Ir para o conteúdo. |

  • A Empresa
  • Apoie
  • Contato
  • Seções:
siga a estrada de tijolos amarelos: Satanismo Livros Satânicos Naos O Sistema Septenario

O Sistema Septenario

De um ponto de vista iniciado, as sete esferas são vistas formando um modelo tridimensional onde toda esfera é ligada a outras duas, ainda que em uma representação física (e.g. um modelo) a natureza binária dos caminhos conectores é mostrada somentepara Lua/Saturno, Vênus/Marte e Mercúrio/Júpiter.

Essa estrutura tri-dimensional é considerada ficar cercada dentro de um tetraedro duplo: a esfera do sol estando no centro da base onde os tetraedros se unem. O tetraedro superior significa o aspecto acausal, o inferior, o aspecto causal, e os três ângulos de cada lado são simbolizados pelas nove combinações das três formas alquímicas; isto é, pelos símbolos das peças do Jogo Estelar. Como no Jogo Estelar, os aspectos acausais são uma reflexão exata do acausal – o ultimo sendo mostrado no diagrama abaixo.

Assim, é possível ver e entender a relação entre as esferas, os caminhos e os nove ângulos em seus aspectos duais.

sep1.jpg

Cada esfera é tripartida por natureza – os aspectos Sal. Mercúrio e Enxofre, os quais – para um individuo – significam o Inconsciente, o Ego e o Self, representados pelas apropriadas imagens do Tarot (ver ‘Naos’). Basicamente, esses três estágios (na evolução da consciência) representam uma maior intrusão progressivamente de forças acausais.

Em essência, as sete esferas representam como o acausal mergulha no causal e assim há duas maneiras de ‘ver’ essa representação – o f1.gif e o f2.gif onde o símbolo ‘t’ mostra a diferença dependente de tempo, f2.gif sendo tempo acausal (ou ‘alquímico’) e f1.gif tempo linear. O sistema completo pode assim dizer-se ser um mapa – uma representação simbólica – do inconsciente e o consciente.

Há dois modos de ver essa representação simbólica: o z1.gif e o z2.gif. O z1.gif é uma aproximação progressiva ou linear; oz2.gif uma unificada ou ‘wholistica’, e entendimento do Septenario requer ambos.

z1.gif é basicamente a evolução de consciência: a partir do inconsciente, pelo processo de individualização*, para integração e assim Adeptidade e além. A representação z2.gif é basicamente uma simbolização das forças acausais: uma simbolização das energias presentes o causal e o acausal intersectam. Nossa consciência é somente um dos tais lugares de intersecção. Toda vida é considerada como possuída de alguma energia acausal – isto é, é um lugar onde z3.gifz5.gif intersectam.

O grau dessa intersecção (sua ‘intensidade’) depende do tipo de vida – quanto mais desenvolvida a vida, maior o grau de intersecção.

Em termos exotéricos, os símbolos pelos quais nós como indivíduos sentimos esses dois  tipos são aqueles dependentes dos cinco sentidos: cor, incenso etc. (assim as ‘escalas de cores’, incensos etc. associados com cada esfera) tão bem quanto os símbolos ‘mitológicos’ onde os vários atributos são combinados para fazer uma imagem numinosa que em uma maior ou menor extensão representam as energias (os ‘deuses/deusas/demônios’ etc.). Esses símbolos mitológicos podem ser representados em um modo linear – isto é, envolve ação, como em um especifico mito ou estória.

Em termos esotéricos, os símbolos são puramente abstratos – isto é, símbolos. Isso é então porque essas formas abstratas fazem acessíveis aquelas áreas  da consciência que são na maioria . Os símbolos exotéricos são meramente uma tentativa de usar formas em uma tentativa de clarear e entender forças . Mas para entender energias em seu próprio nível é necessário usar aquelas áreas de nossa consciência que são ‘mais’ que , e tais níveis ou áreas tornam-se usadas quando símbolos abstratos são usados. Essa é uma razão porque o Jogo Estelar é usado tão frequentemente – ele acostuma a mente a trabalhar esses níveis cerebrais superiores, tais níveis sendo a ocupação do genuíno Adepto.

