirmem Minha Doutrina.
5. Tudo o que esta em divergência com o que foi dado a vós, ou for alterado, lançai fora, pois vós deveis evitar divergências.
6. Três coisas são contrárias a Mim.
7. Três coisas Eu abomino.
8. Mas aqueles que preservam Meus Mistérios, estes receberão o galardão de Minhas promessas.
9. Aqueles que são lapidados em Meu Nome, estes Eu os recompensarei em outros mundos.
10. É Meu desejo que todos os Meus adoradores permaneçam unidos e um laço de unidade, para que aqueles que não são de nós não prevaleçam contra vós.
11. Agora, então, todos vós que tem seguido Minha Lei e Doutrina, rejeitai a doutrina e a lei daqueles que não são de nós.
12. Eu não disse aquelas coisas, nem elas saíram da Minha boca.
13. Jamais pronuncie Meu Nome ou Meus atributos, para que vós não vos lamenteis disso.
14. Pois não sabeis vós o que podem fazer estes que não são de nós.

Parte V


1. Oh tu que acreditas em Mim:
2. Honra Meu Símbolo e Meu Ídolo, pois eles te fazem lembrar de Mim!
3. Observai Minhas Leis e Doutrinas.
4. Sê obediente aos Meus servos e ouça o que eles revelarem a vós acerca daquele conhecimento do invisível que eles
recebem de Mim.
5. Recebei o que é dito, e não revelai aqueles que não são de nós, e aos judeus, cristãos e muçulmanos e os outros, pois eles não conhecem a essência da Minha Doutrina.
6. Não lhes dêem vossos livros, para que eles não deturpem este conhecimento.
7. Aprenda de cor a maior parte deles, a fim de que não sejam alterados.

Tradução IAIDA BAPHOMETO