Ir para o conteúdo. |

  • A Empresa
  • Apoie
  • Contato
  • Seções:
siga a estrada de tijolos amarelos: Bruxaria Rituais Pagãos Invocação a Poseidon

Invocação a Poseidon

PoseidonA Invocação a Poseidon destina-se aos Magistas que anseiam por direcionamento mais adequado em suas empreitadas no Mundo Material. Por fim, surge o questionamento:Por que utilizar a Divindade Poseidon? A resposta está atrelada as características da Divindade.Poseidon é tido como a Divindade que controla todos os processos que dão-se na Esfera das Águas. Chronus depois de regurgitar os irmãos de Zevs e ser banido para o Tártaro, teve seu antigo Reinado dividido da seguinte maneira entre sua progênie:

  •  O Céu ficaria,sob os cuidados de Zevs(o Libertador de seus Irmãos)
  • O Submundo (Mundo dos Mortos), sob a égide de Hades
  •  O Mar e Rios, sob a proteção de Poseidon

Bem, a existência para os confucionistas é como um Rio,e a Fortuna Existencial pode ser decidida por um  meandro periculoso ou um ondeado sereno(dependendo do caso). Como Poseidon é o mestre dos rios,e a Vida sendo um Grande Rio Desconhecido,nada mais justo que invocar sua presença para obter “correntes” mais aprazíveis.

Via-se ainda,que muitos Gregos associavam Poseidon a uma deidade de Fertilidade.Muitos gregos retiravam seu sustento dos Mares.Assim como,muitos Gregos viam o Touro como Símbolo de Poseidon(e o Touro sempre foi dado como um Símbolo de Virilidade e Fertilidade,desde tempos quase imemoriais).

Da mesma forma que a água dos rios é que dá sustento à terra e permite que haja fertilidade para aqueles que vivem na superfície desta.Portanto,Poseidon,é um Deus do Renascimento para os Gregos. A água dos rios fazia terras inférteis renascerem e à Vida renascia das Águas de Poseidonis. O aspecto renascentista de Poseidon é importantíssimo para potencializações de ressurgimentos benéficos no campo Material(que é o Campo que este ritual aborda).

Poseidon,desta forma,representa toda Fertilidade necessária para uma Invocação que envolva o Material.Este(Poseidon), é a Energia Primordial da Ambição e do Poder Terreno.Segundo a ótica “neterística” de Peter Caroll,Poseidon seria um “Eu-Riqueza”(uma representação Simbólica de um Aspecto de seu Eu,no caso riqueza e fertilidade,necessário para empreender o processo mágico).

Esclarecido o porque da utilização da Divindade Poseidon, passemos para o Ritual em si.

O Ritual de Poseidon

O magista deve ir a uma área litorânea e coletar rochas banhadas por água d’mar. É interessante coletar também cnidários mortos(como a estrutura calcária de corais fenecidos). Caso esteja-se distante de uma região litorânea,rochas coletadas em água corrente ribeirinha também servem.

Assim que coletar o material,o magista deve colocá-lo submerso em água doce(a água salgada tende a acumular mal-cheiro),em um recipiente fechado.

O magista deve adquirir algumas moedas de valor pecuniário,e guardá-las em local separado das rochas e seco.

Por fim,este deve ir a um local com água corrente,e ficar completamente desnudo(removendo até mesmo penduricalhos que não tenham sido consagrados ao Deus ou Egrégora em questão).O local de existência de água corrente não deve possuir uma correnteza fortíssima e tampouco ser fundo.

O magista deve empreender um Ritual de Banimento no local onde realizará o ritual.É aconselhável realizar o Ritual do Pentagrama Inverso ou Ritual Gnóstico do Pentagrama,por suas facilidades e enormes poderes.

Ajoelhando-se dentro d’água o magista abre o Círculo segundo sua Tradição(reforçando-o no Astral também),.Após tal,este deve dispor as rochas marinhas e cnidários mortos em forma de uma Quadrado à sua volta e conclamar em voz alta:

- "Invoco-te,óh Poseidon.Senhor dos Mares,Águas e Terremotos.Venha a mim e peço-te que acate meu humilde pedido."

Por fim,o magista deve fechar os olhos e entrar em sintonia com a água,auscultando cuidadosamente o burburinho da corrente.Após este relaxamento e sentimento da Energia do Deus invocado,o magista conclama com a voz alta(enquanto conclama ele deve pegar as moedas e derrubá-las com a mão em forma de concha sobre sua cabeça):

 - "Mestre das Águas e da Bonança.Dá-me sua sapiência,poder e guia-me perante este problema:(neste momento o magista relata em voz alta o problema material que anseia resolver ).Conceda-me a graça que vos falo:(neste momento o magista deve relatar em voz alta o anseio que deseja que se concretize).Que este anseio se concretize e não mais seja miserável esperança!!Em tua Glória Senhor dos Mares,Senhor da Força!!!!!"

Após isto,o magista entra em Estado Meditativo ,sentado.

Após a Sagrada Meditação,o magista empreende o mesmo Ritual de Banimento que usou no início do rito.

Feito isto,este abre o Círculo,segundo sua Tradição,e diz:

 - "Está feito!!!"

O magista deve recolher as moedas e as rochas e guardá-las em um recipiente fechado com água do local onde realizou o ritual até que o desejo torne-se  realidade no plano físico.Pode-se trocar a água,caso esta denote aspectos de putrefação(como mal cheiro,aspecto turvo em excesso etc.).

Algumas Notas Importantes

Vide que as Magias que envolvam o Benemérito Material (Magia Azul segundo Peter Caroll),devem ser feitas com extremo cuidado.É aconselhável não fazer-se pedidos infantis ou quiçá fúteis.Pedir-se para ganhar em concursos ou jogatinas é uma extrema tolice,pois comumente em tais ocasiões está-se uma Guerra de Vontades muito grande,e não necessariamente à sua será a mais forte.Da mesma forma que pessoas que utilizam-se destes artifícios mágicos para ganhar concursos e jogos não são conscientes e responsáveis para administrar este capital adquirido e desta forma o lucro torna-se pó em questão de segundos.Sendo que muitas vezes,algumas pessoas utilizam-se deste tipo de Magia como forma de escapismo e acomodação perante à Realidade,o que trata-se de uma estupidez e auto-engano sem tamanho.

Uma forma interessante de uso desta Invocação,é pedir a Poseidon que um projeto árduo que estejas a desenvolver tenha sucesso(por exemplo:que seu projeto seja aprovado por seus superiores no trabalho)e conselhos para resolução de problemas materiais que vives.

É de importância suma, que após o que o magista requisitou ter dado certo,este vá a beira do mar,ou beira de um rio,descalço(deixando a água encostar em seus pés),e atire as moedas que guardou no mesmo recipiente que  manteve as rochas. Enquanto faz isto ele deve agradecer ao Deus pela graça adquirida.Desta forma,mantém-se viva a conexão com esta Divindade(Egrégora) e fortalece-a(o que pode ser muito útil em Rituais futuros envolvendo a mesma entidade).Poseidon é generoso com seus filhos devotados mas vingativo com os que se esquecem dele ou viram as costas para ele após terem sido por seus poderes beneficiado.

betopataca