Ir para o conteúdo. |

  • A Empresa
  • Apoie
  • Contato
  • Seções:
siga a estrada de tijolos amarelos: Espíritos & Fantasmas Livros sobre Fantasmas Torne-se um Caça-Fantasmas por diversão e lucro Classificação das Atividades Fantasmagóricas

Classificação das Atividades Fantasmagóricas

tipos1

Até o momento discutimos a importância de uma aproximação científica ao fenômeno fantasma e como isso pode nos ajudar a montar uma base de informações baseadas não apenas em experiências pessoais, mas em dados coletados de maneira objetiva. Dedicaremos um capítulo exclusivamente às melhores maneiras de como se trabalhar com essas informações. Também demos uma olhada no que pode ser considerado um fantasma. Esses dois tópicos são fundamentais quando passamos a dividir os fantasmas em categorias.

Agora vamos introduzir mais um termo técnico para tornar ainda mais prática a compreensão deste nosso ramo de atividades: atividade fantasmagórica. Como vimos o termo atividade paranormal é de certa forma errado e apenas demonstra ignorância. Hoje podemos dizer que alguém que consegue atear fogo em coisas com a mente está realizando um feito paranormal, se descobrirmos como isso funciona, no futuro simplesmente diremos: "antigamente as pessoas achavam que criar fogo com a mente era magia ou algo paranormal e inexplicável, hoje sabemos que basta usarmos a parte X de nossa mente, nos concentrarmos no aspecto Y do objeto e então ele queima”, assim sempre que estivermos falando da ação de algum fantasma ou fenômeno que possa interessar a um caça-fantasmas vamos nos referir a ele como atividade fantasmagórica. Nós já usamos este termo antes no texto e agora vamos nos aprofundar um pouco nele.

Como veremos a seguir os fantasmas podem ser classificados de acordo com a atividade que causam, e como já vimos anteriormente não existe uma definição clara sobre o que é um fantasma, assim um caça-fantasmas na verdade é alguém que procura atividades fantasmagóricas para estudar, documentar ou interagir. Quando você houve falar de uma casa assombrada, você na verdade está ouvindo sobre uma casa onde algum tipo de atividade fantasmagórica ocorre e, como caça-fantasmas, seu objetivo é estudar essa atividade para saber com que tipo de fantasmas está lidando. Assim saber distinguir quais são os diferentes tipos de atividades ou experiências fantasmagóricas é o primeiro passo para se aprofundar ainda mais neste novo ramo de atividades, porque isso permite não apenas saber com o que você está lidando, mas também saber, de certa forma, o que esperar encontrar em determinado lugar.

Como veremos agora, algumas atividades fantasmagóricas fogem completamente da imagem que temos, algumas nem incluem um fantasma, mas uma série de eventos que podem ou não indicar a presença de algo além do ordinário no local.

Já dissemos também que, a não ser que seu objetivo seja completamente egoísta ou algo que não precise de evidências, toda documentação é fundamental, depois de anos se aventurando em campos abertos, cavernas, manicômios, casas assombradas, hospitais e até mesmo um ou dois matadouros os dados organizados nos permitiram criar alguns padrões comuns a diferentes atividades fantasmagóricas, e então os utilizamos para classificar o tipo de fantasma ligado a cada uma. Isso foi possível não apenas graças ao trabalho de um grupo isolado, mas à comparação de dados de vários grupos dentro e fora do país que chegaram a conclusões interessantes sobre o que pode causar tal tipo de atividade. Foi esse cruzamento de dados que tornou possível categorizar as atividades fantasmagóricas em cinco grupos ou tipos distintos que o caçador de fantasmas pode se interessar em pesquisar.

  1. Entidade Projeção
  2. Entidade Arauto
  3. Entidade Vagante
  4. Espectros
  5. Distorções

Vamos estudar cada um dos cinco casos possíveis.

 

Manual dos Caça-Fantasmas