Ir para o conteúdo. |

  • A Empresa
  • Apoie
  • Contato
  • Seções:
siga a estrada de tijolos amarelos: Magia do Caos Rituais Caóticos Rito de Mercúrio

Rito de Mercúrio

MercúrioOs vários deuses do arquétipo mercurial, Thoth, Hermes e o próprio deus romano, Mercúrio, são a representação do protótipo do mago e do embusteiro. Este arquétipo é, tradicionalmente, ligado à escrita, à fala e ao desenvolvimento do pensamento e do intelecto. Mercúrio é, assim, o patrono dos homens de negócio, médicos, ladrões, matemáticos, trapaceiros, acadêmicos, escritores, cientistas e magos. Contudo, muitos magistas tendem a negligenciar o trabalho direto com esta forma de consciência, presumivelmente por considerarem que este é um ponto adequadamente representado em todo o seu trabalho. Quando é realizado um trabalho puramente mercurial, normalmente o é como um prelúdio a algum tipo de operação divinatória. Ainda assim, uma vez que a qualidade básica do arquétipo é o intelecto, no sentido de agilidade de pensamento mais do que de sabedoria (seja lá o que isso possa ser), uma verdadeira invocação da diversidade de Mercúrio deveria ter como seu objetivo primeiro o "aumento da inteligência".

A educação convencional, com a sua ênfase na aquisição de conhecimento e técnicas concretas, só consegue formar habilidades do pensamento por acidente e a maioria das pessoas saem dela tão tolas quanto quando entraram, em todos os sentidos. O truque básico de pensamento rápido efetivo é, paradoxalmente, não pensar sobre o pensamento. Mais do que isso, é necessário deixar o pensamento se alvoroçar espontaneamente, sem deliberação incômoda. Naturalmente, as ferramentas do pensamento, tais como o depósito de memórias, idéias e palavras, também devem estar presentes; um certo automatismo é requerido se você deseja ser surpreendido por sua própria criatividade. A maioria das pessoas podem jogar e apanhar uma bola, ações que demandam cálculos tremendamente complexos em curvaturas espaço-temporais de quatro dimensões , que assim mesmo, são experimentadas como sendo fáceis. Uma deliberação consciente, contudo, reduziria esta tarefa a algo quase impossível.

O truque de não pensar sobre o pensamento é, basicamente, o mesmo truque de "destreza da mente" geralmente usada em magia. Deve-se cultivar aquele estado de não-mente no qual surge o pensamento pré-verbal, seguido pelo pensamento verbal e concluido pelo surgir da fala em uma seqüência intacta e inspirada. A maioria, se não todas, das idéias mais brilhantes vêm à tona quando o pensador, tendo exaurido as possibilidades de deliberação consciente, mergulha em vacuidade parcial e relaxamento e se surpreende com um "insight" repentino. Uma das razões pelas quais a conversa com outra pessoa é freqüentemente mais frutífera que o pensamento solitário, é porque o período em que se escuta, força a um momento de vacuidade passiva do ouvinte.

O Rito de Mercúrio, apresentado a seguir, foi concebido para implantar e desencadear a técnica de permitir o pensamento automático através da não-mente. Depois dos passos preparatórios, é a primeira invocação gnóstica aprofundada pelo breve brado enoquiano, seguido pelo mantra "I", por uma expiração completa. Os participantes, então, mentalmente adicionam uma coluna ou fileira de uma ampla representação do quadrado mágico de Mercúrio, buscando com esforço, permitir os números caírem para um total de 260.

Os participantes, então, dobram as palmas das mãos, simbolizando as pontas das asas do caduceu, sobre os olhos (que devem estar fechados), buscando uma total vacuidade mental por alguns segundos, antes que o refrão em enoquiano comece novamente para sinalizar com a volta da postura retilínea do caduceus e trabalhar com o grupo de números seguinte.

Isso deveria ser realizado num mínimo de oito vezes, ainda que as seqüências de 16 ou 32 adicionais possam ser executadas, começando com os números mais exteriores e adicionando em direção ao lado oposto do quadrado.

Preparação: Uma ampla representação do quadrado mágico (kamea) de Mercúrio deve ser preparada e exposta proeminentemente. Os participantes podem tomar doses moderadas de estimulantes, se desejado. Alucinógenos devem ser evitados.

85859546263149151452534110564123224445191848323435292838392540262737363031331747462021434224955541213515046642361606757

Declaração de Intento

É nossa vontade invocar a consciência de Mercúrio para o aumento da inteligência.

Oito notas podem ser tocadas em algum instrumento.

Os participantes devem adotar a Postura de Caduceu, visualizando-se como um caduceu vivo enquanto a primeira Invocação é realizada.

A Primeira Invocação

Nós que vivemos por nossa sagacidade e intelecto
Te invocamos, ó relâmpago da mente
Mercúrio! Mercúrio! Espírito dos pensamentos ágeis
Patrono daqueles que escrevem ou furtam
Tu, cientista e mentiroso arquetípico
Te invocamos, Mercúrio
Te invocamos
Patrono da Medicina, da Magia e dos Negócios
Tu, Erudito, Escriba e Orador
Leva-nos adiante com pensamentos velocíssimos
Nossas mentes fluidas como vapor, afiadas como navalhas
Te invocamos, Mercúrio
Te invocamos
Leva-nos adiante com velocidade alucinante
Rápido, rápido, ainda mais rápido
Possamos nos tornar o Caduceu Mercurial
As serpentes enroscadas do conhecimento
Um cérebro alado voando em meio uma tempestade mental
Liberta! Liberta!
A Consciência Relâmpago!


O refrão enoquiano é declamado:

Z O D A C A R E ! V A P A H C A B Z O D O N G
M A N I N M A L P I R G E S A L B R O X
G M I C A L Z O M A A N A N A E L

Deve-se realizar o mantra "I", em uma expiração completa. A coluna ou fileira de números é somada mentalmente até 260. As 'asas' são dobradas, com as pontas cobrindo os olhos, por uns poucos momentos de completa ausência da mente.

As asas são desdobradas e os dois passos anteriores são repetidos por um número de vezes previamente combinado.

A segunda Invocação é proclamada, com os participantes na postura de Caduceu, com os olhos fechados, e visualizando-se como caduceus com serpentes desenroladas.

A segunda Invocação

Possuímos cognição
Estou liberto!
Liberto!
Sou o relâmpago da mente
Sou a emoção do pensamento veloz
Eu, Mercúrio, o espírito da genialidade
Estou liberto com a língua de prata
Estimulado pela velocidade alucinante
Sou rápido e sou afiado
Sou todo sagacidade e intelecto
Sou a dardejante mente veloz como a luz
Mais rápida, mais rápida, cada vez mais rápida
Apareço de repente dentro do pensamento
Eu, Mercúrio, o duende veloz
Liberto a consciência relâmpago
Me torno o Caduceu
Um cérebro alado voando em meio a uma tempestade mental!


Gargalhadas, Ritual Gnóstico ou outros rituais de banimento para encerrar.

por Peter Carroll