Ir para o conteúdo. |

  • A Empresa
  • Apoie
  • Contato
  • Seções:
siga a estrada de tijolos amarelos: Satanismo Textos Satânicos O Despertar do bem e do mal

O Despertar do bem e do mal

snake.jpg"O que é bom? Tudo que aumenta, no homem, a sensação de poder, a vontade de poder, o próprio poder. O que é mau? Tudo que se origina da fraqueza."
- Friedrich Nietzsche

"Bem é o que eu gosto. Mal é o que eu não gosto."
- Anton LaVey

Não aceite as trevas da ignorância como sendo a luz da sabedoria.

O satanismo traz uma nova aurora para todos aqueles que estão dispostos a deixar as filosofias de morte que tornam nossa sociedade tão hipócrita e escravizadora; a todos aqueles cansados de aceitar a posição de simples criaturas e que querem conhecer e desenvolver seu lado divino. Este é o objetivo do Templo de Shaitan, que traz uma nova era para cada um que permite a si mesmo adentrá-la, sem medo e com determinação. Aqui a Serpente, antes de ser adorada, é a nossa meta a ser alcançada.

Para nós, um verdadeiro Deus não necessita de adorações vãs, de sacrifícios de sangue ou da negação de nossa própria natureza. Ele representa o caminho a ser seguido, através do qual alcançaremos a nossa condição de Deuses por nosso próprio direito e vontade. Neste caminho se encontram a sabedoria antiga, liberdade, independência e excelência. Mas para percorrê-lo, o conhecimento do bem e do mal são necessários.

Esqueçamos o conflito entre estas duas forças, tão amplamente pregado por diversas filosofias. Pensemos ao invés deste conflito, em uma harmonia, que traga o equilíbrio ... estas forças existem e podem exercer influência sobre nós apenas até serem confrontadas e conseguirmos transcendê-las. O bem e o mal são dois aspectos de um só ato; estão presentes dentro de cada um de nós e em toda a natureza.

As polaridades antes de se chocar, se atraem, acabando por se completar e levar ao equilíbrio, e é aí que está sua importância. O homem não pode evoluir praticando apenas o bem, assim como praticando apenas o mal. Isto porque o bem e o mal são relativos, conceitos que mudam no tempo, em diferentes ocasiões e até mesmo de filosofia para filosofia. Só conseguiremos reconhecê-los ao vivenciá-los. A realidade deve ser vivenciada, porém apenas aqueles que possuem a coragem de viver o desconhecido e a capacidade de discernimento poderão aplicar esta vivência de maneira correta, para seu caminho evolutivo. Assim, a ação com responsabilidade virá desta vivência, o que nos levará inefavelmente a atingir a perfeição através da descoberta de nossa verdadeira vontade, nos tornando a própria vontade do Cosmos.

Nunca devemos nos esquecer que todos somos seres únicos nesta esfera causal, assim como nas próximas até atingirmos a esfera do equilíbrio e plenitude, e por isso possuímos experiências, pensamentos, percepções e concepções únicas também. Afinal "todo homem e toda mulher é uma estrela", e todas as estrelas juntas formam apenas um ser maior, o Cosmos, ou o próprio princípio criativo. A idéia de uma vida que deve ser vivida apenas aqui e agora, sem preocupações e ambições, é tão manipuladora quanto a idéia de viver apenas para alcançar uma "vida eterna". Ambas colocam o homem como um ser limitado, e ambas o enganam com suas supostas vantagens. A vida é para ser vivida sim, mas com a consciência de que precisamos buscar algo mais, que precisamos desenvolver nossa condição divina.

Este é o despertar necessário para a Aurora Luciferiana: devemos nos voltar para nosso interior e analisar se o que está ali é o que realmente acreditamos. É primordial o conhecimento de nós mesmos para termos coragem e determinação de nos separar do que não é de nossa natureza, para cortarmos tudo que ainda nos prende ao rebanho. As respostas estão dentro de nós mesmos, em mais nenhum outro lugar. Este mundo criado e imposto a nós pela sociedade é aceito pelos tolos, deixado para trás pelos fracos e usado a seu favor pelos sábios.

Infelizmente muitos pseudo-satanistas ainda restrigem sua filosofia ao ódio e oposição gratuita por determinadas religiões e seus adeptos, sem perceberem que eles mesmos estão seguindo o mesmo caminho de estagnação e mediocridade que julgam lutar contra. O que devemos fazer ao invés de perpetuar este ódio é refletir sobre como estas filosofias de morte influenciaram e continuam influenciando nos dias de hoje. Todo conhecimento traz poder, e pode ser utilizado por nós. Não somos apenas deuses em essência e promessa; nós possuímos a coragem de nos tornar os novos deuses por nosso próprio direito, através da descoberta e do aprimoramento do potencial de vida que possuímos dentro de nós.

Os eleitos são os que ousam.

Tgmtn. Stella Draconis