Ir para o conteúdo. |

  • A Empresa
  • Apoie
  • Contato
  • Seções:
siga a estrada de tijolos amarelos: Miscelânia Textos Diversos É preciso ouro para fazer ouro

É preciso ouro para fazer ouro

 

Ouro BarraOuro é um dos elementos mais básicos da química e conhecido desde a Antiguidade. De cor amarela, transição brilhante, é um metal pesado e dúctil, símbolo atômico é 'Au' e número atômico 79. Suas principais características são de ser um material maleável, inerte e de tornar todos os seus sonhos realidade.  Neste capítulo da Fúria Periódica vamos tentar explicar porque você deveria ter um baú cheio dele.


Se podemos dizer uma coisa sobre o Ouro é que não tem o bastante para todo mundo. A ocorrência do ouro na crosta terrestre é de 0.0025 partes por milhão. Se juntarmos todo ouro que foi extraído até hoje teríamos apenas um cubo de aproximadamente 20 metros. Ou seja, todo ouro que a humanidade já viu, desde a época das pirâmides, caberia com ampla sobra dentro da Torre Eiffel. E mesmo hoje com as avançadas técnicas de mineração a produção anual de ouro por todas as empresas do mundo todo é equivalente apenas um cubo de 4.3 metros que caberia em qualquer garagem.

 

Se podemos dizer outra coisa sobre o ouro é que o ouro dura. Sendo um elemento inerte ele não interage com outros elementos e componentes químicos. Não será portanto corroído nem pelo ácido mais forte e possui resistência a oxidação, ou seja, não enferrujará. Então se você pegar uma grama de ouro e enterrar no seu jardim, daqui a um milhão de anos você terá uma grama de ouro.


À temperatura ambiente, o Ouro apresenta-se em estado sólido e puro e em forma de pepitas e depósitos aluviais. Contudo, o ouro puro é demasiadamente mole para ser usado, por isso, é, geralmente, endurecido, o que pode dar origem a três tipos de ouro. O mais comum e também o mais procurado é o ouro amarelo, no qual os elementos adicionais são o cobre e a prata. Por sua vez, o ouro branco, para além do ouro amarelo, contém também os chamados metais brancos, como é o caso, da prata, do paládio ou do níquel. E quanto ao ouro vermelho, este trata-se do ouro amarelo em conjunto com cobre, prata e zinco.

 

Para saber quanto ouro tem no seu ouro, usasse uma medida de pureza conhecida como Quilates, que funciona com base numa divisão de 24 partes. Ouro 1 quilate, também chamado de ouro 46, significa que você tem 1 parte de ouro para 23 partes de outros metais. Ouro 25 quilates portanto é algo que não pode existir.

 

A raridade e durabilidade deste elemento, assim como a facilidade de ser moldado fez com que desde que há pelo menos cinco mil anos o ouro fosse utilizado como moeda de troca em várias partes do mundo. Se você é um viajante do tempo é uma boa ideia levar algumas gramas com você onde quer que você vá. No entanto, só em finais do século XVIII é que ele adquiriu um estatuto monetário universal. As aplicações industriais, em especial no campo da eletrônica fez com que seu valor aumentasse ainda mais na era moderna.

 

 

Porque comprar ouro?


Ouro é medido e precificado usando Onças ou Gramas. Como um exemplo da capacidade do ouro de guardar valor, considere apenas que a dois mil anos atrás uma onça de ouro podia "vestir um homem com muita pompa" segundo contam os registros arqueológicos . Hoje esta mesma onça de ouro ainda poderia vestir um homem com um bom terno, camisa, gravata, cueca, meia, cinto e um bom par de sapatos. Com uma grama de ouro você poderia fazer uma excelente refeição hoje ou um milênio atrás. O cardápio e a moda mudam, mas o poder de compra do ouro permanece.

