Ir para o conteúdo. |

  • A Empresa
  • Apoie
  • Contato
  • Seções:
siga a estrada de tijolos amarelos: Satanismo Livros Satânicos Satanismo Tradicional, Nacional Socialismo e o Aeon Faustiano Nascer ou tornar-se satânico?

Nascer ou tornar-se satânico?

Um dos argumentos usados a favor do Satanismo Moderno por Anton Szandor Lavey, o famoso criador da Igreja de Satanás já falecido, é que todas as crianças nascem satânicas. Isto é, usando os argumentos do próprio Lavey e de outros Satanistas contemporâneos, mal uma pessoa acaba de nascer *já* pertence à "elite satanista". É impossível haver uma ideia mais disparatada que esta. Neste ponto eu irei mostrar-vos uma excelente resposta a esta questão, numa entrevista feita a Vilnius Thornian (um membro da ONA - Order of Nine Angles), que eu traduzi dada a excelente qualidade e lógica do seu conteúdo. Espero que gostem...


«5. Você concorda com a frase de Anton Lavey que os Satanistas nascem, não são feitos? Se não, porque não?

- Não. Eu considero uma frase dessas como um indicativo da falta de potencial inerente ao que alguns chamam "satanismo moderno". Os Satânicos são com certeza feitos, e não nascidos. O Genuíno carácter Satânico é o resultado da experiência, de sujarmos as nossas mãos, lutando para atingirmos objectivos importantes, aprendendo através dos erros, tendo sucesso em grandes feitos, e perseguindo a Excelência absoluta em tudo o que fazemos. Aqueles que acreditam que simplesmente "nasceram satânicos" não entendem o que o verdadeiro Satanismo é - na realidade eles são dominados e consumidos pelos seus próprios egos e preguiça, e são a antítese do Satanismo. Esta é uma boa indicação daquilo em que o "satanismo americano" se tornou.

Em vez de consistir numa perseguição honrada da excelência e auto-aperfeiçoamento através de grandes lutas, o "satanismo americano" exibe largamente pretensiosismo e nunca escapa ao ego. Isto é o que nós podemos chamar de satanismo do "primeiro grau" - em que gratificação do ego, blasfémia, e por aí fora servem o grande propósito de purificação/catarse e auto-entendimento. No entanto, embora para um verdadeiro Satânico este primeiro grau seja breve, a Igreja de Satanás nunca lhe escapou, nunca mudou para o que é realmente importante. Nunca avançou para o próximo grau. O Satanismo Genuíno tem uma abrangência muito para além dos egos dos seus iniciados, e não seria muito errado presumir que pessoas que são consumidas pelo seu ego ainda mal começaram a revelar o que elas, em essência, realmente são. O único caso em que a frase mostrada acima (na pergunta) tem algum fundamento, é no facto de que todos nós nascemos com potencial. O Satanismo, em última análise, é o cumprimento deste potencial, mas não há ninguém que o cumpra por ti, e com certeza que ele não se cumpre por si próprio. Acreditares que tu simplesmente "nasceste" Satânico liberta-te de toda a responsabilidade de seres verdadeiramente um Satânico, e exibires um carácter Satânico. Isto não é o que muitas pessoas gostariam de ouvir. (...)»

Penso que esta brilhante resposta dispensa quaisquer comentários!

Satanismo Tradicional, Nacional-Socialismo, e o Aeon Faustiano. Alektryon Christophoros