Ir para o conteúdo. |

  • A Empresa
  • Apoie
  • Contato
  • Seções:
siga a estrada de tijolos amarelos: Satanismo Livros Satânicos Guia de Leitura da Bíblia Satânica Mão Chifrada

Mão Chifrada

O Sinal do Caminho da Mão Esquerda começou como um amuleto, ou gesto de mão que nasceu e foi muito popular em Nápoles, na Itália sob o nome Mano Cornuto, que quer dizer literalmente Mão Chifrada. Surgiu como um símbolo de proteção mágica de modo muito semelhante à figa, mas feita com os dedos mínimo e indicador para cima, e os demais fechados. Mais especificamente, este sinal era usado para combater o mau–olhado, e afastar todo tipo de ameaças à vida, seja afastando doenças, protegendo bebês, retornando o leite dos animais, a riqueza da colheita e a fertilidade para os casais. Neste aspecto é idêntica ao antigo Tarjani Mudra usado no oriente.

A referência mais óbvia deste sinal é a da representação de um animal chifrado. Assim até hoje quem o faz invoca a representação de uma forte ligação com o a natureza e o lado animal do ser humano. Ademais, chifres são um dos mais primais símbolos do poder natural de ataque e defesa e uma maneira inconfundível de demonstrar força e agressividade. Não é surpresa que entre os povos do neolítico as divindades eram constantemente representadas com chifres para demonstrar claramente seu poder. Alguns arqueólogos teorizam que a sacralidade de alguns animais chifrados deve-se a sua coincidente semelhança à genitália feminina incluindo a vagina, o útero, os tubos falopianos e os ovários. Entende-se então que a Mão Chifrada é um símbolo da geração carnal e de celebração da vida. Seja ou não este o caso, mano cornuto é ainda um popular gesto usado pelos homens italianos como superstição para combater a impotência.

Como muitos outros símbolos este sinal passou por uma transformação ao viver a Idade das Trevas e o domínio da Igreja. Da mesma forma que os deuses da fertilidade se tornaram demônios, Mano Cornuto se tornou o símbolo de Satã. Os dois dedos para cima representavam os próprios chifres do diabo, os três dedos para baixo representavam a trindade negada. Com os perigos da repressão a Mano Cornuto entrou em desuso, mas continuou a ser perpetuada no meio ocultista onde seu significado original não se perdeu.

Modernamente o uso deste símbolo renasceu por volta dos anos 70 quando o cantor Ronnie James Dio popularizou suas apresentações saudando o público com a Mão Chifrada, sendo posteriormente imitado por inúmeras bandas de peso. Isso, é claro, não tirou a sombra do diabo deste gesto, muito pelo contrário, serviu para reforçar ainda mais sua natureza satânica não somente trazendo de volta o antigo significado de força e poder, mas também unindo a ele agora toda a rebeldia, alegria e festividade do rock ’n roll.

No Satanismo, todos estes significados se unem, e a mão chifrada passa a ser uma forma de saudação e de reconhecimento entre irmãos e irmãs em Satã, sendo usada também em praticamente todos os rituais satânicos.  A força dos chifres, o contato com a natureza, a fertilidade, o lado animal, a geração carnal, a rebeldia, a alegria, enfim, tudo aquilo que o diabo representa para nós é invocado quando o Símbolo do Caminho da Mão Esquerda é feito com as nossas mãos.