 

O Ouro já foi chamado de "Barômetro do medo." Quando as pessoas ficam ansiosas sobre a economia eles se voltam para o ouro, o que faz seu preço subir. As duas coisas principais que fazem uma pessoa fica ansiosa sobre a economia são a deflação e a inflação. Algumas pessoas acham que deflação é queda de preços e inflação alta dos preços,mas estes são só sintomas. A raiz da alta e da queda contínua é a falta ou excesso de dinheiro circulando. Ouro possui a admirável qualidade de armazenar valor tanto em tempos de inflação como de deflação. Sua qualidade inerte é tão eficiente ao mercado quanto ao ácido sulfúrico.

 

Em termos de investimento, a maneira correta de se pensar no ouro é como um seguro. Ouro consegue armazenar valor independente das condições econômicas. Diferente de ações e títulos do governo, ouro sempre mantém seu valor. O uso mais importante do ouro é o de ser a garantia do tesouro do seu pais contra o mero papel representado pelo dinheiro. Quase todo pais passou por alguma crise financeira nos últimos cem anos. Aqueles que tinham sua riqueza em ouro sobreviveram.

 

Então, pense no ouro como um seguro. Não como uma forma de "fazer dinheiro". Não entre no jogo do mercado. É melhor comprar ouro em pequenas quantidades regularmente, mensalmente por exemplo. A porcentagem do total de sua riqueza convertida em ouro é uma decisão pessoal e depende de sua situação em particular. 10% é uma meta conservadora. Em tempos de incerteza a porcentagem deve subir.

 

Não se preocupe se conseguirá vender o ouro se as coisas piorarem. Ouro é facilmente reconhecido e valioso em qualquer lugar do mundo. É mais fácil vender ouro do que comprá-lo.  Para resumir, ouro é um seguro contra tempos de incerteza econômica. Ouro pode protege-lo contra deflação e inflação. Todo mundo deveria ter parte de suas posses em ouro se possível.

 

 

Porque o preço do ouro não bate com o índice?


Quando você começa a se interessar pela compra de ouro você pode se perguntar porque há diferença entre os preços de um vendedor para outro.

 

Em primeiro lugar o preço do ouro que aparece nos jornais é o valor de uma onça de ouro, aproximadamente 31 gramas. Este é um preço geralmente fixado pelo mercado e pode ser consultado em diversas páginas pela internet. Mas além desta variação de preço da onça de ouro os valores disponíveis sempre parecem estar acima do estipulado pelo mercado. Digamos que a onça de ouro hoje esteja $787,50. Você encontrará vários negociantes com preços em torno de 830.80 a onça. Poderá pagar $832 por um American Gold Eagle de 1 onça, ou $826.90 por uma Barra de uma onça da OM D.T.V.M, ou mesmo $819.00 por um Krugerrand Sulafricano, também de uma onça. Sendo que cada uma contêm a mesma quantidade de ouro, porque esta variação?

 

Existem muitos outros fatores envolvidos na hora da precificação de uma moeda de ouro, e tradicionalmente os vendedores cobram o chamado "coin premium.". Se ele vendesse a moeda, pelo preço exato da onça, não haveria como cobrir os gastos de manufatura, fretagem, impostos e seguro, sem mencionar é claro as margens de lucro do vendedor.

 

O mercado de ouro afinal, não é diferente de uma indústria de comida ou de roupas. Cada pessoa ou empresa envolvida na cadeia de compra desejará cobrir seus gastos e garantir seu próprio lucro. No caso das moedas existe ainda o fator raridade, que por ser de importância aos colecionistas também acaba mudando o preço do o produto.

 

Como investir em ouro?


Além do poder de reserva de poder de compra o ouro passa historicamente por uma lenta mas constante valorização. A razão é simples, o número de pessoas cresce em escala logarítmica, mas a produção anual de ouro se esforça para conseguir manter os 4 metros cúbicos que mencionamos acima. Assim, o investimento em ouro é em geral um investimento de longo prazo, ou seja de retorno esperado entre cinco e dez anos ou mais. O gráfico abaixo mostra o preço do ouro em dólares desde 1973 até 2011.

