Ir para o conteúdo. |

  • A Empresa
  • Apoie
  • Contato
  • Seções:
siga a estrada de tijolos amarelos: Cultos Afros Livros Manual Vodu As atribuições dos Loas

As atribuições dos Loas

Os Loas estão classificados segundo estes 16 espaços ou níveis e têm suas funções, rituais especiais e outras operações mágicas, de acordo com estes 16 espaços. A soma dos 16 compõe um conjunto global e harmonioso que popera como uma verdadeira mandala. É preciso levar em conta que cada Loa por estar ocupando uma zona paricular da totalidade, está relacionado com os que estão nos niveis contíguos e da mesma forma com o que stá localizado na zona oposta da mandala.

O Grimorio Vudu funciona como um instrumento mágico pessoal que atua pela atividade de seus diversos componentes através da consciência do mago. Por ser um instrumento, os magos deste sistema chamam a sua representação diagramática MANDALUM INSTRUMENTUM.

O propósito do Girmorio é criar um sistema de trabalho mágico capaz de erigir um templo ao redor da consciência do mago que pode conectar sua própria realidade individual com o Todo, com a totalidade do Cosmos. Desta forma as essências divinas subjazem e dão forma ao universo e o mago as faz penetrar em sua experiência pessoal e fecham o circuito completo que é a razão da criação universal, reecontro entre a origem e seu final, a cabeça da serpente alquímica que chega a morder seu próprio rabo fechando assim o círculo cósmico.

Ao penetrar estas energias essências transcendentes no mago, este transforma a si mesmo no templo onde habita o divino. Os iniciados do Vudu, quando vão trabalhando este Grimorio, chegam a constituir uma verdadeira Ecclesia, uma reunião de adeptops iluminados que compõe a Gnosis Vudu, por isso o Vudu Esotérico está tão estritamente unido a Ecclesia Gnóstica Espiritual, cuja sede não está em nenhum lugar ou templo físico, senão no mundo arquetípico individual que os adeptos Vuduistas eregem com sua consciência espiritual.

É necessário diferenciar o conceito Ecclesia tal como é concebido aqui e o de igreja tal como é concebido pela generalidade dos iniciados. Mais adiante, quando se estudam os aspectos gnósticos relacionados com este sitema de Vudu Esotérico, se ampliarão os conceitos relacionados com este tema..

A seguir vamos apreserntar uma série de atribuições simbólicas correspondentes aos 16 espaços ou níveis deste sistema, que tornarão possível a confecção do Grimório.

Centros Exotéricos

Correspondem a partes do corpo do homem arquetípico, que o Gnosticismo chama ABRAXOS.

Este esquema do homem como modelo do universo é comum à maioria dos sistemas esotéricos. Ligam o homem como microcosmo, com o universo ou macrocosmos, dele que não é mais do que uma pequena réplica.Os centros exotéricos ou externos têm certa relação com os chacras hindus e pontos energéticos da ciência Taoísta chinesa. Têm um relação micro-macrocósmica, quer dizer, que cada centro exotérico do corpo relaciona-se com um aspecto astrológico-alquímico. Os centros são os seguintes:

I. Pé Direito – Terra de Terra – Lua em Escorpião, Câncer e Peixes.
II. Pé Esquerdo – Água de Terra – Sol em Touro
III. Joelho e coxa direita – Ar de Terra - Sol em Virgem
IV. Joelho e Coxa Esquerda – Fogo de Terra – Sol em Capricórnio
V.Base da Coluna – Terra de Água – Sol em Escorpião
VI. Palma da Mão Direita – Água de Água – Lua em Touro, Virgem e Capricórnio
VII. Palma da Mão Esquerda – Ar de Água – Sol em Peixes.
VIII. Órgãos Sexuais – Fogo de Água – Sol em Câncer.
IX. Plexo Solar – Terra de Ar – Sol em Libra
X. Pulmões – Água de Ar – Sol em Aquário
XI. Braço Direito – Ar de Ar – Lua em Leão, Áries e Sagitário
XII. Braço Esquerdo – Fogo de Ar – Sol em Gêmeos
XIII. Coração – Terra de Fogo – Sol em Sagitário.
XIV. Garganta – Água de Fogo – Sol em Áries
XV. Cenho – Ar de Fogo – Sol em Leão
XVI. Cocoruto – Fogo de Fogo – Lua em Gêmeos, Libra e Aquário


Centros Cerebrais

Trata-se de centros ocultos e esotéricos do corpo humano que são as portas de entrada às forças espirituais que provém das zonas limítrofes do Ego Transcedental ou Supraconsciência. Tratam-se de forças luminosas que afetam ao mago quando são invocadas, abrindo estes pontos ou portas para irromperem em sua consciência para dotar-lhe do poder mágico necessário para a transmutação e desenvolvimento espiritual que lhe conduzirá a iluminação. Este centros são:

I. Coração
II. Ligeiramente acima do mamilo direito
III. Ligeiramente acima do mamilo esquerdo.
IV. Centro da  clavícula
V. Zona tireóidea na garganta
VI. Zona paratireóidea direita
VII.  Zona paratireóidea esquerda
VIII. Raiz da língua
IX. Maçãs do rosto
X. Ponto central entre o o olho e o ouvido direito
XI. Cenho
XII. Ponto central entre o olho  e o ouvido esquerdo
XIII. Centro do córtex cerebral
XIV. Centro do hemisfério cerebral direito
XV. Centro do hemisfério cerebral esquerdo
XVI. Zona superior do crânio

Centros sexuais

Tratam-se de certos pontos da zona inferior do corpo que são por si próprios pontos de poder e portas de entrada das forças espirituais escuras (são provenientes das zonas limítrofes do Id), que ao irromperem na consciência do mago lhe proporcionam os poderes mágicos necessários para sua transformação interna e auto-desenvolvimento espiritual total. Estes centros são:

Para o homem.

