Ir para o conteúdo. |

  • A Empresa
  • Apoie
  • Contato
  • Seções:
siga a estrada de tijolos amarelos: Psico Textos de Psicologia Bizarra Gênios do Mal Jose Delgado, Aspirante a Supervilão.

Jose Delgado, Aspirante a Supervilão.

Na reta final, em segundo lugar temos Jose Delgado, Aspirante a Supervilão.

O Cientista:

eca

Dr. Delgado foi um professor de psicologia da Yale University que teve que realizar seu curso de mestrado duas vezes por causa da guerra civil espanhola, onde ele serviu com as equipes médicas, lutando do lado dos republicanos. Em 1946 ele começou a criar uma sociedade na universidade de Yale, onde acabou por fazer parte do departamento de fisiologia, estudando estimulação elétrica cerebral.

A Loucura do Dr. Delgado

 
Estimulação elétrica cerebral é só uma maneira nerd de dizer controle da mente, neném!

O seu trabalho consistia em enviar sinais elétricos que por sua vez simulavam respostas elétricas no cérebro. Delgado foi a mente por trás da invenção do Stimoceiver, que de agora em diante será chamado de "O Botão de Foder o Cérebro". O Botão de Foder o Cérebro era basicamente um monitor/estimulador cerebral via rádio que trabalhava em conjunto com um transmissor/receptor implantado na cabeça do "paciente". Sendo curto e grosso, ele sabia onde e o que apertar para fazer você dormir, sorrir ou mijar nas calças.

Dr. Delgado começou a trabalhar primeiramente com gatos, mas com o tempo evoluiu para macacos até chegar a seres humanos, alguns deles pacientes com problemas mentais. O Botão de Foder o Cérebro podia controlar o comportamento e estimular qualquer emoção ou comportamento instintivo que o bom doutor quisesse, que podiam ser sensações prazeirosas, sentimentos estranhos ou até mesmo visões.


Delgado explica sua invenção em seu artigo "Intracerebral Radio Stimulation and recording in Completely Free Patients", publicado pela Schwitzgebel and Schwitzgebel nos seguintes termos:

"Estimulando via rádio diferentes pontos da amídala e do hipocampo, foi produzida em quatro pacientes diferentes uma variedade de efeitos, incluindo sensações de prazer, euforia, concentração profunda, sensação de paz, estranheza, visões de cores e outras respostas sensoriais. Os transmissores cerebrais podem ser mantidos na cabeça de uma pessoa por toda vida. A energia de ativação dos transmissores é transmitida junto com as próprias frequências de rádio."

Sim, ele era um aspirante a supervilão de cinema.

Mas espere, as coisas ficam mais bizarras:

cONTROLE mENTALEste senhor não era apenas um velho capaz de provocar uma ereção em qualquer homem. Para provar de fato que ele era um cientista maluco de primeira linha, Delgado foi para Cordoba fazer uma demonstração onde ficou parado diante de um touro bravo que corria em disparada rumando em sua direção como uma besta desenfreada que havia fugido do próprio inferno. Bem, isso justifica o título de louco, mas o Dr. também era um gênio, inteligente o suficiente para antes de liberar o animal implantar em sua cabeça bovina o Botão de Foder o Cérebro. No meio de sua disparada insana o Botão de Foder o Cérebro foi ativado e o touro feroz simplesmente parou e ficou lá sossegado pensando na vida.

O incidente com o touro ganhou a mídia popular, mas para o Dr. Delgado sua experiência com uma macaca chamada Paddy é muito mais significativa. Ele instalou o Stimoceiver no animal e monitorou os sinais por um computador. Identificou um sinal cerebral específico conhecido como 'fuso' e então programou o computador para acionar as áreas cerebrais que criam o sentimento de aversão no cérebro de Paddy. O resultado é que em poucas horas o cérebro dela estava produzindo significativamente menos 'fusos'. É isso mesmo o Botão de Foder o Cérebro é capaz de controlar o cérebro como um cabresto controla um cavalo.

Eu sei, você deve estar se perguntando: por que o doutor Delgado não se mudou para uma ilha particular, construiu uma fortaleza no formato de um crânio e construiu um transmissor gigante para obrigar o mundo inteiro a obedecer seus desejos? Ele poderia fazer nossos cérebros obedecerem suas ordens e nós nem desconfiaríamos disso.

A resposta para essa pergunta, claro, é: como é que você sabe que não foi isso exatamente o que ele fez?

Gênios do Mal