 

 

Cotação do Ouro

 

 

Uma onça em 1973 valia $64 e agora vale $900. Isso representa um "retorno sobre o investimento, maior que 1000%. Se formos computar os dados apenas a partir do ano 2000 ainda assim podemos afirmar que o ouro deu um retorno maior do que qualquer investimento em ações.

 

Além disso ao analisar o mercado algumas pessoas podem fazer boas decisões de compra e venda e lucrar no longo prazo também. Análises de gráficos e de fatores macroambientais podem ajudar a apontar alguma tendência a ser aproveitada. No Brasil, o preço do ouro é calculado a partir do valor negociado em Nova York, este por sua vez calcula o valor baseado nos números das 30 maiores empresas do ramo.

 

 

Que tipo de ouro comprar?


O valor do Ouro tem consistentemente se elevado nos últimos anos e há poucos indicativos de que isso vá mudar. Vivemos em um mundo tão estranho que você precisa de papeis tanto para provar que nasceu como para limpar a bunda. Existe uma diversidade de opções a disposição de quem quer comprar, vender e manter ouro de papel também. Mas este tipo de ouro não será muito útil no caso de uma invasão zumbi ou da terceira guerra mundial:

 

Ouro BMF: São certificados que representam uma parte do ouro guardado no cofre de algum banco. Ao comprar uma quantidade específica você recebe um certificado. Como acontece com todo commodity, o preço do ouro é alvo de flutuações o valor do certificado acompanha estas mudança, podendo valorizar ou desvalorizar. A desvantagem desta opção é que é considerado um investimento e portanto paga impostos na realização de lucros e nos ganhos de capital.

 

Ações de Mineradoras: Outra opção é comprar ações do mercado extrator de ouro, ou seja, investir em mineradoras. Neste caso, leve em consideração que o lucro dependerá de muitos outros fatores além do valor do ouro. Uma mineradora deve produzir uma certa quantidade de ouro de um dado jazigo e é isso que lhe dá valor. Se a mina supera as expectativas o valor da ação tende a crescer. Mas se a mina se esgota antes do tempo, então o preço da ação tende a cair rapidamente. Mesmo o câmbio da moeda do país onde a mineradora se encontra pode causar uma queda ou alta do valor de seus papéis, entre muitos outros fatores.

 

 

Ouro Futuro: O Ouro Futuro é outra opção. Normalmente esta é a alternativa predileta dos grandes especuladores internacionais e experts do mercado, sendo raramente a opção do investidor pessoal. A razão é simples: o Mercado Futuro lida com um cenário cheio de perigos e incertezas e é muito fácil perder um monte de dinheiro em negociação de futuras de ouro. Se vale o conselho, esta alternativa fica melhor na mãos dos especialistas.

 

Ouro Físico


Se por outro lado você quer sentir o peso do ouro nos bolsos e tem interesse em comprar comida e remédios em cenários apocalipticos, o Ouro físico, como barras, moedas e ouro laminado são algumas opções:

 

Moedas de ouro: Uma das vantagens é que as moedas de ouro geralmente possuem uso legitimado em seus países e assim não são tributadas. Além disso são fáceis de transportar e armazenar e também fáceis de alienar ou vender. A desvantagem é que muitas vezes você vai pagar a mais pelo valor de colecionador, próprio das cunhagens comemorativas.

 

Joias de Ouro: Embora seja a primeira ideia que venha a cabeça das pessoas, devemos lembrar que o valor da joia é sempre muito superior ao valor do ouro nela contida. isso porque pagamos também pelo trabalho artístico e luxuosidade envolvida na compra. Esta é uma opção para decoração e presentes, nada mais.

