Ir para o conteúdo. |

  • A Empresa
  • Apoie
  • Contato
  • Seções:
siga a estrada de tijolos amarelos: Satanismo Textos Satânicos Pacto Secreto, alguns excertos

Pacto Secreto, alguns excertos

Pacto SecretoO Pacto Secreto é o primeiro livro de uma saga inspirada no caminho da mão esquerda de autoria de Eliane Quintella. Foi escrito para apresentar questionamentos importantes ao leitor enquanto narra a sutil transformação pela qual passa Valentina, sua protagonista ao entrar em contato com as forças da via sinistra.

Em ambos os trechos selecionados abaixo, Valentina conversa com o Enviado de Satan:

No balcão do bar
 
(...)
— Posso dizer o que o Satan pensa.

Olhei-o interessada.
— O que ele pensa? — perguntei.

— Ele pensa que as pessoas são estupidamente infelizes e que não deveriam aceitar essa vida do jeito que é. Essa escravidão. Trabalho e trabalho por miséria, funções bestiais, sofrimentos desnecessários, dores tremendas. A prisão do cérebro e da livre vontade, a estupidez das massas cegas. E tudo por nada. As pessoas — idealizou ele olhando para o horizonte — deveriam acordar e se revoltar, deveriam tomar as rédeas de suas próprias vidas e fazer o que fosse necessário para se darem bem. Tinham que ser egoístas, o egoísmo racional da filosofia objetivista. Você deve saber. Elas tinham que se dar a devida importância, ir atrás do que realmente querem, evoluir, seguir seus instintos. Descobrir quem são e o que querem e lutar por isso. Afinal, Valentina, o mundo é ou não é dos líderes? Um dia você poderá entender o porquê disso — disse misteriosamente me olhando, como se soubesse de algo que eu ainda não sabia.

E retomou a conversa:

— Ora, quem alcança seus sonhos? No seu mundo, as pessoas se esquecem de que um dia sonharam. Quem você acha que instiga o ser humano a ir além, a lutar pelos sonhos, pelo que acredita? Quem você acha que inspira? Quem é que aprova o prazer? O conhecimento? Todas as coisas boas da vida? Quem você acha que proporciona tudo isso? Você acha que seu Deus liga para seus sonhos? Ele te promete um paraíso além dessa vida, porém exige que nessa vida você seja seu escravo. Você acha que Ele se importa com o poder? Só se importa com o poder d’Ele; de seus escravos Ele exige extrema submissão, impossibilidade de questionamento e lobotomia generalizada. É Satan que se importa e proporciona bolsões de prazer em um mundo de crueldade “divina”. É Satan quem quer que você questione, estude e evolua. É Satan que te inspira a ir além. É Satan, somente Satan. 

—Você não acredita no diabo. Você diferencia o diabo de Satan como se fossem diferentes. Você diz que meu Deus me quer cega e submissa, mas ao mesmo tempo ele me acolhe, me dá paz, me perdoa pelas minhas falhas, me aceita pelo que sou.

—E você acha que o conforto de seu Demiurgo, que promete aceitá-la mesmo você sendo cheia de supostos pecados, alivia alguma coisa? Valentina é tanto sofrimento, é tanta escravidão que Ele próprio estimula e cultiva, é ultrajante. É contra nossa própria divindade. Não há por que seguir a massa cega de fiéis. Afinal o que vocês têm na cabeça? Reflita Valentina que conforto você teve após o acidente de sua irmã?
(....)
 
Segunda-feira chuvosa

(...)
— Eu quero saber se eu fizer o trato vou arder no inferno?

Ele riu alto e disse zombando:

— Sua imaginação é fértil.

— Responda — eu ordenei.

— Primeiro, o que é o inferno Valentina? Será que já não estamos no inferno? E se existe um inferno será que ele não é um lugar maravilhoso onde você pode ser realmente quem você é em sua essência e não um zumbi escravo de um suposto Deus? 