I. Base da coluna
II. Base anal direita
III. Base anal esquerda 
IV. Reto
V. Centro no períneo entre o ânus e o ponto médio entre os testículos
VI. Fretne da base da coxa direita e equidistande do ponto médio entre os testículo e o escroto
VII. Base da coxa direita entre o escroto e a abertura anal
VIII.Testículo direito
IX. Testículo esquerdo
X. Entre os testículos e o ponto médio entre estes e o ânus
XI. Frente à base da coxa esquerda e equidistante do escroto e o ponto médio entre os testículos.
XII. Base da coxa esquerda entre o ânus e o escroto
XIII. Ponto médio entre os testículos e o ânus
XIV. Centro prostático
XV. Base do pênis
XVI. Glande

Para a mulher.

I. Base da coluna.
II. Base anal direita
III. Base anal esquerda
IV. Reto
V. Entre o ânus e o ponto médio entre a vagina e o ânus.
VI. Lado direito da vagina
VII. Entre a base da coxa direita e vagina.
VIII. Ovário direito
IX. Ovário esquerdo
X. Entre ovários e ponto médio entre a vagina e o ânus
XI. Lado esquerdo da vagina
XII. Base da coxa esquerda na vulva
XIII. Ponto entre a vagina e o ânus
XIV. Colo uterino
XV. Base do clitóris
XVI. Glande do clitóris

Cores

Trata-se de uma escala de cores que ao complementarem-se entre si simbolicamente dão aos diagramas ou Vevés uma realidade simbólica de acordo com a realidade que representam. As cores simbólicas estão relacionadas aqui com os quatro elementos. Existem duas escalas, uma Zotiriana que emprega-se com os espíritos luminosos outra Vuduísta propriamente dita que é utilizada com os Espíritos obscuros.

ESCALA ZOTIRIANA  

I. Marrom/ vermelho escuro (vermelho escuro sobre marrom)
II. Marrom/magenta
III. Marrom/laranja
IV. Marrom/púrpura

V. Azul-esverdeado/ vermelho escuro.
VI. Azul-esverdeado/ magenta
VII. Azul-esverdeado / laranja
VIII. Azul-esverdeado / púrpura
 
IX. Azul/ vermelho escuro
X. Azul/ magenta
XI. Azul/ laranja
XII. Azul/ púrpura

XIII. Cinza/ vermelho escuro
XIV. Cinza/ magenta
XV. Cinza/ laranja
XVI. Cinza/ púrpura

ESCALA VUDUISTA

I. Amarelo/ preto.
II. Amarelo/ azul.
III. Amarelo/ verde
IV. Amarelo/ vermelho

V. Azul/ amarelo.
VI. Azul/ preto.
VII. Azul/ verde.
VIII. Azul/ vermelho

IX. Verde/ amarelo.
X. Verde/ azul.
XI. Verde/ preto.
XII. Verde/ vermelho.

XIII. Vermelho/ amarelo.
XIV. Vermelho/ azul.
XV. Vermelho/ verde
XVI. Vermelho/ preto.

Direções

Trata-se da divisão do espaço em forma de círculo em 16 pontos ou direções tal como podemos fazer a partir de qualquer ponto da superfície da terra com exceção dos pólos.

I. Entre o Leste e o nordeste.
II. Nordeste
III. Entre nordeste e norte.

IV. Norte.
V. Entre norte e noroeste.
VI. Noroeste.
VII. Entre noroeste e oeste.

VIII. Oeste.
IX. Entre o oeste e sudoeste.
X. Sudoeste
XI. Entre sudoeste e sul

XII. Sul
XIII. Entre sul e sudeste.
XIV. Sudeste
XV. Entre sudeste e leste.
XVI. Leste

Números de expressão

trata-se do número de Espíritos essenciais que expressam-se em cada um dos 16 níveis. Há um total de 144 Espíritos essenciais neste sistema, que procedem do Absoluto ou Transcendência, e que se expressam através das 16 Leis ou Loas no campo mágico da consciênca do iniciado Vudu graças a suas operações rituais.

Estes 144 Espíritos ou essências, não têm nome, mas devem ser estudados por cada magista em particular. Os números que estes 144 espíritos essenciais divinos possuem (chamados também de “Os Vudu”), são importantes para a confecção do Grimorio, porque são uma referência à origem essencial desde onde canalizam-se todas as energias através do Ego Transcedental ou Supraconsciência e do Id ou Subconsciência, até o Ego ou mente do mago. Estes números são os seguintes:

I. 5
II. 9
III. 12
IV. 5

V. 2
VI. 3
VII. 3
VIII. 11

IX. 9
X. 4
XI. 4
XII. 10

XIII. 6
XIV. 7
XV. 8
XVI. 6