Ir para o conteúdo. |

  • A Empresa
  • Apoie
  • Contato
  • Seções:
siga a estrada de tijolos amarelos: Jesus Freak Cristandades Os Santos Mais Estranhos de Todos os Tempos São Julião

São Julião

São JuliaoA história de São Julião é contada nos vitrais da catedral de Notre Dame. Ela começa onde geralmente terminam os contos de fada, quando este nobre já vivia feliz 'para sempre' em um castelo com sua princesa. Conta a tradição que um dia estava caçando e encontrou um animal fantástico: um cervo falante com rosto humano. Narrativas mais recentes dizem que foi um sonho, mas as antigas simplesmente contam que ele o encontrou na floresta e em vez de o levar para o circo e fazer uma... grana ele simplesmente matou o animal. O ser o amaldiçoou: "Você será o assassino de seus pais". Ele riu dizendo que isso era impossível, mas até ai.. ele estava conversando com cervo de cabeça humana.

Anos depois voltando a noite irritado de uma caçada improdutiva ele encontrou outro homem em sua cama com a mulher. Tomado pela ira atravessou ambos com sua espada. Quando abriu as janelas para a luz da lua entrar viu que o homem era seu pai e a mulher era sua mãe. Sua esposa havia os acolhido em uma visita que resolveram fazer dando a eles o quarto principal para passarem a noite.

O casamento não resistiu ao duplo homicídio. A esposa mudou-se para um convento e Julião o caçador virou Julião o hospitaleiro. Ele tentou corrigir sua terrível falta de hospitalidade usando todo seu dinheiro para criar e manter um hospital para atender os peregrinos. Passou o resto da vida fornecendo abrigo, refeições, roupas, mapas e orientações aos viajantes perdidos de Roma. Ele também se preocupava em levar entretenimento a eles trocando comida por apresentações com artistas circenses e palhaços sempre que estes surgiam na cidade.

Em uma madrugada de inverno Julião deu sua própria cama para um peregrino tão maltratado pela lepra que nenhum dos outros doentes queriam sua compania. Julião abriu espaço para ele em sua própria cama e quando isso aconteceu o leproso transformou-se em um anjo e lhe disse que Deus estava satisfeito com sua vida. Neste momento Julião finalmente atingiu a redenção que tanto procurava, mas convenhamos, há algo de eternamente perturbador em ser o santo patrono oficial dos assassinos e dos palhaços ao mesmo tempo.