— Não. O inferno é algo ruim. Todos sabem.

— É? E quem lhe disse isso?

— Todos sabem.
— Você ouviu sua vida inteira, não é assim?

— Sim.
— Uma lavagem cerebral por uma vida inteira. Mas a verdade é que não existe um inferno tal como você ouviu dizer. Eu disse para você se esquecer das histórias de terror.

—Mas, então, como é o inferno? Eu preciso saber disso para me decidir.
— Eu não acredito que realmente existe um inferno ou um céu. Eu acredito que se eu viver plenamente neste plano no limite da minha existência e ainda se buscar evoluir e me desenvolver com a ajuda de Satan e dos outros príncipes infernais, eu serei livre e viverei eternamente, no local onde vivem todos os deuses, no verdadeiro paraíso celestial, onde se vive conforme sua natureza, onde sua vontade é satisfeita.
—É no que acredita?

— Sim, é nisto que acredito, mas eu não nego conhecimento. Há ainda quem diga que o inferno não existe e que não há nada além desse plano, só existe o aqui e o agora. Há ainda quem diga que o inferno é aqui conforme a experiência que você vive. Sinceramente, Valentina, isso lhe importa tanto assim? Você só precisa entender por enquanto, que você não nasceu para ser limitada, você deve deixar sua natureza fluir e buscar fazer o melhor com suas habilidades, buscar sua plenitude, sua própria evolução. Você sinceramente acredita que deve viver limitada e aprisionada aos dogmas cristãos? Você acredita de verdade nesses dogmas? Você não vê que esses dogmas são apenas para você não evoluir? Você não percebe isso?

— Você disse que não existe um céu? Para que plano você irá depois daqui?
Ele me olhou duramente nos olhos, me puxando novamente pelos braços, e sussurou em meus ouvidos:

— Valentina, você precisa se livrar desses falsos dogmas que foram enraizados em você. Quem disse que existe o céu? E quem disse que o céu é bom? Se existe mesmo o céu, e eu não tenho certeza disso, acredito que lá só existem zumbis, ignorantes e servis que permanecem sugados por seu suposto Deus escravizador, que impõe sua vontade como única, sua verdade absoluta, e que odeia o livre-arbítrio. O céu, se existe, é escravidão absoluta, a morte total do livre-arbítrio, uma zumbificação aterrorizadora. Seu Deus até aqui quer matar o livre-arbítrio com a imposição de uma religião zumbificante que tudo proíbe e castra.
Ele respirou profundamente e continuou:

— Você possui dentro de você um Deus que espera por ser desenvolvido. Você pode conseguir isso e após essa vida viver como uma Deusa, na sua natureza, onde vivem os demais Deuses.

— É muita informação.

— Há mais conhecimento disponível do que você pode imaginar e esse conhecimento está ao seu alcance. Não apenas o conhecimento desse plano material, mas também o conhecimento do outro plano que você pode adquirir através de sua própria evolução, com a ajuda de Satan e dos outros Príncipes.
— Entendo, mas sinto que há muito mais a se aprender.

— E há! Muito mais! Você tem ideia de quem são os outros Príncipes Infernais? Você tem ideia do mito que existe em torno de Lúcifer? O que você faria se eu dissesse que foi Lúcifer quem lhe deu inteligência? Que sua inteligência a equipara a um Deus? Que você pode ser seu próprio Deus basta prová-lo? Que você é uma estrela? Para isso basta seguir uma regra simples que é ser você mesma, seguir sua própria vontade, acreditar em você verdadeiramente. Você acreditaria se eu lhe dissesse que seu Deus quer que você viva cegamente, que Ele acha que é a única verdade, Ele quer que você seja escrava Dele pela eternidade? Você acreditaria? Você acha que está pronta para conhecer toda verdade?

Eliane Quintella. Reproduzido com permissão da autora