Ir para o conteúdo. |

  • A Empresa
  • Apoie
  • Contato
  • Seções:
siga a estrada de tijolos amarelos: Magia do Caos Livros Caóticos Caos Instantâneo Modelos mágicos

Modelos mágicos

O modo como a mágicka geralmente é conceitualisada muda com as trocas de paradigmas gerais. Até bastante recentemente (em uma faixa histórica larga), os magos subscreveram ao Espírito um 'Modelo de Mágicka' que basicamente diz que ou Outros Mundos são reais, e são habitados por vários panteões de entidades discretas - elementais, demônios, anjos, deusas, deuses, etc. A tarefa do mágo ou xaman era então desenvolver (ou herdar) um mapa rodoviario para o Outro Mundo. Tendo feito isto, eles tinham que interagir com estes espíritos de um determinado modo, conseguir com que eles executassem sua vontade.

Assim os clérigos rezam, xamans se entopem de cogumelos sagrados, índios gemem para seus deuses, místicos invocam entidades e demonologistas ameaçam entidades em submissão trovejando pedaços do Antigo Testamento.

Lá pelo Décimo oitavo Século do que ficou conhecido como calendário Juliano, a ascensão da Ciência, a idéia de 'Magnetismo Animal' surgiu no Oeste e foi a primeira manifestação de um 'Modelo de Mágicka' naquele contexto. Este modelo coloca ênfase na presença de 'energias sutis ' que podem ser manipuladas por várias técnicas. Ao longo do tempo vieram variações', Luz Astral & Ectoplasma, formas cocidentalizadas do que já era no oriente conhecido como Prana, e que eventualmente recebeu o nome de energia Reich.

O próximo desenvolvimento veio com a popularização da Psicologia, principalmente devido às modas passageiras da Psicanalíses de Freud, o Jung . Durante esta fase, os Outros-Mundos se tornaram os Mundos Internos, e os demônios fizeram as malas e mudaram do Inferno para o Inconsciente, os sonhos eram então reflexos da mente.

Para alguns estudiosos mais recentes deste modelo, as lâminas do Tarô, um sistema mágico-divinatório é uma ferramenta de 'transformação pessoal", da mesma maneira que os deuses e deusas vieram a ser vistos não como 'entidade reais', mas símbolos psicológicos ou arquétipos.

O paradigma para o futuro parece ser o "Modelo Cibernético" , já que nós estamos nos tornando uma cultura baseada na informação. Neste modelo Mágicka é um jogo de técnicas para despertar uma tempestade neurológica no cérebro que provoca flutuações microscópicas no Universo que conduz eventualmente a mudanças macroscópicas - conforme o intento do mágico. Veja "Teoria do Caos" , O "Efeito de Borboleta", etc.. Outra manifestação da vinda do Modelo Cibernético é a afirmação da Nova Era onde cristais funcionam como "chips de computadores".

Cada modelo em particular tem seus próprios encantos, assim como explicações ou contradições para qualquer um dos outros modelos. Muitos livros de ensino oculto contêm elementos do Modelo Espírito, Energia, e modelos Psicológicos que trabalham em harmonia.

Cientistas só tendem a aceitar algo se uma razão 'científica ' pode aceitar isto. Um exemplo bom é a Acupuntura que até recentemente foi explicado usando o Modelo de Energia, e era negado pela medicina até que alguém propôs excitação de Endorfina. Agora a maioria departamentos de fisioterapia de hospitais têm um jogo de agulhas.

Ainda hoje alguns magos tendem a aderir a um modelo favorito, é útil alternar entre eles conforme a situação. O modelo de Espírito, sendo, sem dúvida o mais velho, pode responder por quase qualquer aspectos da mágicka. O modelo Psicológico, ainda sendo útil por ter olhado a mágicka como um processo para desenvolvimento pessoal, tem dificuldade com aspectos dos xamans tribais que amaldiçoam os ocidentais que não acreditam em sua magia.

Quando você perceber que está gastando mais tempo defendendo seus modelos, em lugar de os questionar, então você sabe que é hora de mudar de realidade... informe área 101, setor 23 - Transporte em 5 minutos.

Caos Instantâneo