 

Barras de ouro: Assim como as moedas são fáceis de transportar, armazenar e vender também. Certifique-se de adquirir apenas barras cunhadas pelo governo ou por alguma grande empresa do setor. Uma consideração quanto as barras é que podem haver tributações dependendo da finalidade declarada da sua compra. Ao comprar barras de ouro lembre-se que há um aumento no preço, acima do preço do ouro no mercado, isso é normal e esperado já que o vendedor ou fornecedor precisa para pagar as despesas de análise, certificação, cunhagem, etc. No entanto, com o aumento constante no valor isso raramente chega a ser um problema.

 

Ouro Laminado: Outra boa opção que também tem muitas vantagens. O grande diferencial do ouro laminado é que ele pode ser adquirido em praticamente qualquer gramatura. A desvantagem é que ela precisa vir acompanhada de alguma certificação lacrada que legitime seu valor na recompra.

 

Onde comprar ouro?


Decidir onde você comprará ouro físico é uma decisão importante também. O conhecimento que você precisa para achar o melhor vendedor consiste em um conhecimento geral e específico sobre o ouro em si.


Use a mesma aproximação do bom senso que você usa para fazer qualquer compra importante. Depois de determinar o que você quer comprar, faça uma lista de vendedores potenciais. Em seguida entre em contato com eles pedindo mais informações. Estas informações incluem o endereço e os dados para contato sejam eletrônicos ou físicos. Em seguida liste alguns critérios que serão usados para eleger os três vendedores principais. Estes critérios podem ser:

 

  •  Quanto tempo esta empresa está no mercado?
  •  Quais são seus termos e condições de pagamento?
  •  Qual sua política de recompra?
  •  Seu preço é atrativo e de acordo como mercado?
  •  Qual a sua segurança durante a transação?
  •   A empresa é recomendada por pessoas que você conhece e confia?
  •   O vendedor é algum cigano de Wall Street ?

 

Em seguida faça sua própria comparação entre as empresas pesquisadas para eleger as três mais adequadas. Use a internet, o contato direto e principalmente a experiência de outras pessoas com estas empresas. Não tenha medo de dizer claramente as companhias que você as esta avaliando e gostaria de ter algumas respostas as suas perguntas. É importante encontrar nestas empresas uma pessoa que seja o seu contato principal. A esta altura você já estará apto a escolher duas entre as três empresas.


Uma abordagem é fazer uma compra pequena de teste em cada um dos vendedores potenciais. Outra alternativa é comprar cada mês de uma companhia diferente. De qualquer forma, considere todos os custos envolvidos em sua aquisição, incluindo, taxas, fretes e seguros antes de completar a transição. Baseado em sua experiência você encontrará boas empresas para comprar ouro. Idealmente você deveria tentar construir uma relação de longo prazo com uma boa empresa.


Aqui estão algumas coisas que você deveria ter em mente ao comprar ouro:

Procure por lojas perto que você possa visitar. Busque ouro cunhado pelo governo ou empresas sólidas. O Mercado Livre pode ser uma opção, especialmente se você possui interesse em colecionismo. Conforme o ouro se tornar popular veremos mais e mais anúncios de produtos do ouro. Seja muito cuidadoso sobre estas ofertas e lembre-se do processo acima. Se parece bom demais para ser verdade provavelmente é mesmo.

 

Como testar se o Ouro é de verdade?

 

Você finalmente tem o ouro em mãos e agora só precisa ter certeza de que não foi enganado. Existem várias técnicas para se testar se uma dada amostra é mesmo feita de ouro, ou apenas é aparente ou meramente banhado.

 

Antigamente, as pessoas cheiravam o ouro porque se ele apresentar nenhum cheiro tem grandes chances de ser ouro, já que não impregna facilmente. E quando detectavam algum aroma, mesmo metálico desconfiavam de que não fosse o que parecia.


O ouro puro é encontrado na natureza, ele tem uma consistência próxima à do chumbo. Por isso ao mordermos , nossos dentes terão dureza suficiente para marcá-lo, daí o teste da mordida visto nos filmes.


Existem também outros minérios de cor amarela, como a pirita, que é sulfeto de ferro, e é chamada de ouro de tolo, por ter um valor muitíssimo baixo e muitas vezes consegue enganar garimpeiros desavisados, que acreditam terem descoberto ouro. A dureza da pirita é muito maior do que a do ouro, é impossível marcá-la com os dentes.


