Ir para o conteúdo. |

  • A Empresa
  • Apoie
  • Contato
  • Seções:
siga a estrada de tijolos amarelos: Demonologia Livros de Demonologia Grimorium Verum A Lanceta

A Lanceta

Se torna necessário que o praticante tenha uma nova lanceta que deve receber a mesma conjuração da faca e do cinzel, você deve fazê-la no dia e na hora de Mercúrio, com a lua crescente, da forma descrita a seguir:

Pegue uma cabra branca e virgem, sem nenhum sinal ou imperfeição e a coloque sobre o altar de forma que a garganta fique voltada para o alto. Use sua faca para fazer um corte na garganta dela com apenas um golpe dizendo o nome do espírito que você deseja evocar. Diga, por exemplo: “Eu sacrifico você {nome do animal} em nome de {nome do espírito} e em sua honra.”

Deve ser compreendido e lembrado que o sacrificio deve ser feito sem falhas ou erro, o operador não deve dar dois golpes e sim se certificar que o animal morra com apenas um. Então esfole ele com a faca enquanto recita a seguinte evocação:

Adonay, Dalmay, Lauday, Tetragrammaton, Ancreton, Areton e todos vocês, Anjos Sagrados de Deus, se façam presentes e dêem virtude para este pergaminho, para que ele seja preservado adequadamente e que tudo que seja escrito aqui atinja a perfeição.

Depois de esfolar a pele pegue o sal, que já tenha sido muito bem moído, e, abrindo bem a pele, salguea de forma a ficar bem coberta. Mas antes disso é necessário que o sal tenha sido abençoado primeiramente da seguinte maneira:

Exorcismo do Sal

Eu te exorciso, criatura do Sal, em nome do Deus vivo, em nome do Deus dos Deuses, aquele que é Senhor dos Senhores, que toda a malícia te abandone e que sirva a nossa vontade para a criação do pergaminho virgem.

Bênção do Sal

Deus dos Deuses, Tu que és Senhor de todos os Senhores, aquele que criou todas as coisas a partir do nada e que criou o sal par ao benefício da raça humana, abençoai este sacrifício e este sal, para que todas as coisas dentro deste círculo recebam a virtude necessária para produzir aquilo que desejamos. Amém.

Isto feito, coloque a pele salgada sob os raios do sol durante o prazo de um dia. Então obtenha um jarro feito de terra cozida e ao seu redor escreva com a pena e tinta da Arte os seguintes símbolos:

Selo de Astaroth

 Selo de Astaroth

 

Selo de Belzebuth

Selo de belzebuth

 

Então encha o jarro com água benta e dissolva cal viva, quando a mistura estiver bem dissolvida coloque dentro do jarro a sua pele salgada e curtida no sol e deixei lá dentro até que o couro se separe dos pêlos por conta própria.

O Aspergimento da Água

Senhor Deus, Pai todo-poderoso, minha paz e minha vida, me ajude, Santo Pai, pois eu confio em Ti, Deus de Abrahão, Deus de Isaque, Deus de Jacó, Deus dos Anjos, Deus dos Arcanjos e Profetas, Criador de tudo, eu mui humildemente evoco Teu nome, mesmo sendo indigno de pronunciá-lo. Eu peço que Tu abençoe e consagre esta água de que modo que ela beneficie nosso corpo, através de Ti, soberbo Adonai, cujo reino é eterno.

Assim que o couro estiver pronto, ou seja, quando com um simples toque os pêlos se desprendam da pele, retireo do jarro e pele-o usando a faca de aveleira, enquanto fizer isso o operador deve recitar as seguintes palavras:

Santíssimo Adonai, embeba esta madeira de tal virtude que ela seja capaz de limpar esta pele, através de Teu nome sagrado Agason. Amém.

Feito isto a pele deve ser esfregada, aberta em uma tábua recém cortada e presa nesta posição com o auxílio de pedras vindas das margens de um rio. Mas antes diga a seguinte oração sobre as pedras:

Adonai, Deus mais forte e mais poderoso, faça com que estas pedras estiquem esta pele e remova dela toda a maldade e malícia, de forma que que, através de Teu poder, ela receba as virtudes que desejamos. Amém.

E então deixe a pele secando, mas antes de a deixar, diga a seguinte oração:

Ie – Agla – Hod – heu – he - Emmanuel

Sejam vós guardiães deste pergaminho {ou desta pele} para que nenhum espírito possa tomar posse dela.

Tendo terminado esta oração o praticante da Arte deve estender a pele ao ar livre para que ela seque. Mas deve se atentar para que ela esteja completamenta limpa e raspada; então deve aspergi-la recitando as seguintes palavras sagradas:

Em nome do Deus imortal, que Deus te aspirja e assim te limpe de toda a maldade e malícia para que que você possa ser mais branca do que a neve.

Amem.

Quando a pele estiver seca a remova da tábua, abençoe-a com uma fumigação e uma asperção e a guarde até o momento do uso. Tenha cuidado para que não seja vista por nenhuma mulher, especialmente quando estiver menstruada, pois isso faria com que sua pele perca as suas virtudes. O estudioso também deve ter em mente o tempo todo que aquele que prepara a pele como é ensinado aqui deve ser muito puro, limpo e casto. Que então ele realize uma missa da Natividade, seja no dia da celebração ou em qualquer outro dia. Ele deve notar também que todos os outros intrumentos devem estar no altar.

Da Asperção

Deverás fazer um aspersório usando ramos de menta, manjerona e alecrim, deve amarrar a todos com um barbante tecido por uma garota virgem. Use este aspersório em todas as tuas operações. É necessário que ele seja feito no dia e na hora de Mercúrio, durante a lua minguante.

Grimorium verum

Conteúdo relacionado