Ir para o conteúdo. |

  • A Empresa
  • Apoie
  • Contato
  • Seções:
siga a estrada de tijolos amarelos: Espíritos & Fantasmas Livros sobre Fantasmas Torne-se um Caça-Fantasmas por diversão e lucro Importância da Pesquisa e do Método Científico ao se Caçar Fantasmas

Importância da Pesquisa e do Método Científico ao se Caçar Fantasmas

metodo paranormal cientificoAntes de prosseguirmos: o que motiva uma pessoa a caçar fantasmas?


Basicamente podemos definir alguns perfis de pessoas que se interessam por isso:

A) Os céticos que desejam provar para si ou para alguém que isso existe ou não de fato.

B) Pessoas que sofrem com freqüência esse tipo de atividade e desejam compreendê-la melhor.

C) Pessoas que possuem uma curiosidade séria sobre a paranormalidade e desejam se aprofundar no assunto.

D) Aqueles que por algum motivo se sentem atraídos por esse assunto e acham que isso é um passa-tempo ou profissão divertida.

E) Pessoas religiosas ou espiritualistas que desejam ter um contato maior com o "outro lado".

F) Magos, ocultistas ou praticantes de artes herméticas e esotéricas que desejam dar um passo a mais em suas práticas.

G) Pessoas que por um motivo ou outro desejam informações dos espíritos.
 
H) As pessoas de bom coração que acreditam que espíritos são mentes atormentadas e precisam de ajuda para compluir algum assunto inacabado para então seguir para o outro lado.

I) Ajudar pessoas que tenham algum dos objetivos acima.

J) Criar uma forma de renda ajudando pessoas que tenham algum dos objetivos acima.


Existem muitos outros motivos, mas esses cobrem a maioria. Você se enquadra em algum desses, de uma forma ou de outra?

A única maneira de ter sucesso em uma caça é definir muito bem qual é sua presa. Caso seu objetivo seja aprender a detectar um fantasma para então conversar com ele, ou conseguir informações (ex: "vovô, onde o senhor escondeu os milhões em ações ao portador?", "Onde estão os corpos das pessoas que você matou?", etc.) o resultado das conversas e a acuidade da informação é o que interessa. Se você busca fulano para saber onde ele enterrou o dinheiro que roubou do banco e com a resposta que obtém encontra o dinheiro, ou então busca um traficante morto para saber onde ele escondia as drogas, não existe a necessidade de registrar detalhes irrelevantes. Se o fantasma diz que o baú com o dinheiro está escondido debaixo da escada, enterrado debaixo do assoalho e você cava e o encontra, essa é a única prova de que você precisa de que falou com um fantasma. Mesmo que você seja esse tipo egoísta e aproveitador/a temos boas notícias, esse manual vai te ensinar a fazer isso ou a aprimorar suas técnicas de coerção e interrogatório de fantasmas.

Por outro lado, é importante notar que a não ser que seu objetivo seja uma resposta pragmática de um espírito é interessante e importante que haja registros objetivos além de suas impressões subjetivas. Você vai achar extremamente valioso qualquer registro objetivo para complementar suas experiências.  Por este motivo, é recomendado que toda pesquisa de campo deva ser acompanhada de uma ficha para estudo e posterior catalogação. Ela dará ao pesquisador subsídios mínimos para entender sua presente situação.

A seguir um modelo útil de como esta ficha pode ser construida:

1 - Primeiro Contato (Humano).

- Nome
- Idade
- Sexo
- Ocupação
- Estilo de Vida
- Atitude (Crença) para com o paranormal
- Qualquer experiência paranormal prévia
- Telefone/Endereço de contato

- Há qualquer um dos envolvidos que não tenha experimentado nada nesta situação? (use folhas separadas para pessoas adicionais)

2 - Lugar

- Local da manifestação (ex.= casa, fabrica, bosque, etc.)
- Qualquer detalhe estrutural relevante? (cursos de água, linhas de poder, ângulos estranhos, porões, fama ou caráter do edifício, etc..
- Quanto tempo você usou ou visitou este lugar, e para que?
- Qual é o histórico da ocupação deste lugar?
- Existem histórias prévias de eventos paranormais?

3 - Entidade

- Localiza-se em um só lugar? Qual a extensão da amplitude de seus movimentos?
- Há quanto tempo existe conforme seu conhecimento?
- Que tipo de atmosferas cria ou responde? (medo, solidão, etc..)
- Como se manifesta? (forma, sensação, temperatura, etc...
- O que faz? ( lança coisas, espreita, arranha, puxa cabelo, grita, etc..)
- Você a descreveria como perigosa, insana, cruel, acolhedora, timida, etc, ?
- Com que freqüência se manifesta?
- Existe qualquer razão para suspeitar que seja uma brincadeira ou truque?
- Existe qualquer razão para suspeitar que seja uma manifestação genuína?
- Você já tentou qualquer método de interação? (incluindo médiuns, padres, etc?)
- Você quer removê-la, faze-la descansar ou simplesmente investigar?

Manual dos Caça-Fantasmas