Assim o Jogo Estelar é usado até ele tornar-se quase uma ‘segunda natureza’ para pensar em termos de seus símbolos, suas transformações e o movimento dos símbolos de nível para nível. Isso desenvolve um novo modo de pensamento – um apropriado para uma evolução de consciência. Esse tipo de pensamento é construído sobre a fundação da individualização – isto é, a partir da consciência desenvolvida quando o Ritual de Grau de Adepto Interno é empreendido com sucesso.

As duas representações mais importantes de energia acausal manifestas em nosso universo causal são aquelas do ‘individuo’ (simbolizadas por kiu.gif ) e o ‘aeon’ (simbolizadas por keu.gif). Ambos são representados pelas sete esferas e os caminhos – a os símbolos (exotéricos e esotéricos) apropriados para esses. Ambos descrevem como energias fluem , e esse fluxo (ou ‘corrente’) é descrita pela seguinte transformação:

faixaseptenaria.gif

Para kiu.gifessa transformação é o caminho septenario – a jornada partindo de Iniciado via Adepto para Imortal. Para keu.gif, ela é a evolução de nossas espécies – a partir do primeiro Aeon (frequentemente chamado o pré-hiperboriano) para o presente Aeon. Os sete Aeons – de acordo com o Satanismo tradicional – são listados abaixo. 

De um ponto de vista magicko, o Septenario e seu simbolismo associado ambos exotérico e esotérico, desenvolve¹ introspecção e entendimento dentro do e , e também mostra como energias podem ser direcionadas para mudar : em ² termos de e ³ o Jogo Estelar pode ser usado para trazer tais mudanças de acordo com o desejo do magicko (veja Capitulo IV).


Aeon

 Símbolo Trabalho Magicko Datas
Pré-Hiperbóreo1 Besta Chifruda
simbolo1.gif
 Shamanismo 7.000 – 5.000 AC
Hiperbóreo2 Sol
simbolo2.gif
Henges 5.000 – 3.500 AC
Sumeriano3 Dragão
simbolo3.gif
Transe; Sacrifício 3.000 – 1.500 AC
Helênico Águia
simbolo4.gif
Oráculo; Dança 1.000 AC – 500 DC
Ocidental Pentagrama Invertido
simbolo5.gif
Ritual 1.000 DC – 2.500
Galáctico Símbolos do Jogo Estelar
simbolo6.gif
 Jogo Estelar e além..
Cósmico



A respeito de Aeons, dois fatos importantes devem ser levados à mente. Primeiro, os últimos quinhentos anos ou mais de um Aeon mostram um declínio marcado na energia magicka associada com ele, e é durante esse tempo que as energias do próximo Aeon gradualmente tornam-se evidentes (primeiro usualmente só em Adeptos). Essas energias podem ser incrementadas (ou diminuída) por magicka aeonica trabalhada por aqueles que entendem as forças envolvidas. Segundo, cada Aeon é associado com o que é chamado uma ‘civilização superior’ do qual o Aeon usualmente pega seu nome. Dentro dos confins físicos dessa civilização superior é o (usualmente sagrado) lugar onde as energias magickas do Aeon são pronunciadas – e isso é orque tal lugar é usualmente um portal físico onde o causal e o acausal se encontram. Por  exemplo, o centro associado com o Aeon Hiperbóreo foi Stonehenge; do Helênico, Delfos.

Aeons, de acordo com a genuína tradição sinistra, representam reais – como oposto às míticas – energias magickas. Por isso a falta, na lista acima, das pré-histórias imaginarias normalmente associadas com as chamadas histórias ‘esotéricas’. Aeons, muito simplesmente, representam aumento significante e tendências evolucionarias em nossa consciência. Assim, por exemplo, (e de acordo com a tradição) o Aeon Hiperbóreo corresponde a invenção da roda, a descoberta das bases da astronomia e o inicio do que nós conhecemos como ‘magicka interna’.

NAOS, Order of Nine Angles