O ouro, quando combinado com outros metais, como platina, cobre, níquel, ferro, prata e ainda outros, tem sua dureza aumentada, e estas ligas são usadas pelos joalheiros para ser possível criar peças utilizáveis. Não dá para fazer artefatos com ouro puro, pois pela sua falta de resistência mecânica, elas logo iriam se deformar com um mínimo de pressão sofrida.


Estes artefatos ganham uma dureza maior do que a dos nossos dentes, desta forma, fica impossível riscá-los somente com uma mordida.


Outro método possível é medindo a densidade da sua amostra. Sabemos que o ouro tem uma densidade de 19,3 g/cm³. Ou seja, basta calcular o volume dividindo o peso (massa) pelo volume da peça e compara com a densidade do ouro. O ouro é um metal pesado, se der menos do que o esperado, desconfie.

 

Ainda assim, a falsa barra de ouro pode pesar o mesmo que uma normal se for feita de tungstênio no seu interior. Por isso peça/faça um teste de condutividade elétrica e/ou térmica do metal principalmente se for comprar em grandes quantidades, em sua presença naturalmente.


Além disso, fique de olho no preço que estão cobrando pela peça. Se o valor estiver muito abaixo do de mercado, desconfie. Quando falamos de ouro se é bom demais para ser verdade, provavelmente é falso mesmo.

 

Como esconder seu ouro?

 

Conforme o cenário internacional fica mais e mais caótico e a crise dá sinais de que chegou para ficar, mais pessoas se refugiam no ouro como forma de entesourar suas posses dos efeitos maléficos da inflação galopante de do deflação inexorável. E conforme as pessoas perdem sua confiança nas instituições cresce também o número de pessoas que opta pela compra de ouro físico. A febre do ouro chegou ao ponto de que o artigo mais comentado da Bloomberg ser o de Ben Steverman no qual escreveu: "Se você está procurando um lugar seguro para colocar seus investimentos, Chad Venzke tem uma sugestão: cave um buraco no jardim de cerca de 1,2 metros de profundidade, embale seu ouro e prata em plástico, sele-o e enterre-o. Dificilmente Venzke é a única pessoa que quer seus metais preciosos por perto. 1 libra de ouro vale cerca de 24 mil dólares e pode ser facilmente colocada no bolso, a questão de como protegê-la é uma decisão importante.

 

Os chamados Punk-Investors que não confiam nos bancos tentam encontrar maneiras criativas de proteção, seja enterrando no jardim ou submergindo no seu Koi Pond, ocultando atrás do encanamento do ar condicionado ou debaixo do carpete. de fato, conforme a Venezuela exigir a posse das suas toneladas de ouro adquirido da Inglaterra, mesmo e o Banco central Holandês orgulhosamente admitir que esconde seu ouro da vista de todos, o tema deve incendiar como rastilho de pólvora. De fato, entre 2010 e 2011 foram sacados mais de 100 toneladas de ouro físico só nos estados unidos. Então, quais são as opções?

 

Um simples detector de metal pode detectar o ouro enterrado a 14 polegadas dependendo do solo, dai a sugestão de Venzke do buraco de 1, 2m. Os fóruns na internet fervilham em sugestões, que vão de cofres elaborados até a chamada manobra "hiding in plain sight", ou seja, ocultar mostrando, por exemplo comprando barras de ouro, pintando-as de preto e usá-las como aparador de portas.

 

O artigo da Bloomberg nos lembra que por melhor que possamos esconder o ouro, nada pode parar uma pessoa determinada com uma arma na mão de força-lo a revelar onde esconde seu tesouro. Por isso é importante não contar para ninguém, nem mesmo pessoas de confiança que você tem ouro guardado. A melhor maneira de guardar seu tesouro é não deixar ninguém saber que ele existe para começar.

 

Tiamath